Dekker Baptista é Bronze do Open de Las Vegas 2011

Após uma campanha não muito feliz no 12° OPEN D’ITALIA” – GOLDEN LEAGUE, o karateca Dekker Baptista conquistou a medalha de bronze no OPEN LAS VEGAS 2011 decorrido nos dias 22, 23 e 24 de abril no Caesar’s Palace Las Vegas Hotel & Casino.

E agradece de coração a todos aqueles que, de uma forma ou de outra, contribuíram para o seu sucesso: “É com muito orgulho que venho assim, agradecer a todos integrantes do Grupo no Facebook denominado “DEKKER BAPTISTA VAI AOS X JOGOS AFRICANOS DE MAPUTO”, cujo lema é “Kabacuelis” e a frase é “O melhor de STP somos nós”. Foi esse grupo que fez com que tudo se tornasse realidade e não esquecendo do técnico Caio Marcio que me orientou nesta conquista. Saliento também que a embaixadora do Grupo Ilsy D’alva foi quem liderou e administrou as contribuições a partir do Reino Unido, Dr. Andre Aragão (STP), Aoani D’alva (Angola) e o Grande Waldyr Boa Morte que administrou as contribuições de Portugal e conseguiu através da sua influência a passagem para Milão”.

A Golden League (ou Liga Dourada) é um campeonato equivalente à Liga dos Campeões de Karate, onde somente “ferras do karate” gladeadeam em busca do prêmio remunerado e melhor performance para conquista de campeonato do seu continente ou mundial. No meu caso, fui a busca de uma avaliação no sentido de saber como está a minha qualidade técnica e psicológica a fim de conquistar os X Jogos Africanos de Maputo.

A Golden League acontece em vários países e em continentes diferentes. “Em março na edição de Itália não tive um bom desempenho, pois perdi na primeira luta e nem consegui ir para repescagem. Sei que poucos sabem que em Milão competi com um estiramento obtido 15 dias antes do campeonato. Contudo, não foi isso que me levou à derrota; acredito que foi mais pelo mérito do adversário, pois eu tinha opção de não competir; se entrei para lutar é porque estava disposto a sofrer as devidas conseqüências.” Dekker reconheceu de cabeça erguida.

Um mês depois, sentindo o sabor amargo da derrota e incentivos de amigos através da mensagens pelo Facebook e por outros meios, Dekker dedicou intensamente a treinos diários (de segunda a sábado na parte da tarde e segunda-quarta-sexta pela manhã) e viajou para EUA na maravilhosa cidade de Las Vegas para conquistar a medalha de ouro e divulgar a imagem e símbolo de um povo que merece reconhecimento e respeito no mundo.

Ele contou que na sua categoria (75kg – 84kg), não foi além de um quinto lugar; disse que sentia-se muito preso e os golpes não tinham qualidades suficientes para serem considerados pontos. “Embora não tenha marcado muitos pontos, durante todo o campeonato sofri apenas 3 pontos e fiz mais de dez lutas, incluindo a categoria por peso e Open. Não sei, ao certo, quantas lutas fiz, mas sei que foram muitas; os meu adversários venciam por decisão dos árbitros depois de empates durante a luta. Sendo santomense e ainda desconhecido, pude observar que a única saída era “Kabacuelis” para não deixar a decisão na mão do árbitro. Pensando assim depois de lutar a categoria na parte da manhã, entrei para lutar o Open na parte da tarde onde para minha decepção a luta mais dura com muita pancadaria para ambos os lados ficou empatada com o atleta da República Dominicana, e para mais uma decepção os juízes decidiram a vitória a favor da República Dominicana. Então so me restava torcer para que o mesmo chegasse a final fazendo com que eu tivesse a oportunidade de disputar a medalha de bronze na repescagem. Foi o que aconteceu e me lembro que tive que fazer cinco lutas seguidas com intervalo de um minuto e meio para descansar”, relatou.

“Dessa forma, não podia mais decepcionar nem a mim mesmo nem tão pouco vocês que tanto têm buscado apoios e me incentivado nesse processo. Apresento aqui mais uma vez a minha total gratidão a todos que deram as suas contribuições para essa minha nossa conquista e que tanto torcem para a gente ‘Kabacuelis’.”, agradeceu.

