Primeira Universidade são-tomense lança mais 109 doutores no mercado são-tomense

O Instituto Universitário de Contabilidade, Administração e Informática (IUCAI) graduou mais 109 alunos em áreas como Direito, Contabilidade, Fiscalidade e Auditoria, Assessoria de direcção e o curso de Gestão e organização de empresas.

Numa altura em que coloca a disposição do país mais 109 quadros superiores, a administração do centro de ensino privado, indicou as acções em curso para melhorar a qualidade do ensino no instituto. Para além da construção de mais salas de aulas, sala de informática, e biblioteca, Agostinho Rita(na foto), Presidente do IUCAI pretende apetrechar os laboratórios e abrir uma sala de investigação.

O ministro da Educação e Cultura, Olinto Daio presente no evento aconselhou os novos licenciados a continuar a aperfeiçoar os conhecimentos.

Após 5 anos de curso, a maior parte dos novos doutores formados em São Tomé e Príncipe, já está enquadrado no mercado. Alguns são deputados, outros já desempenhavam as funções de magistrados judiciais sem formação superior como exige a lei em vigor. Agora são todos doutores, comprovados pelo diploma do IUCAI.

Abel Veiga

  1. img
    Ilum Iname Responder

    Novos Doutores? Não serão novos licenciados? Esta inflação de e enfatuamento com títulos, que é praga em Portugal desde a idade média (já denunciado por Gil Vicente em 1500) e sem não tem paralelo na Europa civilizada, contamina também STP. É pena pois que lá como cá é revelativo de duas coisas: complexo de inferioridade e presunção.
    Já repararam que pessoas grandes não usam títulos. Ele é o Belmiro de Azevedo, ele é o Mário Soares, ele é o Cavaco Silva, o ANtónio Guterres, o Durão Barroso. Gente grande não usa bengalas, muito menos quer ser visto apoiado em bengalas de cana a pretender ser mógano! (Aliás dos acima citados, só Cavaco Silva é doutor. Os outros são licenciados.)

    • img
      jose afonso Responder

      Mentira e mais Mentira
      Quando vi a manchete do tela non tive um sentimento misto de alegria e de preocupacao. Alegria por saber que temos mas quadros para o nosso pais. preocupacao por saber que esse quadros sao simplemente uma Burla. Sao pessoas que durante esses anos todos andaram a ser enganados e se nao ter quadros e mal, ter quadros mal formado e ainda pior. Falo por experiencia propria. Eu tambem fui um dos que andei durante um ano a ser enganado no IUCAI 1998 por profissores Licenciados com fraca capacidade didactica e sem qualidade nenhuma. Uma vez na europa a minha frequencia do IUCAI de nada me valeu porque nao podia dizer que minha professora de contabilidade nao era licenciada ou a minha professora de empresas era recem licenciada. Os chamados professores do IUCAI sao individous sem competencia nenhuma individous que em portugal so conseguem se matricular na Lusofuna ou no ISLA os chamados panha pe de Portugal e estao infestando o mercado de trabalho no nosso S.tome com quadros desses.

      • img
        eu Responder

        caríssimo avarento, desmacha-prazer incopetente alima de má fé. fike sabendo k muitos dos k foram graduados agora já exercem funções a vários anos e acomulam grandes experiências. Meu amigo como veio para portugal estudar acha k é mais competente. vá ao terreno e demonstre o k vale. Uma coisa é certa, nunca devemos cuspir nos pratos em k comemos ou k já comemos.A humildade é k faz-nos ser homem homem.bô sa tonga pliguito cu na concê molê fá. fui

        • img
          Osvaldo Neto Responder

          Caro Amigo eu concordo contigo, Nem todos os professores da dita Universidade sao maus, seja como for acredito que STP esta a dar os primeiros passos, na formacao de quadros Santomemses isso ja e muito bom. Para os que estao a estudar fora ou que ja terminaram, devem dar o seu contributo na formacao dos outros. Como Santomense, com todo respeito pelas ideias dos outros, nao gostei do comentario do Sr Jose Afonso. Seja como for eu fez o ensino primario, secundadio e o pre universitario em STP, e se calhar essas pessosaa quem ele chama de incopetente foram professores dele.

        • img
          dulce neto Responder

          Meus srs. porque não argumentar ideias , pontos de vista , sem ofensas, sem menosprezar o outro?

      • img
        observador Responder

        doutor? eles so trabalhao de manhan de tarde estao todos na praia largato com carros novos com som no maximo a curtir as damas,nao fazem nenhum e a noite vao a bigodes curtir a nayt.como disse ja por estas bandas nao sera a minha geraçao a ver este pais na linha,com muita pena minha. e ja agora,aonde vao por estes recen formados?outro varen chao estes vao tapar buraco na estrada? vou precisar de uma empregada de limpeza talver uma doutora sirva, ummmm vou falar com a maria talves passe um termo e teremos ca uma empregada doutora ou vice versa…. tenho que pensar nisto.(RISOS) DURANTE AS MINHAS FERIAS EM STP FOI A CENA EU VI ESTE PESSOAL A FAZER.CUMPRIMENTOS A TODOS.

      • img
        bambum Responder

        Sr. Dr. jose afonso…é errado e muito errado proferires tas comentários…apontando Universidade A ou B como má ou boa..! Infelizmente este tb é um dos tikes de gente pobre e mal formada como deve o seu caso. Cá em Portugal, a Univ. Lusófona e ISLA como qualquer outra tem dado ao mercado de trblho profissionais competentes…no mundo existe bons e maus profissionais. As universidades não dão peixe mas sim, ensinam a pescar. Se o senhor não sabe e nem aprendeu pescar por ser um burro nato ou burro velho…nada se pode fazer. O Sr. poderá ir estudar até MIT (Massachusetts Institute of Technology-USA) que jamais será bom profissional! Muitos médicos nossos são formados em Cuba, considerado como um dos melhores ensino de medicina do mundo…mas, cá na Europa são marginalizado se tratar de um país pobre, são estigma do Ocidente para com os Países dito subdesenvolvido (pobre)! Fui bem formado na Universidade Lusófona e tblho felizmente com quadros Portugueses formado no Técnico, Universidade do Minho, Universidade Suborne (Paris) e não me sinto menos preparado do que eles…Seja mais original e evita discurso de recurso e pré-formato que revela o seu fraco grau de conhecimento e de análise. Espero tê-lo ajudado a dissipar este espírito a lá Santomense. Aplica-te para ser bom profissional e não espere que o nome da Universidade falo-a por si! Fui…

      • img
        Joker Voz do Povo Responder

        Amigo José Afonso,
        Se tu infelizmente não tiveste bom professor enquanto estiveste no IUCAI, não podes por em causa todos os outros e inclusive por em causa os recém formados. Estás convencido que se forma apenas fora de STP, estás muito mais muito enganado. Realmente, tu precisas ser mais humilde, conheço muitos técnicos que formaram no UICAI, ISP e que são extremamente competentes e outros que formaram não sei lá aonde e deixam muito a desejar.
        IUCAI tem bons professores e zelosos, mas também tem professores como você, oportunista, ingrato, invejoso, que cospe no prato aonde um dia comeu, etc. etc.

