Cultura

Pinto da Costa lançou “Terra Firme” em Lisboa

A sala do Museu da Cidade, nº 245 em Campo Grande foi pequena para receber mais de uma centena de leitores e, não só, que correram atrás do autógrafo do autor no 1º livro de Pinto da Costa, lançado no final da tarde desta 5ª feira, 2 de Junho, na capital portuguesa.

As palavras introdutórias do lançamento da “Terra Firme” foram oferecidas ao público pelo administrador das Edições Afrontamento, o senhor José Ribeiro, que numa sumula agradeceu ao actor do livro pela preferência da editora para lançar a sua primeira obra em letras. Recordou que as questões africanas, desde a primeira hora, fizeram parte da agenda da casa que comemora neste ano a sua boda de ouro, ou seja, cinquenta anos de publicação. Nas suas palavras de agradecimentos, esse responsável da editora do Porto deixou o seu testemunho quanto a hospitalidade do Museu da Cidade na recepção da importante actividade que cumpriu a sua programação em Lisboa.

O General Ramalho Eanes, o 1º Presidente de Portugal democrático, o prefaciador e apresentador da “Terra Firme” iniciou o seu longo discurso com uma pequena biografia do filho e cidadão são-tomense, Pinto da Costa, recordando o seu papel unificador na luta de libertação nacional, da sua intervenção na unidade do país independente e na escolha da democracia em resposta aos novos momentos que visavam a melhor via para o país fazer frente aos desafios do desenvolvimento.

Disse na sua intervenção de que os países modernos sofrem de uma doença muito grave que é o desaparecimento da política. A democracia não é uma forma de Governo, mas sim um fim das sociedades modernas. A política é mais importante na vida das sociedades, mas o que acontece frequentemente e na era da globalização, é que a economia ocupa todos os passos da democracia. E rematou na sua caracterização do sistema democrático, é que quando a economia ocupa o lugar da política a sociedade entra em convulsão.

O 1º Presidente de Portugal democrático e consequentemente o 1º Presidente português a visitar São Tomé e Príncipe independente disse também que o livro “Terra Firme” é um manual de política com apelo a cidadania. Enfatizou aos presentes que jamais devem desvalorizar o lugar de São Tomé e Príncipe no Concerto das Nações como o primeiro país africano a mudar do regime ditatorial ao multipartidário num processo conduzido com coragem, capacidade de liderança e sensatez do líder da independência, algo inimaginável na altura pelos detentores do poder no continente negro.

O autor da “Terra Firme” que dedicou o livro a memória da sua mãe, iniciou a sua alocução com os agradecimentos a editora e aos presentes, alguns Embaixadores da lusofonia que honraram com a presença no Museu da Cidade, o Doutor Jorge Miranda, pai da constituição democrática são-tomense, a representação da Câmara Municipal de Lisboa e o público, dentre intelectuais, estudantes universitários, individualidades portuguesas e vários outros quadrantes da diáspora são-tomense do campo musical, artístico, moda e cultural de forma abrangente e sobretudo, muitos leitores, jovens, mais velhos e curiosos que esgotaram os livros a disposição do público. Carlos Garça, o intocável nacionalista e fundador da nação santomense esteve na primeira fila do lançamento da “Terra Firme” no Museu da Cidade.

Num curto discurso Pinto da Costa disse que a “Terra Firme” é uma janela aberta para a alma de quem a escreveu, daí que, preferia falar com emoção do que a razão. O livro é um conjunto de reflexões para partilhar e um compromisso do futuro com que o vincula com cada leitor. Pretende assim contribuir para que as decisões resultem de um debate de ideais a partir daí em consciência de escolha.

Pinto da Costa referiu ainda que a disponibilidade de serviço a pátria é uma missão que todos têm de trilhar, apelando para isso a coligação de vontades para que todos possam vencer na mudança. Terminou a sua intervenção convidando os são-tomenses a libertar o passado, resolver o presente e estruturar o futuro de São Tomé e Príncipe de mãos dadas e feliz para todos.

Fontes junto a Pinto da Costa, 1º Presidente do país independente, confirmaram que o lançamento oficial da “Terra Firme” no solo firme e seguro de São Tomé e Príncipe terá lugar na próxima semana na capital das ilhas pelo seu autor que mantém o sonho de um dia ver as ilhas a dar o gosto de viver a todos sem exclusão ou discriminação social.

“Este não é nem pretende ser um livro de memórias. Muito menos um acerto de contas com o passado. É isso sim, o compromisso de honra de alguém que lutou por um ideal e o concretizou: São Tomé e Príncipe, uma nação livre e independente. Esse compromisso é com o presente e com o futuro e com todos e cada um dos santomenses.” Nota introdutória de Pinto da Costa na “Terra Firme”.

02.06.11

José Maria Cardoso

    120 comentários

120 comentários

  1. Mohamed Takora

    3 de Junho de 2011 as 9:21

    Minhas felicitações ao Sr. Pinto da Costa pela publicação desta obra, pois independentemente do conteúdo da mesma será mais ilustração daquilo que é o homem santomense, permitindo aos nossos vindouros conhecer parte do que foi a nossa história.

    Acredito que o autor tenha puxado as brasas a sua sardinhas, assim sendo deixo um desafio ao demais que na altura estiveram ao lado deste senhor e que também têm uma palavra a dizer no meio disto tudo para finalizarmos o LIVRO BRANCO de STP e acabarmos todos em paz conosco. Nada valerá masi as perpetuas condenações a tudo e todos.

    Deixo assim o desafio aos senhores;
    Evaristo de Carvalho,
    Fradique Menezes,
    Miguel Trovoada,
    Amado Vaz,
    Daniel Daio,
    Filinto Costa Alegre,
    Fortunato Pires,
    Silvestre Leite,
    Guilherme Posser,
    e demais que não me vêm a memória.

    Foi uma pena a morte do nosso compatriota Sabino Santos, pois ele já tinha escrito uma boa parte das suas memórias, faço apelo a que as detêm que um dia publique-as em honra ao falecido, pois era a sua vontade várias vezes confidenciada.

    Os vossos relatos ajudariam imenso a reconciliação definitiva deste povo com a verdade nua e crua das memórias.

    Contribuamos com aquilo que esta ao nosso alcance para o bem deste povo.

    • Felismino Bolivar

      3 de Junho de 2011 as 15:52

      Caro amigo,

      Concordo consigo.

      Acho muito positivo este acto.

  2. F.Umbelina

    3 de Junho de 2011 as 9:48

    Parabéns,
    Dr.Manuel Pinto da Costa.
    Minhas Felicitações.

  3. Decepcionado com Pinto da Costa

    3 de Junho de 2011 as 9:54

    Um autentico fiasco, é a unica forma que vejo para qualificar o lançamento do livro de Pinto da Costa ontem, sinceramente, eu nutria alguma paixão pelo Drº Manuel Pinto da Costa, mais ontem fiquei decepcionado, todas as minha duvidas em relação ao esse senhor!

    De facto as pessoas tinham razão, Pinto não evolui, parou no tempo não está preparado para ser presidente da Republica na actual conjuntura.

    Minha gente uma pessoa com idade de Pinto, com experiência politica teve e tem, escreve um livro com aquela qualidade?! Lamento.. Uma pessoa com influência do Pinto, convida as pessoas para apresentar o seu 1º livro num espaço sem qualquer qualidade, cheio de calor, as pessoas ficaram todo tempo em pé, nem quero falar da qualidade do discurso feito por ele…

    Eu Pinto, juro já não vou votar em si, desta vez esquece, só me resta uma pessoa por ser de MLSTP, neste caso vou votar Drª Maria das Neves, custa me muito votar nessa senhor, mais é única que vejo neste momento como Presidente.

    • Petróleo de STP

      3 de Junho de 2011 as 13:44

      Tens toda razão, aquilo se passou ontem no Museu Cidade de Lisboa, foi e é um autêntico fiasco, Pinto realmente não acompanhou a evolução que mundo foi sofrendo, para me também foi uma grande desilusão.

    • Militante muito Zangado com Isto...

      3 de Junho de 2011 as 13:50

      Meus senhores, vocês estavam áspera de quê?!! Por isso que nem tirei o meu pé de casa, já sabia, esse senhor só quem acompanhou lhe de perto… Pinto da Costa faz tempo que nem ligo as coisas ligada a este homem.

      Um amigo contou o que se passou lá, pôs as pessoas ficarem em pé mais de 2 horas, num espaço fechado cheio de calor, enfim, coisa de gente mesquinha

      • Felismino Bolivar

        3 de Junho de 2011 as 16:01

        mais um presidente que não é pontual…

        Ai vem a autoridade do estado

        Se os saotomenses o escolherem vao ter o que merecem.

        LOL

        • inimigo

          20 de Junho de 2011 as 11:21

          o problema nao esta em ele mais sim em ti
          vc ja votou em ele entao esta a reclamar oquè????????????????.

