Três futebolistas são-tomenses foram integrados no futebol profissional brasileiro

Publicado em 29 Abr 2009
Comentários; fechado

Desde Dezaurelio-martins.jpgembro do ano passado que os três jogadores estão a estagiar no Alagoinhas Atlético Clube, grupo desportivo do estado brasileiro da Bahia. Uma iniciativa do empresário Aurélio Martins. Após a realização do campeonato Gira Ilhas – Taça 24 de Novembro de 2008, os futebolistas Sequeira Lima, José Varela e Adilson Varela, foram seleccionados para o estágio de formação. Aurélio Martins que está a visitar Brasil, testemunhou com satisfação que os três jogadores ficaram aprovados no teste de adaptação ao futebol profissional brasileiro. Uma iniciativa que pretende criar novos valores para dignificar o futebol são-tomense.

Foi no último domingo que o Presidente do Grupo Gibela, Aurélio Martins, visitou as instalações do Alagoinhas Atlético Clube (Alagoinhas, Estado da Bahia), onde os três jogadores são-tomenses, nomeadamente Sequeira Lima, José Varela e Adilson Varela, frequentam um estágio de formação.

Numa nota de imprensa enviada ao Téla Nón desde a cidade de Alagoinhas, o empresário e deputado são-tomense disse que foi recebido pelo Presidente do Clube Bahiano, Albino Leite, que deu a boa nova. Os três jogadores são-tomenses que foram enviados ao Alagoinhas Atlético Clube pelo grupo Gibela, passaram no teste de adaptação ao futebol profissional. «Estou particularmente satisfeito com o rendimento dos três jovens jogadores que foram seleccionados por nós, no ano transacto, no quadro do torneio gira-ilhas (Taça 24 de Novembro), e quero sublinhar que vamos consolidar as relações de parceria com o Alagoinhas Atlético Clube», afirmou Aurélio Martins, quando foi interpelado pela imprensa brasileira.

O Presidente do Clube Brasileiro, destacou a importância do reforço dos laços de amizade e de história que ligam o seu país e São Tomé e Príncipe. Um laço que está a ser fortalecido através da iniciativa privada do cidadão são-tomense. «A visita do nosso amigo traduz a vontade recíproca de mantermos fiéis aos laços históricos que unem o Brasil e África, e naturalmente encurtar a distância que nos separa pelo atlântico», sublinhou Albino Leite.

O empresário são-tomense que visitou demoradamente as condições de acolhimento dos jovens jogadores e as instalações desportivas do clube brasileiro, deu nota positiva ao trabalho que vem sendo desenvolvimento, pelo Alagoinhas Atlético Clube.

Através do campeonato Gira-Ilhas, o grupo Gibela tem promovido a descoberta de valores são-tomenses, que depois são refinados numa das mais importantes escolas de futebol do mundo, o Brasil. Para dinamizar as acções de formação de futebolistas que poderão dignificar o nome de São Tomé e Príncipe nos palcos internacionais, o empresário já criou uma fundação, FAMA (Fundação Aurélio Martins). Segundo o dono da fundação em parceria com o Alagoinhas Atlético Clube, já foi definido os termos de uma parceria mais estruturante que vai permitir o estágio de jovens jogadores são-tomenses no futebol brasileiro de modo a potenciar valores para a selecção nacional são-tomense.

Os três jogadores são-tomenses deverão gozar, em Maio próximo, férias de 30 dias no país, para visita familiar, para depois regressarem ao Brasil e disputar o campeonato na categoria profissional.

Ainda na cidade de Alagoinhas, o empresário e deputado foi recebido esta segunda-feira pelo Prefeito e Secretário do Governo, Paulo Cezar e João Rabelo, respectivamente, onde foram enaltecidos os laços sanguíneos entre Salvador da Bahia e o continente africano, com destaque para São Tomé e Príncipe.

O arquipélago localizado no golfo da Guiné, funcionou no início da colonização portuguesa como entreposto de escravos, que eram comercializados no continente negro e depois transportados para América Latina. Laços que se renovam numa nova era. O vergonhoso comércio de seres humanos, dá lugar a parcerias que promovem o desenvolvimento de povos livres e independentes.

Eleito como deputado no círculo eleitoral de Lobata, Aurélio Martins aproveitou a reunião com os dirigentes políticos da cidade brasileira, para lançar a ideia de uma eventual geminação entre Lobata e o Município de Alagoinhas.

Segundo a nota que chegou a redacção do Téla Nón, a ofensiva político-empresarial do deputado e empresário, inclui troca de experiência e a viabilização de novas parcerias para investimentos em São Tomé e Príncipe, nos domínios da construção civil, turismo, instalação de unidades agro-industriais, e de transformação do pescado.

Antes do final da visita o empresário – político, membro da comissão política do partido MLSTP/PSD, deverá visitar a Faculdade Regional da Bahia (UNIRB), locais turísticos e culturais do estado, e os estados da Brasília e Rio de Janeiro.

Movimentações de vulto de Aurélio Martins que levam analistas em São Tomé, a considerarem que as pretensões políticas do deputado extravasam o hemiciclo parlamentar.

Abel Veiga