Vitória do Riboque projecta investimentos para sua modernização

É um dos mais antigos clubes de futebol do país e está a ser alvo de grande investimento para recuperar o prestígio perdido nos últimos anos. O projecto de modernização do Vitória do Riboque, inclui a construção pela primeira vez de infra-estruturas desportivas.

Riboque é um dos bairros mais populosos da cintura da capital são-tomense. Aqui nasceu grandes nomes do futebol são-tomense. Nos últimos anos, o clube local, Vitória do Riboque, perdeu fama e prestígio. O nível do futebol praticado degradou bastante.

Para reanimar a moral dos futebolistas do bairro, a nova direcção do Club aposta em investimentos nas infra-estruturas. «Numa primeira fase será feita a vedação e construção da bancada e um balneário público. Numa segunda fase será a construção do dormitório, uma cantina e balneário para os jogadores para que em fase de estágio estejam no clube com alguma dignidade. A terceira fase será a construção da bancada VIP, o sector administrativo e zona de laser», explicou Delfim Neves, Presidente do Vitória Futebol Club.

O campo de barro vermelho, onde os jovens do Riboque aprendem a lidar com a bola, deverá a longo prazo transformar-se num estádio.

O Club exibiu novos equipamentos, que deverão ser estreados esta semana numa competição internacional. O Vitória do Riboque vai participar em Angola, mais concretamente na Lunda Norte, no torneio alusivo ao trigésimo quinto aniversário de Angola.

A caravana riboquina, chegou esta terça-feira a Luanda, visando a sua participação no torneio quadrangular do futebol masculino, a realizar-se a 12 e 13 do mês em curso, no Estádio Sagrada Esperança, no Dundo, província da Lunda Norte.

O torneio enquadra-se nas festividades do 35º aniversário da independência nacional, a assinalar-se a 11 de Novembro, numa organização do Governo provincial.

Em declarações à Angop, em Luanda, o chefe da secção para o desporto de rendimento da direcção provincial da Juventude e Desportos na Lunda Norte, Carlos Capitango, disse que a equipa do Riboque de São Tomé e Príncipe chega ao país com uma caravana composta por 20 elementos, entre oficiais, técnicos e atletas.

Quarta-feira desloca-se à localidade do Dundo, juntamente com o Kabuscorp do Palanca (Luanda), para se juntarem ao Sagrada Esperança (Lunda Norte) e o África Star da Namíbia, que participarão no torneio.

Abel Veiga / Vasco Antão

  1. img
    Digno de Respeito Responder

    Finalmente a louvável iniciativa. Essa notícia faz-me recordar a triste ignorancia de alguns indivíduos quando recusaram o apoio que a antiga TAAG pretendia investir no Vitória do Riboque (desde o equipamento desportivo até a famosa infraestrutura desportiva que transformaria o campo do Riboque num estádio de futebol. A tal recusa (se não me engano teria derivado a triste confusão que fazia algumas pessoas pela alteração da referencia corporativa do Vitória FC do Riboque para TAAG Vitória F.C do Riboque. Se na altura houvesse verdadeiras cabeças pensas pensantes e inteligentes, hoje todo o processo passaria á história mas teriamos no Riboque uma infraestrutura desportiva digna e talvez gerando receita para o Club local e outros mais…. Mas como mudam-se os tempos e com eles se vão as vontades, hoje aqui estamos com novas perspectivas. Esperemos que seja desta…. Parabéns ao Pachire, aos RIBOQUINOS, Cardoso, Pedro Mendes e tantos outros que um dia sonharam e deram o seu melhor ao prestigiado club da Capital…

    Acho que se o Victória do Riboque abrir uma conta bancária para os possíveis apoios, pode realmente conseguir de muitos RIBOQUINOS no exterior algum envolvimento e insentivos (desde que haja transparencia pública) ……..

  2. img
    China Responder

    Esta notícia sobre os investimentos em infraestruturas do Vitória é, no mínimo “engraçado”!! Quem financiará esses investimentos? Os socios do Vitória?? Qual dirigente irá colocar o seu dinheiro em algo que não garante o retorno?? Acho mas é que o Estado deveria comprar o terreno onde se encontra o campo de futebol ( se for privado) e erguer naquele recinto uma infrastrutura de maior interesse do que um estadio, ha 500 metros do Estadio Nacional sub-aproveitado. No local poderia nascer um prédio que albergaria a sede do Governo e dos Ministérios, ou um Centro Comercial, Hotel ou uma infrastrurtura qualquer que dê nova imagem àquele bairro. Pensemos com cabeça e não de forma emotiva!

    • img
      CT Responder

      Voçê é infeliz, se não gostas de futebol paciênça, nós Riboquinos não temos culpa… Centro comercia?…Hotel? Santa Paciênca.
      Deixá-nos trabalhar

    • img
      Mimi Responder

      O local do campo do Riboque deve ser aproveitado sim e sempre a pensar no Victoria do Riboque e no desporto sim!… Entretanto, nao tem que ser um estadio, claro … nao se justifica!

  3. img
    Polvo Paul Responder

    Delfim é único que mama nosso dinheiro e investe no nosso país ou seja o dinheiro fica mesmo no país só que muda de mão, sai de cofre do estado e vai para cofre de Delfim Neves, no fundo no fundo o dinheiro fica cá e cria posto de trabalho para os São-tomenses.

    Viva Delfim
    Viva STP Trading

  4. img
    sr Responder

    SR. CHINA,EU SOU DE RIBOQUE E DE CERTEZA SE FOR DISSER ISSO PRA’S CAMARAS DA TV, JAMAIS SERIAS BENVIDO NO SEIO DOS RIBOKINOS.
    VAI COMPRAR ESSE TERRENO VC!!!SO DEUS PODERA OCUPAR AQUELE TERRENO MEU IRMAO
    STP NAO ANDA DEVIDO PESSOAS COM ESSES PENSAMENTOS

  5. img
    sr Responder

    “se vc disser”

  6. img
    paulo bolonha "pajo" Responder

    isso é muito bom, riboque quer te ver muito longe, porque tem muito talento nessa equipa, força ai

  7. img
    jocy Responder

    Eu ja padeci muito naquele Barro vermelho e nao me arependo porque foi la que sou o que sou como homem e como atleta de futebol…
    Por isso se estao a pensar em fazer uma enfrestutura para aquela zona é de lovar porque é de la que saem muitos jogadores para seleçao nacional. Em todos tipos de desporto. ( basquete, Futebol) Bem aja o V.F.C de Riboque.

Deixe um comentario

*