    • Observador

      3 de Junho de 2011 as 15:47

      O Sr decepcionado revelou tudo no seu último parágrafo. Eu também estive presente e tenho uma leitura completamente diferente da sua. A quantos lançamentos de livros já foi o senhor com o impacto, com as personalidades que este reuniu? A sala sem qualidade? Queria luxo quando o povo vive na miséria? De facto não havia cadeiras para todos se sentarem e sabe porquê? Porque não é usual acorrerem tantas pessoas ao lançamento de um livro o que só provou e, nada mais, o interesse que o mesmo está a despertar entre os Santomenses e não só. Podia ter perguntado ao administrador da editora Afrontamento, uma editora que está a completar 50 anos, se alguma vez teve algum lançamento com tanta gente e em que os livros se esgotaram. É por causa de mentalidades com a sua que só vêem aspectos negativos naquilo que devia ser enaltecido que o país se encontra no estado em que está e muito dificilmente sairá da estagnação a que chegou. Só valorizando o que é positivo é possível avançar rumo ao progresso. Para aqueles que esperavam uma cerimónia luxuosa pode ter sido uma desilusão. Para quem, como eu, respeita a diferença e valoriza sobretudo a capacidade de iniciativa independentemente de qualquer divergência política ou outras, só posso dizer o seguinte. Muitos parabéns Dr. Manuel Pinto da Costa. O lançamento do seu livro é motivo de orgulho para todos nós, os que acreditam num país dinâmico com gente a construir coisas e não a destruir as coisas que se fazem. Foi lindo o convívio entre todos independentemente do seu estatuto social e apesar da sala completamente cheia que talvez tenha sido o que mais o surpreendeu e o que mais o afectou. Tenho dito

      • Politicos sem Moral

        3 de Junho de 2011 as 16:08

        Olha também este no local ontem, e posso dizer que o Decepcionado com Pinto da Costa tem toda razão… o Livro não tem qualidade nenhuma, ficou patente que este livro foi feito por causa das eleições, recordo que Pinto está a 20 anos parado sem fazer nada na vida…

        • truquim deçu

          6 de Junho de 2011 as 8:33

          Lamento, o senhor é quem fico no tempo e no espaço, o Pinto sempre demostrou pessoa de qualidade e de saber estar perante a sociedade que os chamados democratico instarou em belo S.T.P, Pinto quer voltar a unir este povo que os chamados democratico separou,crindo e divergencia e desordem neste belo país. E o senhor o k ja fez para este povo e esta ilha.viva Pinto da costa.

      • Fijalatao

        13 de Junho de 2011 as 18:35

        Gostei da resposta do observador- Meu amigo observador para além das suas perguntas, eu iria um pouco mais longe perguntando a esses indivíduos o quê que os mesmos já fizeram por essa pátria? Perguntaria também em quantos lançamentos de livros já estiveram presentes?
        Talvez estes senhores como estão habituados a tudo quanto é convite; convencem-se logo que não é um lugar de cultura e de convívio entre intelectuais, mas sim o comes e bebes como se de uma campanha se tratasse. Infelizmente esses senhores não sabem separar as águas colocando a história, a cultura e intelectualidade acima de qualquer jogo político!
        Em relação a este lançamento não foi lançamento do político santomense, mas sim de um santomense!
        Sabe Observador, já faz parte da mobília do nosso povo:
        A mesquinhes, pensar pequeno, inveja, não valorizar o outro, não homenagear o outro e sobretudo não faz e nem deixe que os outros façam(tem um nome esse último).
        Por isso ao Dr. Manuel Pinto da Costa, os meus parabéns pelo seu lamento e que continue escrevendo nem que fosse dez páginas. Um bem haja a todos.

    • truquim deçu

      6 de Junho de 2011 as 8:19

      Lamento a sua falta de intendimento, se és do grupo dos corruptos quer dizer abaixo corrupto

      • Fijalatao

        13 de Junho de 2011 as 18:43

        Esse espaço criado por Telanom, é um espaço Democrático, de moderação e moldagem na nossa expressão atingindo o terceiro com moderação e intelectualidade.
        Faça desse espaço, a nossa sala de debate político, intelectual e cultural demonstrando aos outros a nossa intelectualidade o que ficaria bem para todos que fazem parte deste espaço!

  4. london

    3 de Junho de 2011 as 10:00

    Bem! eu nao vou comprar o livro, nem tao pouco aceita-lo, mesmo se derem de “borla”.
    Nao sou contra o livro, sou contra a forma e a altura em que este tao esperado livro vem a nos Santomenses.
    Esta a vista que o que motivou o Sr.pinto nao e escrever livro algum, e simplesmente, tentar ganhar a eleicao, nos enganando, com umas poucas palavras bonitas, deixadas no seu livrinho.
    E lamentavel, como algumas pessoas tudo fazem para ser presidente, lamentavel sim, porque ser presidente nao deve ser um dado adquirido de ninguem, pois, nao simpatizo com aqueles humanos que nao aceitam a vontade do povo( duas derrotas) e tentam aranjar manobras para nos enganar.

    • lucas

      6 de Junho de 2011 as 11:12

      Lula da Silva antes de ser Presidente do Brasil e, um dos presidentes mais enaltecido no mundo, foi candidato e derrotado por mais de 2 vezes antes de ser eleito e fazer diferença no Brasil e no mundo…

      • Fijalatao

        13 de Junho de 2011 as 18:46

        Boa resposta !

  5. Bejunto Aguiar

    3 de Junho de 2011 as 10:24

    Independentemente do conteúdo do livro, do autor e das intenções que se possa ter, é lindo ver Sãotomenses unidos, juntos, abertos a debater as ideias contrarias. É lindo quando São Tome está no centro das ideias de todos nós. É lindo quando fazemos algo de bem pela nossa pátria. É lindo quando nos olham de forma diferente e quando falam bem de nós. Obrigado Pinto Da Costa pelo nosso minuto de fama.

  6. delete

    3 de Junho de 2011 as 10:34

    ainda nao tive tempo de os ler, mais o sr. pinto diz que temos esquecer o passado mais o farei ? si para olhar o presente tenho que entender o futuro só assim poderei caminhar, tudo o que fizeste si esquece é, gostas tanto de stp que nem deste ar de graça de lançar lá o livro dizes que o amas e queres fazer algo por país ,es um maltrapilho intelectual , sempre a bordo de que não nós entende ,admiração que tenha pele cor branca , não é de admirar que em tempo em que foste presidente baixaste as calças e voltas a fazer outra vez, não queremos os mesmos outra vez , temos outros autores na política stp e tu ficas de fora, nem este livro escreveste es falhado em pessoa , queres ser presidente para ganhar um reforma maior não da , quem gosta de velho é museu e stp não o é ……

    • truquim deçu

      6 de Junho de 2011 as 8:42

      porquê que não lembramos dos massacres de batepa ,meu matrapilho das graças aos velhos meus senhore e minhas senhoras vamos esquecer um pouco de passado e tocar a vida para frente :força Pinto da da costa

      • Felismino Bolivar

        6 de Junho de 2011 as 12:32

        Força Sim,

        Pena que acreditas que um sujeito preguiçoso é que vai levar o teu país avante.

        Avante Camarada, Avante.

        Este é mais um passo…rumo ao abismo.

        Fica Bem.

        Mino

    • Fijalatao

      13 de Junho de 2011 as 18:58

      Amigo delete, a maneira como o meu amigo escreve ou dirige à alguém por mais pequeno que essa pessoa fosse tem muito a desejar! Vê-se logo que o meu amigo é um individuo carregado de ódio, de mágoa e de rancor, logo um sofredor e logo alguém que se esqueceu de viver a vida e passou a viver o ódio e a viver no ódio! Tratar as pessoas que um dia já nos serviu ao mais alto nível da nação por tu é uma forma tão vil e perturbador que pessoalmente o aconselho a consultar um psiquiatra e um psicólogo capaz de o explicar que o passado nada serve para o presente e o futuro só o Deus sabe! Viva dia a dia sorrindo para sua felicidade e de todos que lhe são queridos. Deixe de sofrer!

  7. delete

    3 de Junho de 2011 as 10:40

    não vais fazer nada pinto vais ai favorecer os que t patrocinaram teu livro, já não tens capacidade para se presidente , fica na gloria que alguns te dão não percas o pouco que tens ta bem…..os que dizem que t apoiam é só de boca para fora ser inteligente e não vais , queres fazer algo pelo país? fica sereno pintinho

  8. Buzio sem pena

    3 de Junho de 2011 as 10:56

    temos que ser compreensiveis e viver o tempo com a moda, os santomenses perderam todo o valor, so vivem de odio e vinganças que nem ja MPLA e a UNITA, que mataram milhares e milhares de angolanos

    • reconciliação

      3 de Junho de 2011 as 18:02

      caro Compatriota
      Efectivamente tens toda razão e concordo plenamente consigo, os santomenses são rancorosos , o que implica serem pobres no coração. Demos oportunidade ao Pinto e veremos o resto, foi ele que abriu caminho a democracia em e nunca teve essa oportunidade em governado nesse estado de direito, que é a democracia. Deixemos o homem, vamos dar uma chance ao homem e mais tarde julgar-lhe-emos nas urnas.