      • img
        Dayanne Responder

        Eu notei que o erro ja foi corrigido, mas tb remarquei que o problema do sr José Afonso nao era o ero mais sim a formaçao em STP .
        Saiba que o estudo hoje em dia nao se limita apenas na sala de aulas,ele se estende em investigar.
        Meu caro Afonso, quando uma criança nasce ela cresce ganha zuizo e deixa os pais, fica a saber que onde o sr se formou e que o sr considera desenvolvido nao foi sempre assim, tambem começou do zero e evoluiu, por causa do que chamamos optimismo. O saber que sr tem é um saber adiquirido mas da inteligencia nao posso dizer que tenha. Eu sou estudante no estrangeiro o que faço aqui é decorar materias, meter um monte de livros na cabeça,nada diferente que eu fazia no pais e ainda por cima tenho que aturar racismo, eu sei que isso é importante por isso estou ca, mas não é isso que me vai dar a inteligencia, todos nös ja nascemos com a nossa inteligencia e precisamos dela para sentar numa cadeira de escola, sem a inteligencia nem a primeira classe se faz, podemos estudar até nos EUA mas se nao tivermos boa consciencia e inteligencia moral o que faremos ao voltar para o pais é ser corruptos. Muitos que vão estudar no estrangeiro e nao regressam isso sim é incompetência, falta de inteligencia e ganância. O estudo pode ser muito mas nao é tudo, o Presidente do Brasil nao é formado, mais é ele quem conseguiu levantar Brasil, ele criou uma estratégia que sustentara brasil durante seculos, portanto nao venha com historias de falta de competencia em STP porque ela nao esta em determinados paises ela reside na consciencia de cada individuo, ser doutor nao interessa a nenhum pais o que interessa é ser bom doutor e isso tem outras grandes influencias para além do estudo, que se encontra no espirito de cada um, existem doutores na america e na europa que estao desempregados e que as vezes sao obrigados a virem trabalhar na africa se quiserem se alimentar.

      • img
        Dayanne Responder

        Eu notei que o erro ja foi corrigido, mas tb remarquei que o problema do sr José Afonso nao era o ero mais sim a formaçao em STP .
        Saiba que o estudo hoje em dia nao se limita apenas na sala de aulas,ele se estende em investigar.
        Meu caro Afonso, quando uma criança nasce ela cresce ganha zuizo e deixa os pais, fica a saber que onde o sr se formou e que o sr considera desenvolvido nao foi sempre assim, tambem começou do zero e evoluiu, por causa do que chamamos optimismo. Eu sou estudante no estrangeiro o que faço aqui é decorar materias, meter um monte de livros na cabeça,nada diferente do que eu fazia no pais e ainda por cima tenho que aturar racismo, eu sei que isso é importante por isso estou ca, mas não é isso que me vai dar a inteligencia, todos nös ja nascemos com a nossa inteligencia e precisamos dela para sentar numa cadeira de escola, sem a inteligencia nem a primeira classe se faz, podemos estudar até nos EUA mas se nao tivermos boa consciencia e inteligencia moral o que faremos ao voltar para o pais é ser corruptos. Muitos que vão estudar no estrangeiro e nao regressam isso sim é incompetência, falta de inteligencia e ganância. O estudo pode ser muito mas nao é tudo, o Presidente do Brasil nao é formado, mais é ele quem conseguiu levantar Brasil, ele criou uma estratégia que sustentara brasil durante seculos, portanto nao venha com historias de falta de competencia em STP porque ela nao esta em determinados paises ela reside na consciencia de cada individuo, ser doutor nao interessa a nenhum pais o que interessa é ser bom doutor e isso tem outras grandes influencias para além do estudo, que se encontra no espirito de cada um, existem doutores na america e na europa que estao desempregados e que as vezes sao obrigados a virem trabalhar na africa se quiserem se alimentar.

    • img
      OME' Responder

      Nao se acomodem em cima duma licenciatura, procurem ir mais alem e sejam humildes.

    • img
      nilton cruz Responder

      Mais uma vez estamos a ser enganados. E assim vai o nosso STP. Estamos a infestar o nosso mercado de trabalho com Doutores travestidos e com aval do governo. Que universidade quais que o IUCAI? Quantos doutores tem estao a leccionar universidade? E assim que queremos desenvolver o nosso Pais com pessoal nao qualificado? Nao ficaria mais em conta se apostassemos e quadros serios? Essa universidade e tao boa que assim que qualquer um que tenha estudado la tiver uma opurtunudade para voltar a estudar fora nao pensao duas vezes. Basta ver o que aconteceu com os estudantes que forao pra cuba. muitos ja eram Doutores travestido. Eu proprio so um dos que nao pensei duas vezes quando tive opurtunidade de vir a Europa estudar. Temos que ser francos e criar as bases solida para o desenvolvimento ou seja Educacao de qualidade. basta ver que temos professores licenciados no proprio IUCAi a leccionar no IUCAI. Palhacada. o que me entristese sao esses estudantes( meus ex-colegas) que sao iludidos em instituicoes como a IUCAI e com apadrinhagem do governo que nao exige nada mas nada para se ter uma universidade em S.tome. Qualquer escola de mato pode ser considerada de universidade porque nada esta estatutado.

    • img
      Joker Voz do Povo Responder

      Realmente esses individuos não são doutores. São simplesmente graduados com nível de licenciaturas e outros nem sequer licenciatura, pois fizeram um curso profissional que lhes permitiram em três anos terem uma equivalência do 12.º Ano.
      Portanto, peço a Telanon que nos informe com verdade e segurança.

  2. img
    Ramos Neto Responder

    Regozijo-me por colegas recém-formados no (IUCAI), estais de parabéns. Juntam-se a nós. Pois, necessitamos de quadros qualificados no país, homens honestos, que vós não sejais os outros, mas vós mesmos, verdadeiros e bons. Que tenham a consciência de que a sociedade precisa muito de vós, tendes um caminho longo pela frente, deveis mostrar os malfeitores da sociedade Santomense de que a moeda tem duas faces e vós podeis ser diferente dos mesmos é mais um compromisso (desafio) que assumis. NECESSITAMOS DE HOMENS COM QUALIDADE E CAPACIDADE e não de QUANTIDADE. Os latinos dizem: «A bonis bona disce», isto é, Junta-te aos bons e serás um deles. Boas Festas e Feliz Natal. Bem-haja a todos.

