Projecto “Música Tradicional” promove duas acções de formação em São Tomé e Príncipe

Cabo Verde – Portugal – S. Tomé e Príncipe – Timor Leste

Informação à Imprensa – 19 de Maio de 2015

 

Projecto “Música Tradicional” promove duas acções de formação em São Tomé e Príncipe  sobre Gestão e Financiamento de Projectos Culturais e Operadores de Audio. 

É já no próximo mês de Junho que decorrerão em São Tomé duas acções de formação sobre “Gestão e financiamento de projectos culturais” e “Operadores de áudio”, no âmbito do projecto “Música Tradicional”. Pretende-se com estas iniciativas fornecer ferramentas de gestão aos agentes culturais de São Tomé, além de competências que ajudem a captar financiamento que viabilize projectos de sua iniciativa. Por outro lado, pretende-se formar operadores de áudio para o estúdio de som a equipar no parceiro local do projecto, a Fundação Roça Mundo.

As acções de formação decorrerão de 12 a 25 de Junho, nas instalações da CACAU – Casa das Artes, Criação, Ambientes e Utopias. A Roça Mundo, é o parceiro local do projecto Música Tradicional, responsável por todas as actividades que estão a decorrer em São Tomé no âmbito deste projecto.

A acção de formação sobre gestão será leccionada por Miguel Abreu, um formador com larga experiência nas áreas da produção e da programação cultural, que dirige a Cassefaz, uma produtora cultural sedeada em Lisboa (Portugal).

A acção de formação para Operadores de Audio, será leccionada por Luis Pucarinho, músico desde os 10 anos de idade, com uma larga experiência na produção no registo audio, direcção técnica e produção de discos.

A organização destas formações  está a cargo da 360 GRAUS, Cultura e Ambiente Lda, uma empresa sedeada em Évora (Portugal), parceira do projecto, que se dedica à conservação e valorização do património.

A Oficina da Courela, uma associação cultural portuguesa é a entidade e beneficiária do projecto “Música Tradicional”, que está a ser desenvolvido com o apoio da União Europeia, mediante co-financiamento comunitário do Programa ACP Cultures+. 

 

Sobre o projecto “Música Tradicional”

Beneficiário: Oficina da Courela Associação (Portugal)

Parceiros: Associação Cultural Torre de Babel (Cabo Verde), Arte Moris (Timor Leste),

Associação RoçaMundo (S. Tomé e Príncipe) e 360 Graus – Cultura e Ambiente (Portugal)

Cofinanciamento: Programa ACP Cultures+ 

A salvaguarda e a promoção da diversidade cultural é presentemente um pilar de desenvolvimento social fundamental em qualquer sociedade. A música tradicional, com os seus instrumentos, repertórios e práticas culturais, possui, neste sentido, um duplo significado. Se por um lado, é um meio de distinção e afirmação identitária; por outro, constitui uma via de excelência na comunicação e cooperação entre diferentes países, comunidades ou culturas.

Deste entendimento e da vontade de cinco entidades de quatro países (Cabo Verde, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste) em contribuir para uma estratégia de desenvolvimento das suas comunidades locais nasceu o projecto “Música Tradicional”.

Em função de diferentes especificidades, necessidades e interesses, pretende-se nos países envolvidos desenvolver um conjunto de acções, cujos objectivos se unem na necessidade de preservação da identidade e do respeito pela diversidade cultural, através da valorização da música tradicional e do património que lhe está associado.

Em cada País, o projecto pretende envolver dois grandes grupos distintos: as entidades públicas e privadas constituídas como partes interessadas no desenvolvimento do sector cultural; e os públicos consumidores de actividades culturais e necessidades formativas na área da música tradicional.

A nível institucional, pretende-se prioritariamente o envolvimento de:

- Ministérios da Educação e da Cultura;

- Escolas e ONGs do sector artístico e cultural;

- Comunidade académica;

- Empresas privadas e públicas do sector cultural;

- Organizações internacionais (e.g., Unesco, Comissão Europeia).

 

A nível dos públicos e das comunidades locais, o projecto dirige-se em particular a:

- Gestores e produtores culturais (individuais e colectivos);

- Técnicos, artistas e outros profissionais do sector cultural;

- Comunidade escolar;

- Públicos interessados em actividades associadas à música tradicional.

Objectivos e acções a desenvolver 

  1. Fomentar a criação e produção de bens e serviços culturais
  • Investigação e registo dos instrumentos de música tradicional, reportórios e práticas culturais associadas (STP e TL)
  • Realização de uma residência artística (CV) e outras actividades de intercâmbio de experiências entre agentes e artistas dos países envolvidos
  • Criação de condições para a educação musical baseada no uso de instrumentos de música tradicional (CV, STP e TL)
  • Equipamento de estúdios de gravação e formação profissional de técnicos de som (CV, STP e TL)
  1. Facilitar o acesso de bens e serviços culturais a mercados locais, regionais e internacionais
  • Construção de uma base de dados para divulgação de agentes e produtores culturais (países ACP)
  • Organização de um festival de música tradicional (CV, PT, STP e TL)
  • Disseminação dos resultados alcançados junto dos grupos alvo, nomeadamente, partes interessadas e públicos “consumidores”
  1. Reforçar a capacidade dos agentes e formadores culturais nos países envolvidos
  • Realização de acções de formação no âmbito da gestão e financiamento de projectos culturais (CV, STP e TL)
  • Realização de acções de formação dirigidas a formadores de técnicos de com (CV, STP e TL)

Mais informações em   www.traditionalmusic-acp.com 

Contactos:

PORTUGAL:           

Rogério Cangarato (360 GRAUS, Cultura e Ambiente Lda)

Email: info@imaterial.pt; Telef.: +351 961374178 

SÂO TOME E PRINCIPE:

Isaura Carvalho (Fundação Roça Mundo)

Email: ita.lpcarvalho@gmail.com; Telef: +239 9906900

“Traditional Music” is a project funded by The European Union.

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*