    • reconciliação

      3 de Junho de 2011 as 18:03

      caro Compatriota
      Efectivamente tens toda razão e concordo plenamente consigo, os santomenses são rancorosos , o que implica serem pobres no coração. Damos oportunidade ao Pinto e veremos o resto, foi ele que abriu caminho a democracia ele nunca teve essa oportunidade em governar nesse estado de direito, que é a democracia. Deixemos o homem, vamos dar uma chance ao homem e mais tarde julgar-lhe-emos nas urnas.

  9. Porto Real & Sundy

    3 de Junho de 2011 as 11:08

    Só agora!
    Antes tarde do que nunca. Agora espero a cronica da Dra Inocência Mata. Se calhar terá mais conteúdo do que o Terra Firme.
    Quanto custa esse “Terra Firme”?

    • Decepcionado com Pinto da Costa

      3 de Junho de 2011 as 13:33

      10 Euros, olha um conselho não compre eu empresto o meu, empresto não dou-lhe o meu…

      • Katia

        3 de Junho de 2011 as 15:04

        tas com dor de cotovelo né,cresça e apareça….tenho escrever neste tom p veres se tu entendes…

      • Katia

        3 de Junho de 2011 as 15:05

        tas com dor de cotovelo né,cresça e apareça….tenho escrever neste tom p veres se tu entendes…ele pode e deve….ou seja é o único

      • Katia

        3 de Junho de 2011 as 15:06

        tas com dor de cotovelo né,cresça e apareça….tenho escrever neste tom p veres se tu entendes…ele pode e deve….ou seja é o único.Força Dr. Manuel Pinto da Costa,estou e estarei sempre consigo.

    • D.João V

      3 de Junho de 2011 as 15:35

      o senhor Porto Real e Sundy,juntamente com decepcionado com Pinto, deviam os estar caladinhos, pelo menos ele já apresentou um livro, e vocês, simplesmente limitarem-se no tempo e no espaço,só vivem do passado e esquecem que o tempo muda as coisas e as pessoas adquirem novas formas e novos conceitos, deviam comprar o livro sim e quem sabe tirar de lá umas boas lições de Ética, porque quem reclama ou critica deve sempre apresentar soluções, porque ele já a apresentou, e vocês?

  10. Miss Jane

    3 de Junho de 2011 as 13:52

    Terra firme de tretas, terra firme de enganar santolas. destruiste santomé, foxte grande ditador, ja nao tem espaço pra te na presidencia

    • Suásuá Pires

      6 de Junho de 2011 as 11:38

      Meu estupido, tira lama nos olios e cresça,o ditador são aqueles que acabaram com os Hospitais as empresas em todos os Detritos e criaram delincuetes feito eles o ditos derigentes da mudança que só queriam roubar e mais nada,hoje nós temos a capital da cidade em total roina onde existem muitos jovem desempregados a venderem na rua a procura de um dia melhor.Temos um pais onde os ditos derigentes da mudança desvia o dinheiro público e não responde no Tribunal. Quem sabe não és uns dos tais ou seu filho ? dos ditos derigentes da mudança! VIVA PINTO DA COSTA … FORÇA

  11. Nando Vaz (Roça Agostinho Neto)

    3 de Junho de 2011 as 15:59

    Em nome da LITERATURA santomense, gostaria de felicitar calorosamente o Sr. para o engrandecimento da nossa literatura, um abrigado em nome de toda comunidade Académica de Santola!

  12. joão honesto

    3 de Junho de 2011 as 15:59

    Eu francamente quando ouvi que o Sr. Manuel Pinto da Costa iria publicar uma obra literária eu pensei que o sr. na qualidade do 1º Presidente da República de São Tomé e Príncipe e como um gesto patriotismo embora tarde iria publicar a TERRA FIRME no solo da terra Santa.
    Mas de novo debalde de facto quem é Pinto da Costa?
    1º Um verdadeiro patriota ou um feudal de pele preta?
    2º Ele respeita mesmo este povo que diz amar?
    4º Eu acho mesmo que os seu financiadores o deram tal ordem (sugestão) na qualidade de Economista que diz ser devia fazer uma análise digamos de custo beneficio e a possível procura que uma obra deste porte pode suscitar na sociedade santomense, sobretudo a camada jovem ( o Sr não acha que os jovens Santomenses de quem espera votos no dia 17 de Julho estão mais interessados na sua historia do que aquela minoria que residi ai em Portugal? )
    3º Por fim eu muito honestamente acho que o povo Santomense esta a espera de ao menos um pedido de desculpa por todo quanto fez e que Sá pretende fazer . francamente foi

    • jaka doxi

      3 de Junho de 2011 as 19:32

      Meu caro João.
      Também digo o mesmo.É uma falta de respeito ao povo de São Tomé e Príncipe o que este senhor fez aquí em Lisboa.Ele se quisesse ter o nosso perdão ao menos lançaria o livro primiero na terra natal.
      Preferiu Lançar o livro em Lisboa ignorando por completo o nosso povo.
      É sinal que o Pinto está com medo de enfrentar a população Santomense.
      Fui

      • truquim deçu

        6 de Junho de 2011 as 8:57

        vcs fugiram de S:T:P e egora estão afalar atôa, a coisa esta cada vez pior cá na terra, Ele n é unico que lançou o livro fora de País covem que portem bem.Força Pinto

        • Fijalatao

          13 de Junho de 2011 as 22:16

          Boa ideia; A Inocência Mata quando lança os seus livros, lança-os em S.Tomé por acaso!? E os santomenses têm alguma cultura de lançar livros? Se alguns o fazem ou fizeram conta-se pelos dedos.
          E esses senhores que tanto criticam o livro de Manuel Pinto da Costa, por acaso já lançaram algum?
          Deixem de ser invejosos e façam alguma coisa antes de criticar.

      • Suásuá Pires

        6 de Junho de 2011 as 11:51

        Sr jaka doxi e o Sr João Honesto, acham que são os unicos que vivem em Lisboa ? vam enganar os outros pá, deixams de tretas seu burrrrru brutuuuuu, meu vaziliano.

        Que escritores Sãotomense já fezeram o seus pedidos ?

  13. budy

    3 de Junho de 2011 as 16:13

    Parabéns,
    Camarada Pinto da Costa.
    Minhas Felicitações.

    Esatamos na trincheira contigo até o final.

  14. E.Santos

    3 de Junho de 2011 as 17:41

    A propósito do lançamento do Livro de Pinto da Costa, um amigo meu em Lisboa enviou-me a seguinte mensagem que vos vou transcrever a letra,isto é, sem mudar uma virgula:

    ” Fui a apresentação do livro do Pinto da Costa ….fora a desorganização normal de pretos nessas coisas…estava muita gente e as coisas correram bem.

    O homem é um estadista, todo o mal de Pinto da Costa é a Plause que o o homem tem e muito sinceramente acho que os Saotomenses é que não estão a altura de um homem assim, nem da sua inteligência. Nós somos um povo sanzaleiro…não sei se isso terá alguma ligação ao nosso passado como escravos e a educação que fomos recebendo de gerações ….e diga-se o homem não é assim, tem postura.

    Comprei o livro, o Sr, autografou-o…”

    Sinceramente, acho que está tudo dito.

    Um bem haja a Pinto da Costa.

    Espero pra semana já poder ter o livro que os São-tomenses tanto pediram.

    • E.Santos

      3 de Junho de 2011 as 18:56

      Ah…e tem mais.

      É de reter este comentário de Ramanho Eanes “jamais devem desvalorizar o lugar de São Tomé e Príncipe no Concerto das Nações como o primeiro país africano a mudar do regime ditatorial ao multipartidário num processo conduzido com coragem, capacidade de liderança e sensatez do líder da independência, algo inimaginável na altura pelos detentores do poder no continente negro”.

      Na verdade esta foi uma das grandes proezas de Pinto da Costa que os ingratos dos São-tmenses até hoje recusam-se a reconhecer.

      Agora, façam um esforço e imaginem onde não poderiamos estar hoje, enquanto país, se o PCD e os seus comparsas do MLSTP da actualidade não tivessem destruído o país nos anos que se seguiram.

      Pinto da Costa é um ser humano igual a nós todos, não é Deus, nem eu quero fazer parecer, não sou louco. Mas teve os seus feitos mesmo as pessoas querendo insistir que ele só fez mal ao país.

      É preciso não esquecer que algumas pessoas abdicaram de parte de suas vidas para que em 1975 fossemos um país livre, algumas pessoas abdicaram dos “seus postos” para que em 1991 passassemos a ser um país multipartidário.

      Talvés só consigamos dar algum passo para o progresso no dia em que deixarmos de ser pobres (de espírito), preguiçosos e mal agradecidos.