  3. img
    Mé-Zocheano Responder

    Carro jornalista Abel Veiga e leitores do Téla Nón, desculpem a minha pertinência, mas acho que devo esclarecer certos equívocos que são criados por não sei quem e que enraízam nas mentes das pessoas erroneamente. Temos que chamar as coisas pelo seu nome e não andar a inventar-las.
    Na manchete desta notícia: “Primeira Universidade são-tomense lança mais 109 doutores no mercado são-tomense” por um momento me parei a pensar: 109 Doutores?
    Mas depois percebi que era apenas a nossa forma de estar nessas ilhas, ou seja, copiamos tudo que é do norte, mas está mal.
    Esses 109 graduados, são apenas LICENCIADOS, para chegarem ao grau de Doutor, têm que comer muita malagueta ainda.
    Pois é: Depois dos cinco primeiros anos (ou quatro) da universidade, obtém-se o título de LICENCIADO se for ciências das humanidades e ENGENHEIROS, se for ciências técnicas, depois vem a etapa do MESTRADO que pode ser de um a três anos e só depois vem o DOUTORAMENTO que pode ser de três, quatro ou de cinco anos. Por favor meus senhores, não cometamos a tamanha barbaridade, assim como as pessoas dizem que a rede de internet sem fio (WI-FI) da CST é BANDA LARGA? Eu me irrito quando ouço coisas assim.
    OBRIGADO.

    • img
      Ate quando nosso São Tomé e Principe Responder

      Informação adicionais

      O termo banda larga pode apresentar diferentes significados em diferentes contextos. A recomendação I.113 do setor de Padronização da UIT define banda larga como a capacidade de transmissão que é superior àquela da primária do ISDN a 1.5 ou 2 Megabits por segundo. A Colômbia estabeleceu uma velocidade mínima de 512kbps e os Estados Unidos de 200kbps. O significado já sofreu várias modificações conforme o tempo. Inicialmente, banda larga era o nome usado para definir qualquer conexão à internet acima da velocidade padrão dos modems analógicos (56 Kbps). Usando linhas analógicas convencionais, a velocidade máxima de conexão é de 56 Kbps. Para obter velocidade acima desta tem-se obrigatoriamente de optar por uma outra maneira de conexão do computador com o provedor.

      No site da CST a velocidade máxima oferecida por eles é de 2MB e na analogia da rede ele deve chegar aos seus 96 kbps.
      A minha internet é de 12 Mg e chega a 1.6 MB por segundo de download.

      So pra finalizar gostaria de perguntar a vocês. Alguém sabe aonde esta hospedado o novo site da cst. ta péssimo o acesso. Eu acho que esta hospedado na CST mesmo para o acesso estar lento deste jeito.

      • img
        Mé-Zocheano Responder

        Obrigado pela colaboração senhor “Ate quando nosso São Tomé e Principe”, infelizmente esta é a mentira em que vivemos, ha uma semana que tento fazer um upload de um documento de 2Mgb e não consigo. Mas isso vema propósito de que aqui nessa terra, incutiram nas pessoas que aquela rede da net sem fio, é banda larga, como é possivel si, como disseste e bem, a UIT, define banda larga como um SERVIÇO ONDE REQUERE CANAIS DE TRANSMISÃO CAPAZES DE SUPORTAR RAZÕES SUPERIORES A RAZÕES PRIMARIAS. E a razão primaria é de 2Mb/s. queres saber mais? adivinha que geração da rede movel estamos a usar? a primera fase da primeira geração digital, ou seja, 2G (GSM)e sabes que metodo de sincronismo usamos? Não, não te digo, é mto fácil. Estamos na cauda do mundo.
        Um abraço

        • img
          Franz K Responder

          É banda larga desde o consumidor até à CST, fora as ligações RDIS BRI e analógicas. Se tiveres web sites alojados em STP vais ver que a comunicação se faz de uma forma bem rápida.

          O grande problema da CST está no gateway de saída/entrada em STP. Que certamente introduz o efeito “bottleneck” na comunicação. Isto se combate dimensionando correctamente a utilização que os consumidores farão do serviço em questão. E naturalmente aumentando a largura de banda do canal.

          Contudo, não se esqueçam que as telecomunicações via satélite são caríssimas. E é este tipo de comunicação que nós como país insular estamos a usar. Todas as nossas comunicações com o exterior depende unicamente desta ligação via satélite.

          E a empresa tem que apresentar resultados positivos. Não vão estar a oferecer serviços para terem deficits orçamentais, certo?

          Esperemos que o projecto de fibra óptica se conclua como esperado, e verão que o país irá experimentar um boom tecnológico que nos deixará bastante orgulhosos.

          Viva a CST, Viva STP

        • img
          Franz K Responder

          Mas reconheço que é no upload que o serviço ADSL da CST é medíocre.

          Isto talvez porque decidiram dar mais importância ao download, para “iludir” os clientes, reservando assim mais largura de banda para esse efeito.

      • img
        Franz K Responder

        Banda larga, banda estreita, wifi o que interessa isto aqui? lol!!!

        Mas vou responder a sua pergunta. No Windows executar o comando “nslookup http://www.cstome.net” vai ver que o novo site da CST está num servidor com o endereço IP 195.8.18.38. Este é um endereço da gama da CST.

        O antigo site ainda está activo mas no endereço 195.8.8.2 que por sinal é um dos servidores DNS da CST. Se inserir este endereço no seu browser vai ver que o antigo site ainda abre.

        Acho que a CST já devia ter fechado o porto 80 desta máquina ou activar a autenticação de utilizador nesta máquina de forma o acesso não seja anónimo. É mau para a imagem da única empresa do género que temos em STP.

        Quanto a lentidão, certamente a CST está num processo de migração para o novo site, e as informações do registo www nos servidores e nome (DNS) ainda não se propagaram como deve ser, isso talvez justifique alguma lentidão inicial, neste processo de migração.
        Mas também pode ser devido à problemas de roteamento, pois este novo site está numa outra sub-rede da CST (Portugal Telecom).

        Para concluir, eu formei-me no IUCAI.

        • img
          Franz K Responder

          o TN inseriu automaticamente o prefixo http:// no URI da CST, se executar o comando desta maneira não irá funcionar. Deve usar o comando sem este prefixo.