Julwaity Cardoso Neto

Tradutor

Brasília-DF, Brasil

  1. img
    Liberdade Responder

    Eu Não aconselho jovens em STP a praticarem o Karate, por causa do grande esforço fisico e energia despendida. A nossa Alimentação não é compactivel. Comemos muito mal e o salario não chega.

    • img
      Lagaia Responder

      que grande ignorante

    • img
      MAyfer Responder

      MEu Deus do Ceu!!
      Como tem pessoas ignorantes nessa terra!!

  2. img
    Corrupção Responder

    Parabens! Vem nos defender destes escandalos, por exemplo o de GGA.
    Também a antiga Primeira-ministra, Maria das Neves, ausente na última semana do país, foi citado no julgamento como tendo dado ordens ao GGA para pagar 45 milhões de dobras alegadamente mensais, ao seu marido Carlos Quaresma. Com base em facturas e outros documentos comprovativos um dos juízes manifestou-se aborrecido com a situação tendo dito que « o senhor Carlos Quaresma não era funcionário do Estado, como é que ele podia ir buscar tanto dinheiro?», interrogou, o juiz contestando assim contra o saque do bem público.

    Os valores em causa estão relacionados com a situação cambial de fim da década de 90 e início do ano 2000, o que representa muito dinheiro. O tribunal disse também que há indícios de que os advogados que defenderam Carlos Quaresma no tribunal de Bélgica no âmbito do escândalo de venda de títulos do tesouro do estado, foram pagos com o dinheiro do GGA.

    Situação de grande complexidade, num julgamento em que apenas 4 ex-funcionários do GGA são réus. O que fará o Ministério Público diante da tantas revelações documentais de crime de colarinho branco, praticado por antigos dirigentes do país? Analistas são-tomenses começam a exigir que pela gravidade do caso a procuradoria avance como nova instrução do processo para que alguns declarantes passem a ser réus, em defesa da legalidade e do bem público.

  3. img
    meklekle Responder

    Parabens e muita forca
    obrigado por teres dignificado o nome de STP

  4. img
    Mimi Responder

    Parabéns. Agrada-me saber que um conterraneo brilha no mundo dos grandes do desporto internacional. Espero e desejo que continue com as consquistas e de cabeça sempre erguida. tudo de bom!

  5. img
    Josimar Martins Responder

    Muita Força caro compatriota. E continua erguendo a bandeira de STP sempre. No mundo das artes marciais chega-se ao topo com muito treino e dedicação, continua treinando duro que dará tudo certo, valeuu…

  6. img
    J.Oliveira Responder

    Okh DEKKER!|

    Congratulo-me perfeitamente com a sua predisposição em representar e, acima de tudo deignificar o nosso STP.

    No entanto, por favor, lembre que em primeiro lugar deve estar a tua própria vida.

    Quando as coisas melhorarem, ao nível do reconhecimento nacional da importância que o desporto tem para a economia do país, aí sim, significa que as condições estaram criadas para a segurança da vida dos atletas.

    Por tudo que me apercebi do texto, se não me engano, correste sérios riscos, em nome da defesa dos interesses e prestígio nacionais.

    Da minha parte, receba uma clamorosa vénia à tua pesssoa.

    Obrigado.

  7. img
    LEO Responder

    VC merece Dekker nos saotomense temos orgulho de ti que Deus te abençoe e que tenhas muita saúde e força pra outra provas

  8. img
    J. Maria Cardoso Responder

    Kabacuelis,
    Por vezes ausenta-nos este espírito criativo nos momentos decisivos para o bem colectivo. Kabacuelis, mais do que inspiração, é uma força a despertar quanto o nosso leve-leve tem vontade e pode ir longe.
    Dekker Baptista,
    Permita-me associar o teu valor desportivo ao nome de São Tomé e Príncipe simbolizado naquela bonita bandeira com que nos representaste no pódio internacional.
    Parabens Dekker!

  9. img
    Filho da Terra Responder

    Força e muita coragem Sensei Deker

  10. img
    Digno de Respeito Responder

    Caro Dekker,

    Estás de parabéns continuo a defender a tua personalidade e sei que vais muito mais longe. Falaremos…

    Força!

  11. img
    Joe Responder

    KABACUELIS!

  12. img
    eliseu neto vaz Responder

    fico tb feliz ..um abracao do seu antigo amigo
    eliseu

Deixe um comentario

*