    • Zé Maria

      3 de Junho de 2011 as 18:59

      Também tive a ocasião de estar presente na cerimónia, de comprar o livro que depois foi devidamente autografado e subscrevo completamente o que o compatriota E.Santos acabou de referir. Em relação ao livro, aconselho a todos a comprarem e lerem procurando fingir que não conhecem o autor, evitando, deste modo, qualquer julgamento antecipado. Tenho a certeza, que irão verificar que Terra Firme não é um simples livro, é um manual com todos os ingredientes para servir de base para a elaboração de um bom Plano Estratégico para o desenvolvimento do nosso país. Aconselho, especialmente aos estudiosos em gestão, economia, finanças e aos interessados em estudos africanos a comprarem o livro. Obrigado sir Pinto da Costa.

      • O Próprio

        6 de Junho de 2011 as 17:52

        Recebi o livro no sábado e passei o meu dia de domingo a lê-lo. Dos comentários anteriores, estou completamente de acordo com o do Zé Maria. Queria apenas acrescentar que, no meu entender, quanto maior for o nível de cultura geral do leitor (diria mesmo conhecimento em diversas áreas do saber) maior será a quantidade de ilações importantes que se tira do livro. No entanto, todo o ser humano repito todo ser humano tem o seu papel a desempenhar na sociedade (somos todos importantes e não causamos nenhum mal a sociedade desde que cada esteja no seu devido lugar) e é, apenas, por esta razão que devemos respeitar as pessoas que venham a ter uma opinião negativa sobre este livro. Só me resta dar os meus parabéns ao autor esperando, para o meu país, que as ideias chave deste livro possam vir a ser aproveitadas, sobretudo, no seio da nossa classe dirigente.

  15. Original

    3 de Junho de 2011 as 18:18

    Meus caros,francamente.Até quando aceitamos a diferença e convivemos de mãos dadas?Só por causa de um livro amaldiçoamos tanto o homem? Será que o conteúdo deste livro não tem nada que se pode aproveitar? Em S.Tomé e Principe julga-se pessoas por tudo e por nada e gostaria aproveitar este espaço para dizer o seguinte:quem tem muito blá blá blá quase não tem nada para se aproveitar e talvez é isto que algumas pessoas gostam.

  16. alunos em portugal

    3 de Junho de 2011 as 18:29

    em sao tome nao queremos presidente velho, mas sim um presidente jovem capaz,por isso podes publicar o livro vas SAIR DEROTADO

    • O Próprio

      6 de Junho de 2011 as 19:44

      Você, utilizando este pseudonimo, esta apenas a denegrir o nome dos alunos em Portugal. Não sabe o que diz.

  17. alunos em portugal

    3 de Junho de 2011 as 18:37

    Em minha casa quando o pinto da costa ficava a falar na televisao, a primeira coisa que minha avó fazia era disligar o televisor é por isso que a na minha familia ninguem gosta de pinto da costa ,
    a avo sempre dizia que ele era muito mau, ate hoje nao gostamos dele é por isso que o nosso voto vamos dar no senhor AURELIO MARTINS.

    • Helves

      6 de Junho de 2011 as 7:29

      Ahahahaha, desculpe, Aurélio Martins??? Vc bebeu ou k???

    • Fla Dialeto

      7 de Junho de 2011 as 13:37

      O povo santomense ñ gosta de ordem e como o Senhor Manuel Pinto Da Costa é único que soube impor ordem nesse país é por isso que a maioria não gosta dele. Eu acho e pessoas de muito conhecimento e quendo eu digo muito conhcimento ñ é esses povos de STP mas sim grandes homens do poder q a melhor pessoa pra erguer STP é o Senhor Manuel Pinto Da Costa sem duvida. o resto que vai candaditar é só cantiga. Vota no Senhor MPC

    • pássaro cinzento

      13 de Junho de 2011 as 20:29

      Pois, meu caro! Entendo-te perfeitamente.
      ‘Tinha uma amiga que a avó dela lhe dizia que o banho fazia mal a pele. E até hoje ela tem medo de tomar banho.’
      Pois meu caro ‘alunos em portugal’ hoje ja és muito grandinho, devias pensar com a tua cabeça e não com a da tua avó.
      passar bem

  18. jaka doxi

    3 de Junho de 2011 as 19:35

    Desculpe mas o livro é muito pobre em conteudo.
    Feito as contas Pinto da Costa escreveu 7 paginas por ano.
    Por isso é que só agora lançou este manifesto massudo.
    Fui.

  19. AD RM FERN

    3 de Junho de 2011 as 22:13

    Caros compatriotas, na sequência do lançamneto do livro “terra firme “do camarada Dr. manuel pinto da costa,e na sequência das mais variadas reações quero deixar um apelo com viemencia no sentido de respensabidade pelo estado da nação santomense em todos quadrantes nacional e realçar o facto de que a necessidade de estarmos cada ves mais unidos na saida para o progresso é cada vez maior. aos criticos quero realçar a necessidade de estruturar as suas criticas no sentido construtivo…A camarada Dr.Manuel pinto da costa quero felicitar pela assinalavel entrada pelo mundo da licteratura e dessa tao esperada obra…bem haja

  20. Alse Santos

    3 de Junho de 2011 as 22:29

    nâo sei porquê que as pessoas só vêm os erros do s.Pinto da Costa, e não vêm so erros de todos. Quem não tem pecado atire uma pedra a quem tem. S.tomé está de mal a pior, a culpa é de pinto da Costa? o que é que cada um de nós já fez para melhorar S. tomé? A cura de S. Tomé não é só uma ou duas pessoas, mas de todas nós Santomence. Os Santomences têm que ser unidos, sem invejas, sem curanderismo que são coisas que Deus condena e lança maldição, sem orgulho de querer ter para isibir para quem não tem, e sem suberba de pensar que é poderoso só porque é um doutor ou doutora. somos muito pequenos e temos que ter comunhão e não ódio.

    no meu ponto de vista olhando para todas as épocas de mudanças de presidentes, eu até acho que S.tomé estava melhor quando Pinto da Costa estava no poder. Havia saudação de respeito pela pátria, havia grupoas das mulheres que representava o país( mulheres de MLSTP), os pioneiros em todos os distritos do país, camara e seus cometés que eram responsavel pela suas zonas,havia peixe de gelo nas peixarias, havia cumicios constantes,em que todos os povos iam assisti sem problemas, as cidades eram limpas construidas e com jardins, tinhamos o nosso jardim de 1º de maio bem bonito, em fim, a onde foi tudo isto,e´pena que as pessoas não sabem reflectir. Alem disso todos os ministros e presidentes que entraram, foram cursados na Europa, porquê que eles não copeiam boas coisas que viram cá e fazem no seu país, o que fazem é enviar familis á Portugal para não serem atingidos com doenças.E MISERIA.

    Filho de peixe sai peixe,os que estam no Estado agora, são filhos dos que estam anos a trás. ve o que estão a fazer eles, o mesmo que fez os seus país.

    • Suásuá Pires

      6 de Junho de 2011 as 12:18

      Alse Santo,antes de mas quero aqui te desejar uma optima saúde; Pelo seu comentario e reforçar ainda mais:

      A onde foram as nossas empresas que eram fonte empregadora para os nossos cidadões ?

      A onde forom as produções do pais ?

      A onde foram os seguintes Hospitais ?
      Monte Café
      Agustinho Neto
      Agua I-ZÉ
      Porto Alegre e muitos outros que não me vem na memoria.
      São Tomé era um Pais organizado onde o respeito um pelo outro era palavra de ordem graças a boa educação que Dr. Manuel Pinto da Costa soub transmetir.

      VIVA MANUEL PINTO DA COSTA… UNIDOS VENCEREMOS.

  21. Patricio Fernandes

    4 de Junho de 2011 as 0:30

    Povo santomense foi escravisado pelos portugueses e pelo Santomense pinto da costa, eis a rasão dessa desordem. Pinto da Costa é uma pessoa hipocrita

  22. S.T.P no coração

    4 de Junho de 2011 as 0:33

    Pinto da Costa nao tem amor ao seu país, ele preferiu lança livro em portugual e ingnorou seu país, depois ker voto dos santomenses, cartão vermelho pra pinto da costa no dia 17 de julho.

  23. Pajó

    4 de Junho de 2011 as 0:37

    Santomense é um povo sem memoria, tanto mal k pinto da costa fez esse povo, mexmo assim a pessoa k idolatra ele, meu Deus esse povo nasceu pra ser escravisado. Pinto da Costa tens toda tua rasao povo santomense nao tem vergonha na cara. Pinto da Costa vas somar mas uma derrota

  24. Oldayr Castro

    4 de Junho de 2011 as 0:43

    Estão a falar k pinto da costa lançou livro e kem sai a ganhar com isso? Ele apenas ker marca seu nome na historia…. Povo nao come livro, povo ker solução pra país. povo ker emprego, ker boas condiçoes de vida, ker agua, luz, alimentaçao, boa educaçao, saudade. Esse livro é pra uma certa camada, como k fica pobre k nao sabe ler? Pra esse pinto ker nus enganar pra conseguir voto no dia 17 de julho, povo abre os olhos,,, bili wé ó.