      • img
        J.André Responder

        Apenas gostaria de deixar um apelo ao nosso amigo “Ate quando nosso São Tomé e Principe”

        Falar de informática e novas tecnologias associada, exige verdadeiro conhencimento, e quando faz-se pesquisa no wikipédia é
        preciso interpretação correcta. Será q vc percebe algo sobre informática? Se sim, simplifica a linguagem copiada no wikipédia para todos entenderem a sua linha de raciocínio.
        Cumps.
        J.André
        Tecnical Operations Senior

  4. img
    Matabala Responder

    Parabéns aos novos quadros…Parabéns ao IUCAI…Parabéns a STP…
    Só gostaria apenas de sublinhar o termo “Doutor”…é bom tomar cuidado ao usarmos esse termo para descrever pessoas que só têm uma licenciatura, quando estamos a falar de ensino universitário…penso que ainda falta alguma coisa para serem chamados de “Doutores”.

  5. img
    João Responder

    Quando Tela Non fala em “doutores” faz-me lembrar a música do Haylton Dias. Pq nao dizer novos licenciados? Esse meu Povo.
    Bom, indo ao necessário. Felicitar a Direcção/Reitoria da IUCAI, os Ministros da Educação que contribuiram para este efeito, os Professores que sao normalmente relegados para o esquecimento e aos “doutores”. Que busquem encontrar o caminho para o desenvolvimento de STP.

  6. img
    Isaqueo Responder

    Caro Abel, nós os Santomenses ficamos e deveriamos ficar todos orgulhos com a iniciativa, não obstante as dificuldades nunca é tarde para eventos como estes, é o País que ganha económicamente, é a nação que se desenvolve… mas sem dúvidas a Universidade acaba de lançar mais 109 Licenciados e em distintas áreas algo bastante interessante para o País mas não são Doutores ainda, como menciona no título da notícia, mérito que com a mesma valentia e dedicação será alcansado entre 3 ou 4 anos de estudos após a licenciatura que recentemente acabam de alcançar, e isto tambem pode ser realizado no nosso País porque o País tem iniciativas e penso que todos devemos abraçar e valorizar a intensão com maior rigor e responsabilidade.

    • img
      Tentado a ler Responder

      IUCAI não é universidade

    • img
      AnalFa Responder

      “País mas não são Doutores ainda, como menciona no título da notícia, mérito que com a mesma valentia e dedicação será alcansado entre 3 ou 4 anos de estudos após a licenciatura ”
      EXPLICA-ME EM QUE PAÍS TU FAZES O DOUTORAMENTO 3 A 4 ANOS APÓS A LICENCIATURA!

      • img
        edy Responder

        hoh paler…a do Analfabeto isto e uma forma de falar. prki de kalker forma depois da licenciatura requer sempre algum trabalho, ki pode mesmo levar ano.

  7. img
    Dlima Responder

    O País agradece

  8. img
    santomekie Responder

    Que bom ver noticias como estas, pois a formação no exterior é uma penuria para os cofres publicos.
    Caro redator, são somente graduados e mais nada. Para ser doutores falta muito estudo ainda.
    Não estejam ai com tretas de chamar todo mundo que gradua de doutor.
    Mas fiquei feliz pela noticia.

  9. img
    senhor Verdade Responder

    Doutores ou Burlados?
    IUCAI não está preparado para dar licenciatura, pois, não tem condições técnicas, cintíficas para dar formação.
    Os professores do IUCAI, muitos só têm licenciatura ou foram muito…muito mal formados na Europa.
    Como é possível chamarmos isto de Universidade? Isto é uma vergonha!! Acham k estes licenciados travestidos estão em condições de frequentar um mestrado na Europa? Não me parece!!
    Hoje com a adopção do modelo de Bolonha, todos os professores portugueses foram obrigados a tirar um doutoramento, para se adaptarem aos novos desafios decorrentes da globalização do ensino.
    Neste ano lectivo 2010/2011, muitos docentes dos Institutos que na altura tinha mestrados, pediram licença sabática para se doutorarem…
    Senhor Agostinho Rita não engane os jovens,não continue a mentir para os jovens…. pois esta licenciatura nem é reconhecida na Europa.
    Eu sou um dos que se licenciou no IUCAI, quando cheguei à Europa a minha licenciatura não foi reconhecida pelas Universidades portuguesas, eu fui obrigado a voltar para 12º ano.
    Onde é k já se viu professores licenciados a darem cursos de licenciaturas? Os prefessores para darem cursos de licenciatura teriam k ter no mínimo mestrado.

    Senhor Rita, Não continua a mentir…fala verdade… estamos cançados de corruptos.

    • img
      Berna Responder

      Tem esse Sr. certa dose de razão. Muitos dos “professores” do IUCAI são os licenciados e muitos mal licenciados, a custa de cabulas e mais coisas. De qualquer forma temos que iniciar por algum lado. Licenciatura no IUCAI jamais é reconhecida na Europa por razões óbvias.
      Mas deixemos lá os recéns Drs. caminhar. É bom que não se acomodem com nível de conhecimento adquirido. É pena que o IUCAI não aposte nos professores com maior nível académico, no mínimo Mestrado. Mesmo pagando ao preço de ouro, só ficaria bem porque vendo o elenco dos professores, é clamoroso. Salvo a excepção, mas genericamente os professores estão muito ad quen do exigível. Enfim…é o que temos.
      Mais uma vez, digo os meus prabéns aos diplomados.

    • img
      Joker Voz do Povo Responder

      Senhor Verdade, estás enganado. Os cursos do IUCAI são reconhecidos em Europa sim. Agora, depende de Universidade. Para que um diploma seja validado/equivalencia por uma outra Universidade é preciso que tenham assinado acordos ou convenções. E o IUCAI tem parceria com o ISCTE em Portugal, mas uma Universidade em Espanha. Conheço vários alunos de IUCAI que terminaram e foram fazer mestrados sem ter que voltar a estudar a licenciatura. Agora, se você foi para uma universidade sem acordo com o IUCAI certamente não é possível. Se não sabia, fique sabendo, a Europa Ocidental durante muito tempo não reconhecia os diplomas da Europa do Leste, da ex-União Sovietica, de Cuba, etc. Porquê? Porque é preciso haver acordos, parceria. Agora, se o meu amigo foi a uma universidade que não tem parceria, é logico que vão te mandar estudar desde ano zero. Por outro lado, muitos de vocês, não terminaram a licenciatura no IUCAI e gostariam ter um documento que vos permitisse entrar em uma universidade lá fora, e não pode ser. Portanto, pega leve ok.

  10. img
    Alberto Nascimento Responder

    esse pessoal do Jornal Telanon precisam claramente de formaçao!
    Parabens aos novos graduados.
    Principalmente os que ja trabalhavam como deputados e os advogados.

