Protásio Pina dá nome a uma rua da cidade de Santo António do Príncipe

Protásio Pina vai ser o nome de uma rua a ser construída na cidade de Santo António. O anúncio foi feito pelo governo regional de Príncipe durante uma homenagem ao malogrado artista plástico santomense.

Nascido no ano de 1961, natural da ilha do Príncipe, Protásio Pina casado, pai de três filhos, foi um artista que desde muito cedo revelou o seu talento pelas artes. «Com cerca de dois anos de idade construiu no chão com caroços de andim, um desenho que se retratava a imagem que naquele momento observava, a sua mãe e sua madrinha que conversavam na escada», explicou uma representante da cultura da ilha do Príncipe.

Formado em olaria, Protásio pintava molduras em barro, esculpia e criava. As suas marcas podem ser hoje vista em vários pontos do país. No átrio do Palácio Presidencial, destacam-se pintuas de Protásio Pina, no aeroporto internacional de São Tomé, pintou também diversos quadros como o do Papa João Paulo II, patente no Vaticano.

O Brasão que identifica a República Democrática de São Tomé e Príncipe, é da autoria de Protásio Pina.

No quadro dos festejos de Agosto mês da cultura na ilha do Príncipe, o Governo da Região Autónoma do Príncipe, decidiu homenagear aquele que é considerado como referência maior das artes plásticas de São Tomé e Príncipe.

Bendzaison Lima

  1. img
    Volto Já Responder

    reconhecer tanlento dos outros é uma forma de inteligencia.sr Protasio Pina foi sem duvida nenhuma um grande artista. acho que os artistas não se fazem,mais sim nascem e crescem. será que estou certo?

    • img
      Abelino Santos Responder

      Sim estas certo e um don jamais haverá nenhum igual. ele tinha mao pra desenhar

  2. img
    pirilampo Responder

    Pelo menos o governo regional lembrou embroa tbm tenha esquecido do bustro de rei amador , q tbm foi a imagianaçao como teria sido o bustro de PROTASIO PINA pois pra quem foi ele MT pouco q estao a faser , mesmo assim nd ta perdido , pois nao outrora quando se usa muito as cartas quando os correiosfuncionavam a nota 10 eram celos de portasio pina , mas mesmo assim esta no esquecimento do povo , pois tenho a sertesa q muitoos da decada de 90 nao abem quem foi portasio pina , mas se ele tevece uma inclinaçao politica ai sim seria relembrado nao so ele como o BUTTER , CAMILO , ETC………… bem aja stp q é de tds nos

  3. img
    elsa Responder

    Justa homenagem. Mas ainda temos Camucusso, entre outros

  4. img
    Bingo Responder

    Protásio Pina é um nome inesquecível das nossas artes plásticas. O Ministério da Cultura deve instituir sem demora o Prémio Nacional de Artes Plásticas Protásio de Pina, de que se vem falando há muito tempo. Obrigado.

    • img
      pirilampo Responder

      nao se lembra de filho de poblre com sabedoria pois tds aqueles q dao e deram o melhor pra poder por o nome de sao tome no topo sao tds esquecidos se formos ver no cimiterio onde o malugrado foi supoltado nem um jasigo estado fes algo q destaca-se mas faser o q a vida tem destas falo dele e mts outros isto doi ate a alma

  5. img
    JOAO ALMEIDA Responder

    É indescutivelmente o melhor. Eu o conheci no liceu nacional, embora fosse 3 anos mais velho, era seguramente admirado por todos. É o seu dom. Nasceu pra isso.

    • img
      Bingo Responder

      Dizer que é indiscutivelmente o melhor é arriscado e hiperbólico. Foi um pioneiro, um paisagista de mérito reconhecido, com um profundo amor à sua pátria que nunca aceitou abandonar, apesar de convites para ir trabalhar no estrangeiro.
      Merece todo o nosso respeito e o Prémio Nacional de Artes Plásticas com o seu nome, ficará muito bem. O Ministério da Cultura que se mexa para instituir o prémio sem demora. Até porque as artes plásticas são a esfera cultural que miais tem evoluido no pós- independencia. O Protásio que tinha alma de artista e nao era um invejoso, há-de estar feliz com o surgimento de nomes mais jovens cheios de talento.
      Obrigado pela atenção.

  6. img
    Edgar Gomes Responder

    Julgo ser indubitávelmente uma justa homenagem. Para além de um grande artista que sempre foi, era um homem de caracter, e muito bem relacionado. Tive o previlégio de trabalhar com ele, razão porque o considero o melhor artista plástico santomense de todos os tempos. mais vale tarde, do que nunca; ainda assim gostaria de ver mais coisas feitas em prol deste que foi o impulsionador de novos valores, e mais concretamente da cultura santomense.

  7. img
    D.N Responder

    Outro que merecerá futuramente também, é o Amancio Jorge da Cruz, vulgo Jone, pois ensinou escultura a muita gente, dsenhou coisas fantásticas, e é o ícone da escultura santomense. apesar da sua vida leviana e dos erros que cometeu outrora.

  8. img
    guerra Responder

    Que sege criada uma nova rua como mencionado, e não atribuir nome do Protásio Pina, numa rua já existente. Cria, porque a regia tem vinda a exigir uma cidade mais ampla.

  9. img
    odair Responder

    o governo regional do Príncipe tem boa ideia.

    pk o de S.TOMÉ no faz o mesmo??
    devia dar o nome ás ruas e pracetas. uma vergonha que nao temos rua. assim seria mais fácil localizarmos as pessoas.

Deixe um comentario

*