Cultura

Arrancou o terceiro Workshop de investigação científica de STP

O centro cultural brasileiro acolhe desde segunda-feira, o terceiro workshop de investigação científica do país. Iniciado em 2010, o workshop de investigação científica de São Tomé e Príncipe já vai na sua terceira edição. Organizado pelos  formados no Brasil, o evento será marcado por mini cursos e palestras sobre diversos temas relevantes que podem contribuir no  desenvolvimento do país.

Jeudiger jovem formado no Brasil e que preside a Associação dos formados garantiu que o evento deixou de ser uma actividade só dos formados no Brasil e passou a ter uma dimensão nacional. «Nesta semana em que decorrerá esta terceira edição, vamos apresentar várias pesquisas realidades pelos quadros nacionais e realizaremos vários mini cursos”, delarou.

O workshop de investigação científica de São Tomé e Príncipe conta com apoio da embaixada do Brasil em São Tomé e Príncipe. No acto de abertura o embaixador brasileiro, José Carlos Leitão, disse que um país em desenvolvimento as investigações no campo cientifico pode contribuir muito para que o país possa conhecer melhor estratégias   rumo ao desenvolvimento. “ O tema desse encontro é muito importante para um país como São Tomé e Príncipe, tocam no ponto muito presente na realidade santomense. São várias investigações nas áreas de do turismo, petróleo, o meio ambiente, o mercado de trabalho, por isso acho que é muito oportuna este encontro”, disse Calos Leitão, Embaixador do Brasil

No primeiro dia do workshop foram apresentados temas como a capacidade de carga com indicador para o desenvolvimento do turismo o mercado de trabalho e não desenvolvimento em São Tomé e Príncipe e a educação como a libertação. Os participantes acreditam que  com eventos como este  vai trazer contribuições que os nossos governantes e não só poderão aproveitar para fortalecer o desenvolvimento do país.” É o momento que todos possam dar a conhecer a sua pesquisa científica e tirar de aqui os resultados que podem contribuir para desenvolvimento do país”, sublinhou Vinicius Pina, na qualidade de participante

No segundo dia do evento serão apresentadas pesquisas nas áreas do centro oceanográfico e educação ambiental, a origem do petróleo, o medo social e a superação dos deficientes.  Cinco dias é o tempo de duração do workshop de investigação científica de São Tomé e Príncipe que  termina esta sexta-feira.

Sónia Lopes

    1 comentário

1 comentário

  1. Bo ten!

    29 de Agosto de 2012 as 8:50

    Sra. Sónia Lopes veja a formatação completa do seu texto de redação, sff.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo