00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Príncipe regista mais de 2 mil visitantes no mês da cultura

Desde o ano 2008 que o Governo da Região Autónoma do Príncipe, institui Agosto como sendo o mês da cultura na ilha.

Um período de promoção da identidade cultural do povo da ilha do Príncipe, que este ano vive a sua oitava edição. António Tebus, Secretário do Governo da Região do Príncipe para área social, anunciou que nesta altura a ilha regista entrada de mais de 2 mil pessoas, dentre as quais, filhos do Príncipe que em Agosto revisitam as suas raízes e turistas.

Em Agosto cultura abraça a economia na ilha do Príncipe. O Secretário do Governo Regional, explicou que os visitantes sobretudo turistas, aproveitam para comprar objectos de artesanato que são expostos no âmbito do mês da cultura, sem falar do consumo nos restaurantes e a ocupação dos quartos dos hotéis e pensões da ilha.

Príncipe tem cerca de 8 mil habitantes, que formam um povo com especificidades culturais. Tem o lunguié como sua língua materna, uma vasta e rica culinária baseada em folhas e frutas que a natureza exuberante oferece a ilha, e o peixe de boa qualidade e abundante nas suas águas.

Príncipe DeixaDexa, Vinde Meninos, e Auto de Floripes fazem parte da diversificada manifestação cultural do povo do Príncipe. Valores culturais que em Agosto são exibidos e promovidos no seio da juventude. Um processo segundo António Tebus, que visa resgatar e perpetuar a identidade do povo do Príncipe.

A ilha que viu nascer um dos mais importantes poetas do país, Marcelo da Veiga, celebra o seu mês da cultura, com uma palestra ministrada pela poetisa Olinda Beja, que também trabalhou com as crianças do Príncipe no sentido de despertar nelas o interesse pela poesia.

auto_floripesNo passado dia 15 de Agosto, a festa da cultura atingiu o ponto alto no Príncipe com a exibição do Auto de Floripes. Um teatro de rua, que reflecte a história de batalhas e conquistas do império carolíngio.

Toques de trombetas e o rufar dos tambores, acordam a ilha do Príncipe, para a marcha dos exércitos mouro e cristão. A celebração da cultura do Príncipe que começou no dia 1 de Agosto prossegue até o fim do mês.

Príncipe é património mundial da Biosfera da UNESCO. O seu povo escolheu o turismo ecológico como caminho para conquistar o progresso. Um povo que recusa perder a sua alma. Na luta pelo desenvolvimento caminha de braços dados com  preservação do ambiente e a sua identidade cultural.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Quidide Responder

    Congratulo-me com a forma como o Príncipe tem sido dirigido pelo António José Cassandra. É de se lhe tirar o chapéu ! Quem nos dera ter um governante tão carismático em S.Tomé.
    Deus te abençoe Tozé.

  2. img
    DF Responder

    Caro Quidide, não sabes a metade da missa em relação a aquilo que escreveste! To ze exemplo? Exemplo de quê?

  3. img
    Jose SeccAa Responder

    As noticias que nos vao chegando aqui a Portugal, são sempre verdadeiramente entusiasmantes em relacao ao desenvolvimento do Principe.
    Todas areas estao em evoluçao e segundo, leio muito se deve ao seu Presidente, a quem envio uma saudaçao especialmente forte, e fazendo votos para que nao perca nunca tao forte entusiamo no desenvovimento da sua ilha…encantada

  4. img
    Jokas Responder

    E claro que algumas coisas estao sendo feitas, mas eu pessoalmente visito a minha terra Natal com certa normalidade e devo confessar vos que muito tem que ser feito e vejo muito pouca criatividades nos nossos dirigententes em geral. Digo isto porque felizmente o mundo esta tao aberto e ao alcance de todos. Ninguem nasce ensinado, ou seja, vamos aprendendo. E como e obvio temos que captar as melhores coisas que a vida nos oferece que e o desenvolvimento e progresso. E se nao temos a capacidade de o ter, ao menos copiemos os outros que nos sabemos que sao melhores do que nos.
    Tenhamos isso em conta meus senhores.
    Cumprimentos

Deixe um comentario

*