    • quem ão espera pela campanha

      5 de Junho de 2011 as 22:58

      senhor oldayr castro,so podia ser mesmo um santomense com essa mentalidade,palavras pobre,pençamento retradado,rancoroso,invejosos,pobre em pençamento,pouca leitura,ignorar leitora,preguiçosos critica distruitiva,muito baixo em esplicar aquilo que faz crexer a mente,viver em função dos outros,cubardia,enfim a verconha ñ e para senhor é para todos são tomense.

  25. H. A. Azimute

    4 de Junho de 2011 as 3:55

    “AFRONTAMENTO” é o que este livro representa, pois às contas do passado não foram acertadas nem referidas.
    Por isso e muitas outras coisas “TERRA FIRME” na rejeição desta candidatura.

  26. Sóló Cabáua

    4 de Junho de 2011 as 7:59

    O Pinto da Costa não foi tão mau assim como dizem. Tudo o que fez durante o seu mandato foi mesmo da conjuntura. O que mais me decepciona do Pinto é a posição que colocou durante a sua ausência na vida política. Manteve calado perante as fugas de GGA, caso STP Trading ele não proferiu um A nem B, não há água no hospital e ele não diz nada, recusaram financiamento para fornecimento de água ao hospital central ele não pronunciou nada, o seu partido funciona como uma empresa e ele acomoda-se com tudo isso sem dizer nada? Fui sempre um adepto do Pinto mas chegou. Com essa atitude que assumiu depois dos 15 anos, ele não irá fazer nada como presidente. É o momento de mudança. Ele devia aconselhar os membros da Comissão política do MLSTP para uma obediência ao novo lider eleito para demonstrar a disciplina partidaria no seu partido não promover a desordem. Por essas razões, nem ele, nem maria, nem elsa. Aposto no Aurelho que deu exemplo e alguma coisa já fez em prol deste povo.

  27. madalena

    4 de Junho de 2011 as 8:32

    Budy ou Budá?
    Este Pinto, depois de 35 anos e meio, faz uma miséria desta, o pior que ha gente que o aplaude. Sejamos coerentes!!
    Claro que as pessoas teriam gosto de ver o livro, embora não gostassem da pessoa, outrossim na altura do lançamento, podia ser mais barato. Este livro tem a qualidade do Livro Rosa do riboque e outros contos. Tirem as coclusões.
    O Joaquim Chissano de Moçambique, tem a agenda cheia, tem cancelado viagem , porque é mediador dos conflitos. Mas pergunto? Uns com tanto trabalho, outros sem nada para fazer.
    Niguém acredita na sapiencia deste senhor Pinto da Costa, ao nivel internacional? Porquê?
    Eu ja começo a preocupar, porque está em jogo o nome de São Tome e Principe.
    Ele não serve mesmo. MAs ha um ditado que diz:
    Não ha gente totalmente inutil, porque pelo menos como exemplo serve. Então o homem serve como exemplo de gente sem prestigo internacional. certo?
    Gostou?

  28. Carla Semedo Correia delgado Nunes

    4 de Junho de 2011 as 8:39

    Este livro é uma fábula.
    Bauê Pinto. Escreve só assim.
    Se vivesse de escrita, passarias fome meu cara.
    Este livro é retalhos, ficou muito por explicar…
    Aonde foram parar os depositos das empresas agropecuarias no tempo colonial?
    Os caboverdeanos Têm uma reforma de miseria em Stome e Principe , quando descontaram para a reforma, onde foi parar? O senhor Pinto deve explicar tudinho!!
    Quando a proxima edição?

    • José do Riboque

      6 de Junho de 2011 as 16:04

      …Até mete nojo , ver analfabetos , intelectualmente falando , deitar culpas de todo o passado porco e sujo ao senhor Pinto da Costa.Quem acompanhou como eu a historia de STP, desde a vespera da independência até hoje e apartidario que sou posso dizer que … diga o que disserem os primeiros anos da independencia e sob a presidencia do Sr. Pinto da Costa nao era mau.. Lamento os anos que se seguiram e a gestao ruinosa pos “anarquia ” desculpe queria dizer Democracia … rsrs Um pouco de humor.

    • José do Riboque

      6 de Junho de 2011 as 16:12

      Oh , minha linda … na era colonial nao existia empresa agropecuarias. Existiam roças. Nas roças nao havia desconto para a reforma.O meu pai trabalhou quase a vida toda nas roças … e conheço uma boa parte dela e as suas dependencias antes da destruiçao dos anos 90.Nao acredite em tudo que contem por ai porque tudo que brilha nao é ouro…tenho pena do meu Pais ,onde as pessoas nao conhecem a sua propria historia.Felicidades

  29. Deus é Grande e Seja Louvado

    4 de Junho de 2011 as 9:01

    Qual é o mal de o livo ser lançado em Portugal??………
    Estes sangazuzas de meia tigelas, que fazem de seus modos de vida falar mal de tudo e de todos que querem bem da nossa terra S.tomé e Principe, sabem por acaso quantos sãotomenses residem em Portugal??………………..
    Vocês estão a par da estatistica que revela que por este andar de coisas no nosso País, até 2017 existirá mais sãotomenses fora do que no País??……..
    Sejam Construtivos a bem S.tomé e Principe
    Viva o Sr. Dr. Manuel Pinto da Costa
    Viva S.tomé e Principe
    Viva Telanon
    Bom Fim de Semana a Todos

    • QUEM TRABALHA

      5 de Junho de 2011 as 14:25

      És um lacaio. O Pinto da Costa já era.Esta mais que visto que esse sr é um grande malandro,e com cara de BRUCHO.

  30. delete

    4 de Junho de 2011 as 9:59

    tem é postura de quem não gosta de trabalhar, e o povo que já tinha o habito de trabalhar com há sua falta de visão pós o povo a ser preguiçoso como ele, se é estadista não é seu louvor que lá iremos descolem do passado, si não fazerem isso nunca iremos chegar ao desenvolvimento que tanto almejamos , si não sairmos do passado estamos mais disponível para retroceder ou seja eternos escravos ,si fomos libertados da escravidão é para olhar em frente o mais longe possível , pinto não dá mais para nós já foi seu tempo ,sr não vai viver para sempre, porquê que queres ser endeusado pinto? apoia novos actores da política …..

    • Fijalatao

      13 de Junho de 2011 as 23:06

      Descolar do passado, é você deixar de ser rancoroso e deixar de mágoas, porque enquanto continuares a sofrer odiando, o teu suposto inimigo vai caminhando em frente para desenvolvimento e felicidade.
      Esqueça, cresça, apareça e não araste os outros para o abismo em que vive!

  31. leopoldo machado marques

    4 de Junho de 2011 as 10:41

    Fui convidado pelo Celsio Pereira, por conseguinte sobrinho de Dr. P.Costa, para estar presente no acto de lançamento do livro do tio.
    desde logo, confirmei a minha presença. confesso que ao principio, fiquei tanto quanto dececionado, não pela qualidade da obra, é bom dizer que é de uma qualidade acima da média.
    fiquei dececionado porque estava a espera de um livro em que ele iria por os pontos nos i, e acentos nos é.
    mas na verdade não foi o que aconteceu, é livro em que faz uma retrospectiva do que aconteceu e tem acontcido em stp até agora e traça uma perspectiva, indicando o rumo a seguir.
    Não é um livro pesado, é muito suave, sou preguiçoso a ler estas obras, mas á o li todo.
    Mas uma vez o Dr. Pinto da Costa, vem demonstrar o seu caracter, personalidade e sentido de estado.
    Na verdade, ele nunca criticou aqueles que trabalharam com ele, mesmo aquele que não tinham bom trato, contrariamente dos outros que com a abertura para pluripartidarismo, FUGIRAM COM O CU A SERINGA, cusoindo no prato que comeram nos 15 anos de monopartidarismo.
    estou cada vez mais convicto que Dr. Manuel Pinto da Costa é o candidadto único indicado capaz de corrigir os erros do passado.
    fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii….

    • Decepcionado

      6 de Junho de 2011 as 7:59

      Aposto que andas a espera de uma bolsa para França.
      Povo sem visão!Banda de Nepotistas!

  32. realista

    4 de Junho de 2011 as 11:25

    voces todos a falarem mal do pinto
    melhor pensar e repensarem na vida todos eramos nao sou, nao es e ninguem e perfeito quem somos para julgar os outros deichem-se de ser rancorosos,quando e que pinto queria vender a nossa patria nunca,maria das neves e o seu marido ja tentaram abuzaram e gozaram do fundo do estado o pinto se fosse mau seria como o zde do nunca saia do palacio cor de rosa em 1991 never\ e o mesmo tinha poder pra tal chamamos ele de nome ele deu o poder ao trovoada o k que houve o pais desorganizou em cinco anos mudou 8 governos por amor de deus onde ja se vio isto nos nao queremos presidente banana sem atitudes e sem decisao que nem fradique e trovoada por isso o pais precisa de se erguer nao de politico que so quer saber do bolso e o povinho que dezarasca mal pra pior antes o mal. viva o pinto abaicho os ignorantes e rancorrozos.