  11. img
    Berna Responder

    Despois desse frenesim suscitado pela palavra “Doutor”, e dissipadas que são as dúvidas acerca do caso, dispenso-me em fazer mais comentários no que tange aos graus académicos de licenciados, mestres e doutorados. Títulos cujo nível e capacidade de interpretação, entendimento e de conhecimentos são totalmente distintos.
    Uma palavra a IUCAI: os são-tomenses ficam gratos e orgulhosos. Mas, o mais importante é dar reconhecimento aos títulos ora outorgados. De resto, o caminho faz-se caminhando!
    Aos doravantes Dr. Os meus parabéns!

  12. img
    pensando Responder

    Temos muitos licenciados a se queixarem que os cursos de nada servem se não forem familiares de certas individualidaes.
    Porque não criar condições de desenvolvimento pessoal e profissional dos que já estão formados em instituições credíveis?
    Mesmo que os novos “doutores” não tenham competência profissional dos nossos licenciados, serão eles a ocupar os lugares quando se fazem os nossos “concursos”?

  13. img
    J. Maria Cardoso Responder

    Por vezes apesar das piadas k certas notícias assumem na nossa tradução até tornam pertinentes como são devoradas pela opinião pública. Enquanto não aparecerem intervenções k não acasalam com a nossa boa educação, é sempre aceitável o contraditório avulso com k a nossa mente soberbamente açoita os votos de quantidade e de qualidade oferecidos.
    Deparo-me comigo em ocasiões distintas no gabinete de um “doutor” formado na Europa e no outro do seu colega formado no IUCAI (STP).
    Com a boa educação aprendida dos portugueses k sim chamam de doutor a qq licenciado, ressalvo k alguns professores tugas até para subirem a auto-estima dos seus alunos até abonam-lhe com o título desde o 1º ano de cadeira, o k chamar aos senhores “doutores” em análise?
    Doutor ou não?
    Trazer essa discusão a este painel e deduzindo nas alocuções expressas, ficam três perspectivas, a do colega k dá mãos nas costas dos novos “doutores”, a dos não formados k não querem ser pisados pelos “doutores” e uma terceira k é dos “doutores” da Europa k não aceitam estar ao nível dos “coitados” formados na grota.
    Uma outra perspectiva tem a ver com a equiparação dos nossos diplomas na Tuga. Isto é outra conversa k sómente o Doutor ou “doutor” Agostinho Rita deve tirar-nos do holocausto se é k a coisa vai por aí.
    Diminuir o nível das nossas formações apenas por serem feitas em casa, é abusível, pk os grandes homens não se medem aos palmos, ainda mais hoje na era das novas tecnologias, se bem k a CST lenta e cara ainda não chega a todos. Lamentavaelmente temos de ser razoaveis e mais simpáticos.
    Se é k a IUCAI vai entrar no projecto de investigação, é louvável, tendo em conta as várias oportunidades k o país nos oferece para sairmos do naufrágio. Exigir mais da escola, isso sim, não é preciso k a Europa nos avalie, mas cabe ao Governo através do Ministério da Educação capacitar os formadores e não só. Não somos assim tão cegos.
    Que emprego para os novos formandos? Alguns já estão encaixados, eventualmente, no Estado o nosso grande patrão.
    Parabéns aos novos “doutores”!

  14. img
    Obama Responder

    Caros leitores, tenho ouvido as diversas opiniões e de facto vejo que estamos com um grave problema em STP com essa coisa de “doutores”. Quero exprimir os meus sentimentos e votos de felicidades aos novos formandos e encorajá-los a continuarem a sua formação, não pensem que por terem essa formação, já são os melhores, os maiores mas sim, continuem a investir nos vossos saberes. Embora eu ache que a formação em STP ainda é fraca, temos que incentivar iniciativas como esta (caso IUCAI), pois sabemos que não há bolsas de estudos suficientes para toda a gente que termine o Liceu e que pretenda continuar os estudos. Só assim chegaremos ao nível dos outros (Países Desenvolvidos).
    Um bem haja ao povo de STP. Feliz Natal e Boas Festas.

  15. img
    Edson Costa Responder

    Doutores???

  16. img
    justiça Responder

    Tenho visto comentários muito infelizes a respeito dos quadros recém formados. Em todos os países existem bons e maus professores, boas e más escolas. Naturalmente que existem ainda muitas lacunas em STP, mas este é um processo que vai conhecer a sua evolução e temos que colaborar. Não podemos estar a pôr em causa as pessoas nem instituições desta forma tão irresponsável. O nosso país tem muitos técnicos formados no estrangeiro, e perguntaria se estes quadros têm mostrado as suas competências para o crescimento do país?
    Estou a tirar um mestrado no ISCTE, e um dos melhores alunos do meu Mestrado formou-se em Cabo-Verde, o seu país natal. Estudei nas melhores escolas de Portugal, escolas de primeira linha, e sei que injuriar e por em causa a competência dos outros só nos remete a nós a uma ignorância ciclópica. Por isso, paremos com isso, STP já é um país pequeno, não podemos continuar a contribuir para ser UM PEQUENO PAÍS. Façamos criticas, mas no sentido construtivo.

    • img
      nilton cruz Responder

      E queres comparar universidades em cabo verde com IUCAI. em Cabo verde eles nao brincam a universidade. os profs ali sao serios e escola e seria e quando se leva diante um projecto e pra valer ou contrario de S.tome que estamos sempre a tapar buracos. estamos sempre no nosso leve leve e a contentarmos com pouco mesmo se esse pouco. Sou de opiniao que mas vale nao temos quadros que termos quadros mal formados. Isso nao quer dizer que os formados em S.tome sao menos inteligentes. Mas a verdade e que andam a ser enganados ou pior burlados porque pagam para tem uma licenciatura sem qualidade, e isso que devemos contestar e a IUCAI que nao prima por qualidade e o governo que convive com essa situacao

    • img
      AnalFa Responder
  17. img
    edy Responder

    Sera ki sao mesmo doutores?ou sera ki foi entusiasmo do jornalista? se for verdade isso ker dizer ki os 109 juntou-se aos 240 doutores ki vieram de cuba e brazil. Good STP esta a desenvolver. mas se nao sao doutores acredita ki isso e outra forma de corrupcao. e pais nao ganha nada com isso.

    • img
      AnalFa Responder

      tu es triste

  18. img
    edy Responder

    Doutor Abel posta o meu comentario.

  19. img
    ze cabra Responder

    o que nao falta na nossa terra é doutores trabalhar os nossos terrenos nada enfim para nao falar mais boas festas a todos nossos DOUTOREZINHOS E BOM SUSESÇO PARA VER SE A NOSSA TERRA PROGREDI.

