Concerto de Nelida e o Grupo Lazos na CACAU

Esta sexta feira o centro de artes cultura artesanato e utopia (CACAU), de São Tomé e Príncipe é palco do concerto da cantora equato-guiniense Nelida acompanhada pelo grupo Lazos. Uma iniciativa da Aliance Française, que pretende brindar o público com música mestiça e surpreendente.

As 19 horas desta sexta – feira, o espaço CACAU do artista plástico João Carlos Silva na capital são-tomense, vai dar ao público o prazer da música mestiça. Uma mistura de influências latino-americanas, o folk do Magreb e a música tradicional africana, compõem a mestiçagem da música que Nelida e o grupo Lazos, apresentam no concerto.

Numa nota da Aliance Française de São Tomé e Príncipe, chegada a redacção do Téla Nón e subscrita por Clément Bathellier, coordenador da instituição que se destaca na promoção de actividades culturais no país, é dito que o grupo Lazos foi fundado por Omar Gil um cidadão Uruguaio.

Por sua vez a cantora Nelida é considerada uma das artistas mais promissoras da Guiné Equatorial. Filha de um músico, Nelida deu os primeiros passos na música Gospel e nas músicas de pendor religioso. Com apenas 20 anos, «ela exprime seus sentimentos e as suas emoções através de textos realistas que ela interpreta em espanhol, em bubi e em inglês», explica a nota da Aliance Française de São Tomé e Príncipe.

Segundo ainda a Aliance Française, Nelida já conquistou o público da Guiné Equatorial, através das suas composições envolventes e generosas.

Abel Veiga

  1. img
    Rocky Responder

    CACAU = CASA DAS ARTES CRIAÇÃO AMBIENTE UTOPIAS

  2. img
    Andre Boa-Ventura Responder

    Este documento foi introduzido em pagina errada

  3. img
    Andrade Catanhede Responder

    Boa iniciativa da Aliança Francesa de S.Tomé e Príncipe.
    Envolvidos que estamos nesta onda de notícias desagradáveis, é bom brindar aos São-tomenses boa música para desanuviar-lhes o espírito. Mas, a boa música não nos adormece. Ela deverá dar-nos mais força para continuarmos a luta rumo ao desenvolvimento do nosso País. Acredito!…

Deixe um comentario

*