  33. Santos de Agua Telha

    4 de Junho de 2011 as 15:00

    Dizem que o titulo era “Terra Queimada”, mas alguém disse-o não!!
    Eles vão te assaltar com o titulo.
    Por isso ficou Terra firme.
    Um titulo sem piada, o que é isto?

  34. madalena

    4 de Junho de 2011 as 15:02

    Quero comprar um livro, mas devem mudar o titulo.
    Terra boa, ou linda

  35. Xavier

    4 de Junho de 2011 as 17:13

    Agora é já tempo de apresentaro livro também em São Tomé, não apenas na ex-metrópoli; que os santomenses são também ávidos de leitura!!

  36. Jovens de S.Tomé e Príncipe

    4 de Junho de 2011 as 22:51

    Esta é mais uma prova da nossa opinião em que os fundadores do MLSTP deveriam pedir o fim do nome deste partido em nome da História.

    O MLSTP foi fundado por muitos que há muito não se identificam com o partido, alguns abandonaram a política, outros criaram ou ajudaram a criar outros partidos, e o MLSTP foi apoderado por Oportunistas.

    Alguns desaparecem da cena política, como Pinto da costa, e preguiçosamente só se apresentam em eleições roubando votos uns aos outros.

    Sendo que muitos emigrantes ainda se identificam com o MLSTP porque foi o partido de libertação e aquele que conheceram, os novos oportunistas do MLSTP, embora não tenham mais qualquer ideologia nacionalista mas sim roubalista, aproveitam-se destes factos para enganarem os emigrantes.O lançamento do livro de Pinto da Costa em Portugal é um claro exemplo de expediente de puro oportunismo eleitoral.

    Os dirigentes vêm do povo e realmente precisamos caminhar muito para mudarmos para melhor.

    Fomos….

  37. Socrates so´ "seio que nada seio"

    5 de Junho de 2011 as 11:26

    Parabens sr. Manuel Pinto Da Costa unico capaz de ser presidente do nosso pais, capaz de impor ordem, respeito não exite, va em frente, muitos foram concerteza para assistirem lançamento do livro, e outros foram a procura do “banho”, pensando eles que senhor iria distribuir dinheiro para eles votarem no senhor os que andam a criticar são aquelas que viram as sua espectativas a não ser comprida. Não sei até quando as possoas começam a mudar de mentalidade, eu tenho certeza que muitos que estão a creticar o livro ainda não leram se calhar nem três pagrafo.Obs: Qualquer história só podemos tirar a conclusão depois de ser toda lida

    • Fla Dialeto

      7 de Junho de 2011 as 13:42

      até qu enfim eu vi uma pessoa digna do que diz tb concordo consigo q muitos q tão a criticar nem leram pelo menos um paragro ou 3 esse povo ñ tem mais remedio é como o cancro q ñ tem cura. qm sabe um dia inventam o remedio santo pra cura.

  38. Digno de Respeito

    5 de Junho de 2011 as 12:02

    Infeliz ou felizmente passei pela porta do local do acontecimento, porque faz parte do meu trajecto diário. Apercebi das entradas e saidas. O que se transmitia era a sensação de calor.
    O calor era motivado pelo número de pessoas (uma boa parte) que que por lá pasaram por coriosidade. Foi o interesse não pelo acto em si mas, pelo pronúncio de alguma novidade.

    Mas, afinal não houve espaço para tão esperada novidade. Como dizia o outro: “novidade, novidade, só no Continente” basta olhar para seguinte citação:

    “A democracia não é uma forma de Governo, mas sim um fim das sociedades modernas. A política é mais importante na vida das sociedades, mas o que acontece frequentemente e na era da globalização, é que a economia ocupa todos os passos da democracia.”

    E tendo em conta o contexto, analisem o seu enquadramento:

    “Este não é nem pretende ser um livro de memórias. Muito menos um acerto de contas com o passado. É isso sim, o compromisso de honra de alguém que lutou por um ideal e o concretizou: São Tomé e Príncipe, uma nação livre e independente.”

    Não se podelutar contra o tempo porque o homem é um ser adptável aos tempos em que vive. Não podemos estar a espera que o tempo faça por nós, de contrário cairemos num espaço abismático do mundo civilizacional. Muitas não é preciso ouvir ou ver o filme de princípio ao fim para conseguirmos enterpreta-lo por completo. Basta uma simples sinópse.

    É provável que eu esteja errado mas tirem as vossas conclusões.

    • respeito digno

      17 de Junho de 2011 as 19:58

      olha, acho que estas a confundir no contesto da frase, a palavra fim, com a palavra final. Aki o fim sgnifica objectivo, na minha modesta opiniao

  39. O ISOLADO

    5 de Junho de 2011 as 22:43

    Obrigado amigo OBSERVADOR!É assim que se fala!!Aos que ainda estão equivocados,está na hora de dizer,

  40. O ISOLADO

    5 de Junho de 2011 as 22:45

    Quero dizer;

  41. O ISOLADO

    5 de Junho de 2011 as 22:47

    Quero dizer

    • quem ão espera pela campanha

      5 de Junho de 2011 as 23:34

      um presidente histórico,para todos san
      tomense,fez crexer muitos intelectual,fez muitos para muitos doctores com quarta-classe crexer na vida politica santomense

  42. Marta

    6 de Junho de 2011 as 8:20

    Zé Maria e E. Santos, li o livro e tive a triste decepção de confirmar que O LIVRO FOI COMPRADO NA NET!

    Gostei do prefácio de Ramalho Eanes-ex-presidente que nunca mais se recandidatou, mas sempre pronto à dar o seu apoio e a sua opinião anciã e sábia em momentos difíceis de Portugal. Também neste livro fez o que devia: citar exemplos de democracia e bom senso o que o Pinto de certeza que não percebeu.

    Realmente aos 75 anos deveria seguir o exemplo de Ramalho Eanes e não continuar com joguinhos de ditador africano.

    Que vergonha!!!

    Fui…

    • Zé Maria

      6 de Junho de 2011 as 20:04

      Comprado na net? Com todo respeito, mas acho que a Marta tem muitos motivos para estar preocupada. Acha que são ideias da nete a constatação que um dos principais motivos dos nossos problemas é a instabilidade politica dos últimos 20 anos? Que devemos nos encaminhar no sentido de haver mais separação de poderes entre a função legislativa, executiva e judicial? Que devemos reduzir o nosso défice da balança comercial, apostando em bens transaccionáveis? Que os recentes conflitos na região de africa do norte faz aumentar a importancia da nossa zona geográfica, rica em petróleo, que deveremos aproveitar? Se não percebeu estes raciocinios, não se preocupe. Não é grave, mas não fale com o coração

      • Marta

        7 de Junho de 2011 as 9:26

        Por favor não confundam constatações óbvias com raciocínio. O livro realmente não traz nada de novo.

        Gostaria de ler sim, o seu raciocínio sobre a Organização do Estado, dos Mecanismos de Controle da Gestão Pública, da Reorganização do Sistema de Justiça, dos Mecanismos de Eficiência dos Serviços Públicos, da procura de Fundos para o Orçamento exíguo do estado de S.Tomé e Príncipe, das Políticas de atracção de Investimentos.

        Que decepção! só encontrei constatações que qualquer um vai a NET e faz Dowload!

      • Marta

        7 de Junho de 2011 as 9:32

        Por favor não confundam constatações óbvias com raciocínio. O livro realmente não traz nada de novo.

        Gostaria de ler sim, o seu raciocínio sobre a Organização do Estado, dos Mecanismos de Controle da Gestão Pública, da Reorganização do Sistema de Justiça, dos Mecanismos de Eficiência dos Serviços Públicos, da procura de Fundos para o Orçamento exíguo do estado de S.Tomé e Príncipe, das Políticas de atracção de Investimentos.

        Que decepção! só encontrei constatações que qualquer um vai a NET e faz Download!

      • Marta

        7 de Junho de 2011 as 9:35

        Por favor não confundam constatações óbvias com raciocínio. O livro realmente não traz nada de novo.

        Gostaria de ler sim, o seu raciocínio sobre a Organização do Estado, dos Mecanismos de Controle da Gestão Pública, da Reorganização do Sistema de Justiça, dos Mecanismos de Eficiência dos Serviços Públicos, da procura de Fundos para o Orçamento exíguo do estado de S.Tomé e Príncipe, das Políticas de atracção de Investimentos.

        Que decepção! Só encontrei constatações que qualquer um vai a NET e faz Download!

