Dicionário forro (santome)/português tem aplicativo: lançamento na UNEAS, em 21/11/2013

Em junho deste ano, foi lançado em São Tomé e Príncipe o dicionário forro (santome)/português, iniciativa das Universidade de São Paulo (Brasil) e Lisboa, com a presença dos professores linguistas Drs. Gabriel Antunes de Araújo e Tjerk Hagemeier representando as mencionadas instituições. O lançamento ocorreu também em Portugal e no Brasil, sendo o dicionário ferramenta de grande importância para o estudo das línguas crioulas, como o forro (santome).

Uma das vantagens do dicionário é sua interactividade. Os conhecedores da língua mais falada na ilha de São Tomé poderão contribuir com sugestões e críticas para seu contínuo aprimoramento. Para tanto, o portalhttp://www.diclivre.com.br/ e usufruir gratuitamente do dicionário; ademais, há ferramentas de interactividade que permitem ao utente comunicação com os monitores do portal, que têm em vista o contínuo crescimento e melhoria do dicionário.

O professor Dr. Gabriel Antunes de Araújo retorna a São Tomé e Príncipe para o lançamento do aplicativo. A Embaixada do Brasil e a União dos Escritores e Artistas Santomenses, que organizam o evento, convidam todos os interessados para participarem do evento, às 17h de 21 de novembro de 2013, quinta-feira, na sede da UNEAS. Na oportunidade, o professor Araújo realizará demonstração prática das ferramentas de consulta e interactividade na internet.

O dicionário forro (santome) é uma etapa importante para o grupo de linguistas que estuda as línguas nacionais de São Tomé e Príncipe. Em breve, vira a lume o dicionário lungui’ê/português, havendo perspectiva de outros estudos e desenvolvimento de dicionários e gramáticas com respeito ao forro, ao lungui’ê e ao angolar.

Centro Cultural Brasil – São Tomé e Príncipe
Embaixada do Brasil em São Tomé

  1. img
    forro da terra Responder

    ´Não é “santome” mas sim: Santomé.

    O próprio dicionário já começou mal.

  2. img
    edu Responder

    Meu caro deixa de criticas e ajuda a engradecer o país. Nestas condições não vamos a lugar nenhum.
    Tudo que se faz em STP é alvo de critica. Deixa disso gente

  3. img
    Vivi Responder

    Belissima iniciativa. Muito obrigada aos brasileiros e aos dois autores do dicionário.

    • img
      Joka Responder

      E muito obrigado a todos os são-tomenses que trabalharam na retaguarda e sem contrapartidas. Esse dicionário nunca teria sido feito sem uma equipa são-tomense. É bom que todos se lembrem disso.

  4. img
    izaquente Responder

    É uma boa iniciativa que peca por ser apenas feita agora! Quando se faz trabalhos desse género é muito bom fazer as coisas bem,uma má interpretação, um erro, quando se trata de línguas pode provocar guerra.

  5. img
    Edilson Madre Deus Responder

    Maior problema dalguns santomense é não ajudar e não deixar que os outros ajude.
    Quero engrandecer a todos que contribuíram para que este dicionário hoje existisse, Obrigado e continuem a lutar pela expansão da cultura santomense.

Deixe um comentario

*