  20. img
    Zumbakuê Responder

    Novos “DOUTORES”!!!!:
    de facto houve alguma preocupação em abrir escolas no sentido de captar alguns irmãos, retirando-os das praias, cacharambas e catorzinhas e levá-los a perder algum tempo em busca de conhecimentos para aplicar nas funções que têm vindo a exercer de forma empírica.Mas chamá-los “doutores” após o término, é alguma presunção. Eles até ficam mais inchados, mas meus caros, os conhecimentos que adquiriram, não vos permite vestir o fato que anseiaram. Vai-vos ficar um pouco apertado. Sabem porquê? Além do número ser abaixo do real, está adaptado ao calor. Não corram o risco de o vestir em Dezembro ou Janeiro, em continentes onde o clima é diferente do nosso. Isso porque aqui até suamos, dada as nossas características climáticas. Lá a coisa tem outras regras. Mesmo vestindo cerola ou usando uma camisola mais quente por baixo, o fato vai destoar porque não se coaduna com a época. Portanto manos,os que já exerciam, provávelmente tiveram oportunidades de viajar muitas vezes desprevenidos e já sentiram na pele a descrepância da temperatura., ou apanham táxi, metro ou andam sempre dentro das grandes superfícies comerciais. E se não tiveram dinheiro suficiente para viver ao menos numa pensão, então estão mesmo tramados. Sabem porquê? Sei que sabem….em vez de viverem aí, tiveram que recorrer á famílias ou amigos que por azar viviam em bairros que também conhecemos e a desgraça foi maior (frio,banho só nos dias de sol,). Portanto irmãos, sigam o conselho que também adoptei. Temos 2 ouvidos e 1 boca. Oiçam mais e falem menos. Querer ser “doutor” tráz consigo muitas responsabildades.As pessoas estão muito mais atentas, e o mínimo deslize é a morte do artista.Mais uma vez digo, o outro está atento na avaliação do que dizem e na sua aceitação quanto ao conteúdo técnico-ciêntífico. Pode-se enganar alguns leigos. Mas cuidado que já tive oportunidade de constatar que muitos doentes pela doença que padecem, procuram tanta informação e “quase” conseguem discutir de forma igual com o médico.
    Fico por aqui…..qualquer forma valeu o esforço.
    No contexto estão de parabéns pelo esforço despendido.
    Bom 2011

    • img
      edy Responder

      se prestarem atensao vao intender o ki individou ker dizer. valeu

  21. img
    rapaz de riboque Responder

    qualquer dia no nosso pais todos sao dotres basta terem um curso de formaçao profissional ninguém quer ser trabalhador por isso a nossa terra nunca mais vai para frente somos vaidosos sem podere de muit ma lingua e invejososso sabemos é falar mal da europa e dos europeus ja somos independentes a 35 anos nada mudou distruimos o que os colonos deixaram de bom nem uma estrada temos bom hospital sem condiçoes um barco para descaregar fica um mes tinham deixado tantos bateloes e rebocadores ondde eles estao no fundo do mar para nao falar mais coisa mas ainda a quem fala mal mostramos que nao tinhamos compotencia para cuidar o que era nosso agora so falam em doutores qualquer dia é que ninguém faz mesmo nada porque é doutor até cidade vai ficar mato

  22. img
    justiça Responder

    Ajudemos STP a crescer com qualidade, e não denigremos nem ponhamos em causa as pessoas recém-formadas. Admira-me este sentido de auto-menosprezo das nossas feituras. É verdade que ainda temos lacunas, e vamos crescer se houver colaboração de todos. As vezes chego a pensar que existe algum mau estar com facto de haver ensino superior em STP. Eu não percebo porquê que as pessoas fazem questão de manchar aqueles que aprenderam na sua terra natal!
    Eu estudo em Portugal, mas já vi também muita coisa aqui, universidades com fracos professores, universidades que até já se fecharam por suspeita de fraudes curriculares como é o caso da INDEPENDENTE.
    O que acho que deviamos criar em STP é um Ministério do Ensino Superior e Investigação por forma a fiscalizar todo o processo superior do ensino, as provas, a qualificação dos professores, etc. Temos que nos organizar internamente para que as nossas acções sejam mais credíveis. Bom haja a todos.

    • img
      edy Responder

      vc tambem e um fraco. entao na sabes o ki ker dizer doutores?

  23. img
    Nome Responder

    Doutores!!???!!? Só pode ser brincadeira, por parte de Abel Veiga, acho que ele deve reconhecer este erro! Se fosse colocado aspas entre a palavra doutores subentendia-se a razão, mas também seria brincar com coisa séria, pois seja lá onde for que uma pessoa senta para concluir um curso deve-se reconhecer o esforço despreendido para a conclusão do mesmo.
    Sr. Abel Veiga o seu jornal não é lido apenas em S. Tomé e Príncipe e sabes disso melhor que ninguém! Reconheça que cometeste uma errata!
    Bom 2011 para todos!

  24. img
    vava Responder

    IUCAI não é universidade

  25. img
    Digno de Respeito Responder

    Caro Abel Veiga,

    Pela estima e consideração que tenho pelo seu modesto trabalho. Tiro-lhe mais uma vez o chapéu pelo esforço de manter ainda um jornalismo(razoávelmente ainda aceite) popular/comunitário e agradável. Adjectivo de razoável porque raras são as vezes que se depara com lead de uma notícia neste site (sítio). Sem entrarmos em pormenores do corpo da notícia ou mesmo quando aparecem como mera informação. Desta vez, permita que lhe diga: Não me parece que o título dessa notícia seja a mais sugestiva. Não é preciso que se tenha grandes estudos para olharmos para a sigla (IUCAI) e deciframos o seu significado. Logo não é uma “universidade”, seria bom que fosse. Se ela é uma “universita”, então como é que se identifica o ISLA (que me parece ser uma parceira do tal IUCAI) e fica situada entre Carnide e Pontinha? Nem essa é universidade mas, sim um Instituto.
    Se IUCAI é universidade, qual é a sua Reitoria? Caro Abel, acredito no seu bom senso associado a curiosidade e o grau de capacidade interpretativa. Tratemos as informações e notícias de forma coerente e sensata para não induzir os leitores ou visitantes em erros porque esses erros têm efeito multiplicador.

    E nem vou entrar em pormenores básicos porque eu próprio fui um dos primeiros a passar pelo IUCAI (que ainda na sua fase inicial) nessa altura já me apercebia de pequenas falhas e lacunas. Refiro-me dificuldade de material técnico, professores que pareciam não se fazer explicar, fontes de pesquisa, …. Mas, não significa que os responsáveis da referida instituição não tenham feito esforço. Até acredito, que as visitas ao exterior seja para melhorar as condições de ensino local. É uma iniciativa louvável para o nosso STP e quem dera que cada santomense fizesse a sua parte.

    Mas meus amigos isso de “109 doutores…” formados para um país de quantos habitantes por distritos? A boa notícia seria que desses 109 pelo menos 70 pertencessem aos Distritos mais distantes da Capital e saídos da família mais vulnerável do País. A descentralização de conhecimento e a sua partilha é muito mais importante que a “acumulação”. Como é que esses conhecimentos são absorvidos?!!

  26. img
    London Responder

    Caros leitores,
    E com alegria que devia-mos receber esta noticia, visto que, de qualquer forma e um sinal positivo no desenvolvimento de stome e principe.
    A qualidade e com certeza um dos maiores pilares de qualquer instituicao credivel, e concerteza, que a alcancaremos.
    As instituicoes universitarias europeias, Americanas etc, desde a sua implimentacao, tambem passaram por uma fase de remodelacao, ate alcancar a credibilidade de hoje.
    Hoje temos universidade em stome, isto e o mais importante, no futuro teremos uma boa universidade com certeza.

    All the best
    london

    • img
      pensando Responder

      Em vez de alegria fica a preocupação. Como foram tratadas as outras pessoas que já estiveram formadas? Como desenvolveu o país com essas pessoas?. Que desenvolvimento se espera com mais formandos que irão deixar de fazer o que já faziam por estarem a aguardar apenas algo compatível com o novo título?
      Acredito que com mais formação até nos trabalhos braçais produzimos com mais qualidade e de forma mais competitiva. Mas, em S.Tomé…
      Se houver boa mudança, o governo estará a preparar o encaixe para essas e outras antigas e novas questões.
      Se for liderança avulsa e populista, maior será o espaço necessário para a nossa sepultura.
      Apoiemos o que vier de bom. Que tenha pés e cabeça.
      Vejamos e ajamos.

  27. img
    Madalena Responder

    Este truque é velho, Parabens IUCAI. O Ministro da educação e do Plano que se cuidem. Depois da festa vem ai dividas para serem assumidas.
    Doutores, equivale a PhD,será?
    PhD significa a filosofia do doutoramento.
    Obrigado IUCAI.

  28. img
    Cristonio Vaz Responder

    Tremenda ignorância
    Meus caros e amigos leitores do famoso jornal;
    Agradecimentos antecipados ao Abel Veiga;
    Depois de ler todos os comentários sobre o Título “109 Doutores” venho expressar o que penso disto já a um tempo atràs.
    Nós cá em S.Tomé criticamos tudo,invejamos de tudo e falamos muitas vezes barbaridades sem conhecimento de causa,basta para atingir o outro.
    Não podemos continuar assim,com pensamentos mesquinhos,com ideias retrogradas,porque isso nada nos dignifica.
    Concordo com alguns comentários visto que são construtivos,o que fará com que a IUCAI considere as suas debilidades e ameaças e transformam-as em Fortaleza e Oportunidades,quero dizer que a Administração da IUCAI deve utilizar a Matriz DAFO(Debilidade-Ameaça-Fortaleza e Oportunidade)e todas as suas ferramentas para a melhor reputação da Universidade.
    Por outro lado vejo que muitos comentários são invidiosos,o que caracteriza o que somos:Invejosos por natureza.
    Eu pergunto até quando vamos ser verdadeiros seres humanos,simples e húmilde e aceitar o que temos.
    Temos pouca Universidade cá no País,se as pessoas não tiveram oportunidade de formar no estrangeiro,significa que não devem estudar aqui no Paìs?
    Para mim fazem muito bem estudarem aqui,de continuar os seus estudos com as condições que têm e dar o seu contributo para o bem estar do País.
    Agora o que cada um tem que fazer é ser consciente dos seus conhecimentos,dar conta do que aprendeu,do que não aprendeu e ir investigando para que se poda dar conta de recado.
    Eu formei no estrangeiro,mas não me considero que sou mas daquele que formou cá em S.Tomé,não se pode fazer comparações porque aquele formou cá e aquele formou lá,que um é capaz de fazer isto,que outro não é capaz,tantas comparações absurdas que só caracteriza a nossa ignorância.
    Todos nós podemos fazer,mas temos que dedicar,que ler,que investigar,alguns com maior assimilação que os outros.
    Pelo facto de por Exemplo formar em Cuba,e Brasil e ter um Diploma de mérito outorgada pela Universidade Cubana,eu não me considero demais que os outros,porque ainda preciso de muito,de colaboração de colegas,porque precisamos de todos,formados ou não,porque um País não se faz só com quadros,porque todos têm a sua contribução a dar.Precisamos de um Pedreiro para construir uma casa,sem ele não há casa,então podemos dizer que ele t/b é um Doutor na sua área.
    Portanto não posso acreditar que o termo “Doutor” tem afectado tanta gente e tem criado cobiça para os que formaram.
    Desde sempre,os quadros vindos do estrangeiro eram chamados de “Doutores”,de Engenheiros,mesmo terminando ou não a formação,mas isso não é motivo para tanta polémica,piada e mesmo chegaram ao ponto de tirar música.
    Embora deve-se chamar algo pelo seu nome,eu não me sinto mal se chamam ao Pedro de Doutor,se chamam o cambista de Doutor,se chamam aos quadros formados de
    Doutor,para mim isto é normal,no meu caso,a quem me chama de Doutor,a quem me chama de Engenheiro,a quem me chama pelo meu nome,como estão a ver são supostas designaçoes atribuidas a cada um,mas que não qualifica o que cada um é.
    Para mim o mais importante é sermos humilde,fazer o nosso trabalho com zelo e dedicação baseados em conhecimentos ciêntíficos e nunca ter o receio de perguntar ao outro quando não se sabe uma matéria.Não sabemos tudo,somente que alguns tem mas assimilação que os outros,alguns tiveram a sorte de sair e estudar no estrangeiro,regressar e estarem bem colocados,mas se unirmos as ideias vindas de fora,os conhecimentos adquiridos no estrangeiro,com os adquiridos cá no País sería mas útil e mas frutífero que estar fazendo críticas e piadas.
    Encorajo os que terminaram o seu curso no IUCAI,não tomem em conta o insulto, a descriminação de que vos recae,nós t/b quando chegamos de Cuba,fomos e somos até hoje alvo disso,que somos cozido,frebentado,assado,um monte de coisas,que para mim não me afecta.
    Sei que em todos os lados do mundo há bons quadros,há maus quadros,há bons professores ,há maus professores e não podemos dizer que os quadros do IUCAI,são maus quadros,eu conheço muitos que formaram no primeiro grupo na IUCAI que têm dado provas,portanto tudo isto não advem só da IUCAI,advém t/b do esforço e dedicação que cada um faz.
    Se houve degradação do estudo na IUCAI,é necesario que a Admistração tome medidas para reverter a situação.
    Não podemos inferiorizar os outros só porque estudaram cá,é a situção que temos,devemos sim é dar o nosso contributo,rever os Programas Básicos de cada curso,os programas auxiliares e opcionais,e não desencorajar os que lá pretendem estudar.
    Viva os quadros formados no estrangeiro;
    Viva os quadros formados em S.Tomé;
    Viva os artistas,os trabalhadores rurais e urbanos;
    Viva todos os Santomenses.
    Viva os que sentem mal com a designação “Doutor”
    Abaixo a Ignorância
    Abaixo os Invejosos
    Sim a união e compartilha de conhecimentos;
    Viva o Tela Non por mostrar tanta ignorânia que ainda existe nas pessoas.

  29. img
    Ze Maria Responder

    Lamento esse equívoco que se passa na terra.
    Individuo licenciado é denominado equivocadamente de doutor sem ter feito mestrado e o próprio doutorado.

    Triste ignorância.

  30. img
    Cristonio Vaz Responder

    Tremenda ignor.
    Mas claro que a IUCAI deve ter procedimentos claros e plausíveis para que todos entre nas condições que lhe são exigidas,para a boa reputação da Universidade,que formule bem a política de Ingresso dos estudantes na IUCAI,portanto são um conjunto de aspectos para que tenhamos um melhor Ensino Superior.
    É urgente melhorar o nosso Ensino Superior .Isto sim,temos de reconhecer.

  31. img
    maria chora muito Responder

    Agora ca em São Tomé, segundo o complexado Hailtom Dias todos são doutores. Basta calça preta e camisa branca. Viva Agostinho Rita a sua escola BIDOM. Choné, JóJò, cubanitos, Juvés, poxi, faroja são todos doutores.

  32. img
    De Longe Responder

    Tlabá só tinha ódjò. Miòle?!!!

    Vamos discutir estratégias de trabalho, de justiça e de progresso.

  33. img
    MÉ SOLO Responder

    TEMOS Q COMEÇAR A VALORIZAR O Q É NOSSO E DEIXARMOS DE DAR PREFERÊNCIA A O Q É IMPORTADO, TEMOS Q ACREDITAR MESMO SABENDO Q O PADRE DE CASA N FAZ MILAGRES.

    AS UNIVERSIDADES MESMO DE ST OU OUTRAS SÓ DÃO PEIXE,CADA UM QUE KIZER CRIARÁ MOSTRAR E VALORIZAR-SE TERÁ QUE CRIAR CONDIÇÕES P PESCAR.

    MTOS Q FORAM GRADUADOS TÊM UMA VALÊNCIA QUE MTOS OUTROS Q VÊEM DE OUTRAS UNIVERSIDADES NÃO TÊM, É A EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL.

    MUITOS QUE ESTÃO A PÔR EM CAUSA OS RECEN LICENCIADOS DEVIAM DEIXAR DE COMPLEXO E IREM ESTUDAR, DEIXAIS DE SER INVEJOSOS, OPORTUNISTAS E IGNORANTES.

    BOAS FESTAS, FUI

  34. img
    A.G brasil Responder

    Parabéns ao nossos quadros.

  35. img
    V. Dias Responder

    Era só para dizer que passei por aqui e gostaria de enviar, através deste jornal, desejos de boas Festas aos meus amigos são tomenses, nomeadamente dr. Guilherme Vilhete, dr. Carlos Pereira e dr. Amaro Gaudêncio.

    Zicomo

    Moçambicano

  36. img
    Filho da terra Responder

    Os comentários k tenho lido aproposito dessa matéria, eu pessoalmente axo que é a cara da sociedade santomense. Em S.tomé dispomos de poucas aportunidades de ensino superior, isso é facto. No entanto, surge algumas instituiçoes de ensino superior k vem amenizar estas falta de oportunidade. Isso para salientar que apesar de mtos porém em causa a qualidade de ensino oferecidos, são computados na avaliação do IDH, das ilhas. É certo que a grade curricular e quadro de professores, terão obviamente que ser aprimorados no tempo. Sou quadro do Brasil, e parabenizo a todos os formandos. Dado exigencia do mercado local e internacional, rumemos todos nos licenciados a uma pós-graduação, que se torna imprescindivel. Bem haja a todos os cidadãos do bem.A luta continua

  37. img
    Mé-xuba Responder

    Fazendo uma análise atenta e imparcial sobre o IUCAI devomos dizer o seguinte: Gostariamos de reconhecer aqui o contributo desta instituição universitária no formação dos jovens e adultos saontomenses, contribuindo desta forma para o desenvolvimento do nosso país. Mas gostariamos também de chamar atenção do Ministério de Educação e Formação, dos Tribunais (do Tribunal Supremo e do Tribunal de Contas)para as graves irregularides reinante nesta institição de ensino. Como é do conhecimento público esta universidade foi acusada por um dos seus docentes – o professor Alberto Vasconcelos, de aceitar alunos com certidões falsas do 11º ano e politicos e politiqueiros sem o 9º ano fazerem cursos superiores; acusação está que levou o supracitado professor a ser condenado pelo Tribunal. Perante essa situação indagamos:

    1- O Mistério de Educação enquanto orgão tutelar e fiscalizador das actividades universitárias em S.T.P tomou medidas para apuramento da verdade sobre a acusação feita a IUCAI?
    2- A lei 2/2003 (lei de base do sistema educativo) consagra aos cidadãos o direito de fazer cursos superiores com o 8º ano?…
    3- Porquê que o Ministro sessante – Jorge Bom Jesus não mandou instaurar um inquérito ou uma inspecção ao IUCAI?
    E o curioso é que o antigo Mistro – o Senhor Jorge Bom Jesus é o actual Presidente do conselho cientifico do IUCAI – è suspeitoso não é?
    Por isso perguntamos que doutores? Se existem doutores neste grupo de 109 finalistas são muito poucos. Por essa razão chamamos atenção do actual Ministro para a questão de certidões falsas e das irregularidades reinantes no IUCAI. Sejamos vigilantes…

  38. img
    anonimo Responder

    o london também ´doutour anda ou andou na inglaterra a limpar balneorios publico e essa eh

  39. img
    HFM Production Responder

    Vejam bem quando se faz distinção das coisas meus senhores. São 109 recém Licenciados, aindam lhes faltam muito para serem Doutores, mal são Mestres como é que são chamados de Doutores???

  40. img
    Moreno Responder

    Enquanto pensarmos sempre que a galinha do vizinho e melhor que a nossa, nao iremos a lado nenhum. temos que valorizar o que e nosso e sobretudo sempre tentar fazer o melhor

Deixe um comentario

*