        Fui…

        • Zé Maria

          7 de Junho de 2011 as 19:49

          É impressão minha ou a Marta ficou nervosa? Enviar 3 vezes o mesmo comentário! Em resumo a Marta esperava ver uma análise mais micro. Ao meu ver é algo que partindo das ideias chave deste livro poderá ser feito no âmbito de um programa do governo. Em todo caso fiz algumas pesquisas na net e não vi nada que se tenha feito, nestes moldes sobre a nossa terra. A Marta, pelo que acabou de dizer, aparenta ser alguém com algum saber! Porque é que não escreve um livro com as ideias que acabou de apresentar? Em todo caso, esta a me deixar com a impressão de ser do tipo de pessoas que se o Pinto da Costa um dia diz que 1+1 é 2, terá um tipo de resposta do género “nem sempre, depende da situação! Pode ser 11” deixando em dúvida quem não sabe.

  43. Filipe Samba

    6 de Junho de 2011 as 9:41

    O Dr. Pinto da Costa, era feliz quando não conhecia a verdadeira felicidade
    Como poderia esquece-la.
    Hoje o povo necessita de verdadeira felicidade, não de constrangimentos politicos

  44. budy

    6 de Junho de 2011 as 10:36

    Estimada Madalena.
    O nome é mesmo Budy
    O mundo é o resultado de mudanças e mudanças cada uma no seu determinado tempo. Por conseguinte há mudanças que ocorrem em 2 días há outras em 1 mês, 1 ano, 5 anos, 20 anos, 50 anos e por ai.
    Nós como sujeitos dessas mutações temos que saber como encaixar.
    Com isso quero dizer que se o Sr. Manuel Pinto da Costa não é o mesmo de há 30 anos atrás, então o sistema político económico também não é o mesmo nem aqui em STP nem em outras partes do mundo.
    Portanto são Tomé e príncipe necessita de um Presidente que tenha as duas visões das coisas, do tempo de ontem e do tempo de hoje…

  45. Da ilha

    6 de Junho de 2011 as 11:22

    Posso até concorda com a candidatura do Sr.Pinto da Costa porque todos têm direito de demonstrar que querem mudar o pais mas isso não quer dizer que ele seja a pessoa certa, STP precisa de um presidente jovem com mente aberta p governa o pais .Pinto da Costa ja deu o que tinha p´ra dar.

  46. madalena

    6 de Junho de 2011 as 11:28

    Pinto é Mafoma.

  47. Fla Dialeto

    6 de Junho de 2011 as 11:33

    O Senhor Maneuel Pinto Da Costa é o melhor presidente que alguma vez teve ao cargo deste país.

  48. madalena

    6 de Junho de 2011 as 12:10

    Ao comentador de RTPAfrica, Debate africano. O Sãotomense que toma parte neste debate, creio ter afirmado que por razões de sanidade e higiene não convidado a tomar parte no lançamento do livro ” Terra Firme de Pinto da Costa”
    Outra coisa, creio também ter ouvido, é que a candidatura do Pinto, tem a única novidade, que é o regresso ao Passado.
    Mesmo assim ha gente, que ainda fala nesta aposta. De facto, não me espanta, pq, ja conhecemos o homem. Por acaso nada de novo. Apenas pretende alimentar um ódio e vingança. Fim da Ditadura.
    Tempo Novo, pode ser uma alternativa.
    Nunca se faz casamento um casamento para durar entre homem demasiado velho com mulher nova, ou inverso, por uma razão simples. A expectativa de vida, sonhos, projectos, coisas lindas , festas, amizades, danças, vestuarios, musicas, etc.
    O velho, pensa diferente, tem raiva dos jovens!!

  49. madalena

    6 de Junho de 2011 as 12:22

    Leopoldo.
    O Pinto te mandou para Russia? Lembras da Fundação Solidariedade?
    E agora.
    Lançar um livro em Portugal é como fazer festa do baptizado do teu filho em casa do vizinho.
    Eu amo a Liberdade, para mim é o bem mais precioso. Ficamos sem aeroporto internacional, foram construi-lo no SAL Cabo Verde.
    Porto Alegre Tinha aeroporto no tempo colonial!!
    Hospital em todas as roças, o Pinto ia para o Gabão fazer o curativo, quando levou uma tijelada na cara!!
    Troça!!
    Estamos mais pobres, devido a gestão do Pinto!!
    Compreenderam?

    • José do Riboque

      6 de Junho de 2011 as 16:43

      … Querida Madalena , nao defendo o Pinto da Costa , por inumeras razoes que nao vou por ai desvendar , mas nao é com meias verdades que se deve ir ao tribunal. A roça Porto alegre nao tinha aeroporto ( qual é o codigo da IATA?)Tinha sim um pista de relva natural, selvagem caracteristica da zona Sul, onde uma micro avioneta podia aterrar. Dizes tb que Pinto da Costa “…ia para o Gabão fazer o curativo…” Como esta no singular presupõe-se que ele so foi uma vez.Sabes como se faz o diagnostico do traumatismo craneano? Que exames complementares se deve pedir? Hoje em 2011 tenha cuidado porque se fores insuficiente renal em STP estas quase morta .. reflecte antes de dizer meias verdades…Obrigado , eu nao gostaria ter cargo politico nenhum na freguesia de gente com mentalidade tao atrofiada.. O Pinto da Costa lançou a campanha de alfabetizaçao com apoio da Unesco e pelos vistos , minha querida nao basta saber ler e escrever é necessario que saibamos ser analiticos.

      • Memória de Elefante

        7 de Junho de 2011 as 9:11

        José do Riboque lembraste do Sr. Julio -comité de bairro que arrancava o pessoal da bicha do arroz família e fuba com bicho do tempo do Pinto?

        Faz-me um favor, aceita que o país poderia ser muito melhor governado, mesmo em regime de partido único, e onde todos sabem que é mais fácil implementar determinadas políticas. Parece que conheces um pouco de história, então sabes que após a independência tínhamos muito mais apoios internacionais do que agora.

        Será que és mesmo do Riboque?

  50. Lucilia

    7 de Junho de 2011 as 9:28

    José do Riboque lembraste do Sr. Julio -comité de bairro que arrancava o pessoal da bicha do arroz família e fuba com bicho do tempo do Pinto?

    Faz-me um favor, aceita que o país poderia ser muito melhor governado, mesmo em regime de partido único, e onde todos sabem que é mais fácil implementar determinadas políticas. Parece que conheces um pouco de história, então sabes que após a independência tínhamos muito mais apoios internacionais do que agora.

    Será que és mesmo do Riboque?

  51. Aloise Costa

    7 de Junho de 2011 as 15:07

    »Este não é nem pretende ser um livro de memórias. Muito menos um acerto de contas com o passado. É isso sim, o compromisso de honra de alguém que lutou por um ideal e o concretizou: São Tomé e Príncipe, uma nação livre e independente. Esse compromisso é com o presente e com o futuro e com todos e cada um dos santomenses» lembrem-se sempre dessas palavras proferidas por ele… ele lutou pela independência de STP, implantou o regime que deu liberdade ao país… ninguém melhor que ele para dirigir o país…

  52. Madalena

    7 de Junho de 2011 as 15:50

    Nós sabemos tudo.
    Vamos aguardar o arranque da campanha.
    Não qual é a alegria que nos dá, ter um velho de 75 anos, na presidencia. o Nosso Pinochet!
    Até hoje, ensinaram-nos a ver americano como expião, sem necessidade. Precisamos da ajuda americana.
    Tens saudades, jose do Riboque das lojas dos dirigentes!!
    Seu feio.

  53. Madalena

    7 de Junho de 2011 as 15:54

    Ditado Chinês: Nunca se deve voltar a um cargo, ou posto em que se foi muito feliz.
    Se calhar não assim tão feliz.
    No tempo em que ter uma viatura diferente a do ESTADO, era Crime. STP -33-33.

  54. JAILSON CRAVID

    8 de Junho de 2011 as 9:08

    se estão a falar mal do senhor MANUEL PINTO DA COSTA,não se esqueçam que quem deu cabo dele foram aqueles que hoje em dia estão metidos em varios partidos politicos,neste caso não lhe chamam de corrupto.neste caso todos aqueles que trabalharam com ele são todos corruptos.viveram muito e muito bem naquela época do partido único.

    FORÇA PINTO DA COSTA.

  55. JAILSON CRAVID

    8 de Junho de 2011 as 9:16

    tenho a certeza que todos voces que falam mal hoje em dia do senhor MANUEL PINTO DA COSTA,viveram muito bem naquela era,voces não tem vergonha na cara de falar mal,foram bem beneficiados,mas não se esqueçam que os primeiros quadros de S.TOMÉ E PRÍNCIPE formaram na época do partido único.VOCES ESQUECERAM ISSO?

  56. stp_sempre

    10 de Junho de 2011 as 18:38

    Caro Lucas como pode comparar o Lula (ex-presidente do Brasil) que, diga-se de passagem, foi o melhor presidente do Brasil ao Pinto da Costa que foi o pior presidente de São Tomé e Príncipe. O Lula foi derrotado duas vezes quando concorreu a presidência do Brasil e quando ganhou mostrou serviço, já o Pinto da costa só foi derrotado nessas ultimas eleições por destruiu o país e o povo tem consciência disso! Comparar os dois é mesma coisa que comparar a água com o vinho!

  57. hayoo

    12 de Junho de 2011 as 14:14

    o livro é o berço da sabedoria portanto leiam compreendam e depois façam a crítica se o pinto publicou o livro, pelo menos já está a encarar o mundo de trabalho como a tábua de salvação para desenvolvimento de qualquer nação temos que louvar a iniciativa porque o mesmo autor depois de 20 anos sem se quer mexer uma palha para contribuição do desenvolvimento de stp tomou a consciência de que algo tem de ser feito, começou com publicação do livro, depois de ser o presidente de todos os santomenses algo que vai acontecer promete fazer mais coisas. vamos dar benefício dúvida, e apoia-lo.

  58. bray quaresma

    13 de Junho de 2011 as 17:36

    gostei do vosso jornal a maneira com vc apresenta o jornal na vossa pagina de internet

  59. Fijalatao

    13 de Junho de 2011 as 19:50

    A todos os santomenses,mais uma vez gostaria de pedir-vos a moderação porque este espaço não é lido só por santomenses!

    O Sr. Manuel Pinto da Costa não é único malfeitor desta terra. Se formos nomeá-los, talvez este espaço seria muito pequeno.

    Um ensaiozinho: O Chefe de segurança Amado Vaz, O chefe de informação Manuel Vaz, Daniel Daio ministro da defesa, Leal chefe de segurança,o Mamas o segurança temível, o Sam ponhá “Celestino Filho do sr. Cosme Enfermeiro”,o Aprígio e muitos outros!O Miguel Trovoada pai da pena de Morte!

    Será que O pinto da Costa esteve presente em todas as maldades cometidas por esses indivíduos?

    Será que o senhor Pinto da Costa estabeleceu o método de tortura que foi aplicado por esses carrascos?

    Quantas vezes, este pobre homem mandou soltar encarcerados por causa das queixas familiares!?

    Será que no Censo de 1979 o Pinto esteve em S.Tomé? Não!

    Mas foram aplicadas as mais barbáries torturas jamais aplicadas pelo colono aos santomenses!

    Por isso esqueçam o ódio e a vingança e avancemos para o futuro!

    Os Angolanos tiveram 40 anos de contendas políticas e sociais, esqueceram o passado e convivem hoje juntos para o futuro.

    Se Angola fez isto e ultrapassou-o, quem somos nós a gota de água no oceano que não somos capazes de nos unirmos!

    Por isso, meus amigos não dividem o que já está dividido!

    Para que esta união volte a brilhar em S.Tomé e Príncipe, é necessário despirmos o coração de pedra que temos, voltemos para Deus como fazem os Brasileiros e unamo-nos em torno de um homem que outrora ainda miúdo com 37 anos nos uniu e nos deu alguma felicidade seria bom que uníssemos outra vez em torno do mesmo hoje de idade e ainda em forma com a sua maturidade e calos ganhos é capaz de me pôr e nos pôr todos a sorirem!
    PINTO DA COSTA.

    SERÀ O NOSSO LULA…

  60. Horlando da Silva

    14 de Junho de 2011 as 20:53

    As minha felicitações ao Senhor Manuel Pinto da Costa.

    Por ser um estudante universitário logo que soube sobre a intenção do eminencia a minha pergunta a 20 dias foi: Será que nenhum dos nossos Políticos concorrente a presidencia não teria capacidade de lançar um livro? e em espécial o Sr. Pinto que parecia sumido e sem fazer algo, hoje fico alegre e surpreso. para terminar quero deixar um apelo que tenho intenção de fazer ao eleito a presidente DE S.T.P,ACEITAR OU DAR ACESSO AOS SIDADÕES QUE TÊM BONS CONTRIBUTOS PARA UM SÃO TOMÉ MELHOR, APOSTAR EM MENTES HUMANA.

  61. nilton carvalho

    18 de Junho de 2011 as 11:48

    gostaria tanto comentar mas…acabei de ver que na realidade as pessoas ainda continuam sem saber o que e uma democracia,ou talvez comentam sem saber o que estao a comentar.ser presidente nao precisa ser velho ou novo,ser ladrao nao precisa ser velho ou novo,todos quando tem intensao de roubao nao ha nada que os facam recuar.a tanta coisa que precisa ser criticado no pais,porque criticar alguem que teve a intencao de lancar um livro.FACAM O MESMO QUE NAO CUSTARA NADA.

  62. nilton carvalho

    18 de Junho de 2011 as 11:57

    eu nao sou politico e nem estou a apoiar ninguem,mas nao esquecemos que nem tudo que ocoreu no mandato do pinto da costa foi tao ruin assim.pelo que eu saiba houve algumas coisas siguinificante e feitas no pais,porque nao falar de outros que vieram depois dele,falem de sabotagens que o pais esta a ser vitima dele,blocos de petroleo,que ja foram alguns para espaco,13 candidatos a presidencia do pais.

  63. Cláudio Dias

    18 de Junho de 2011 as 23:55

    É com muita pena que alguns comentadores do lançamento do 1º livro do sr. Doutor Maunuel Pinto da Costa, pelo que me parece, nao está situado no tempo nem no espaço. O que tenho a dizer é o seguinte:
    – Esse espaço que foi nos dado graça a nova tecnologia, é um espaço exposto mundialmente e não apenas aos santomenses.
    – Devido os nossos maldidos ódios S.Tomé e Príncipe é o que hoje.
    – Tudo o que nacional é bom. Vamos unir e mostrar ao mundo o que somos.
    – Reconheçamos que estamos muito desagregado do século XXI, assim poderemos trabalhar em conjunto para ver se de alguma forma possamos apanhar o comboio do globalismo.
    – O tal distanciamento do mundo global em estamos, a culpa não é do Pinto da Costa, não de Fredique nem do Miguel Trovoada, mas sim de todos os santomenses.
    Obrigado.

    • Diana

      20 de Junho de 2011 as 16:28

      Se a culpa não destes tres senhores, então de quem é afinal?

      Eu? Será minha culpa?

      Fogo!!

      Há que chamá-los também à responsabilidade?
      Será que não foram eles que assumiram as principais responsabilidades no nosso país.

      Não te emociones.
      O Pinto não nada para nós. Nada.
      Se tivesse já teria dado.

  64. Bodon Culu

    19 de Junho de 2011 as 7:14

    Terra Firme ? Estamos mesmo a precisar. Acontece que um dos poços de petróleo tem a dimensão de 3 STP. Espero que quando sugarem o líquido e ficar vazio não nos afundemos lá dentro.

  65. Anselmo Graça Ferreira

    20 de Junho de 2011 as 15:40

    O vinho de Porto QUANTO MAIS VELHO FOR MELHOR é. O Dr. Manuel Pinto da Costa, é uma figura Santomense que nos honra imenso. Ele é sem duvida o candidato vencedor desta presedencial. O Pinto da Costa é a unica pessoa com maior maturidade politica para tirar o pais deste abismo e marasmo socio-economico a que se encontra. A nossa giria( lévé-lévé, paciencia, coetadinho, …) não nos leva a lado nenhum, pelo contrario so abre o caminho aos inteligentes “corruptos” que se inrequecem a custa dos pobres. Està na hora de dizer basta!!! estamos no sec XXI, era de revolução teconologica e de globalização. O actual presidente não serve ele, não nos dignifica, pelo contrario, Fredique de Mineses, so sabe dos negocios, ele é a pior vergonha que nòs os santomenses da diàspora alguma vez conheceu, ascendencia dele à politica era so para engrossar seu curiculo, e alargar o seu imperio, de politica devia ser o pior aluno, homens como ele , são iguais a muitos estes que enfileiram para a campanha presidencial, jovens santomenses não vao em cantigas, queremos é de resultados não palpaveis, de promessas estamos cansados, Pinto da Costa é alternativa.

  66. Anselmo Graça Ferreira

    20 de Junho de 2011 as 15:52

    Falam de um livro k infelizmente nao tive acesso,pois estou em Bruxellas e nao sei pra quando terei acesso, qualquer das formas nao vamos aproveitar do polemico livro para falar mal e desrespeitar uma personalidade que soube aquentar com o pais na era pos colonial, se fosse hoje nenhum dos candidatos nao tivessem a coragem de tamanha envergadora, os colaboradores dele na outrora, são os k lhe atraiu, alguns dos quais fazem parte de candidatos deviam ter vergonha

  67. bela

    23 de Junho de 2011 as 8:10

    vocês todos que estão a responder pra ele são iguais ele por todos temos directos de saber na real o que aconteceu no passado, depois é temos que tirar as nossas conclusão, por q não é normal um ex:presente vir agora falar que não tive culpa do que aconteceu no passado, isto não pode ser verdade.Eu gosto dele mas ele tem que nós explicar o que foi que aconteu com o seu coverno na aquela altura.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo