Desporto

Pachire promete banir a corrupção no futebol nacional

O candidato as eleições do próximo dia 24 de Janeiro, na FSF (Federação Santomense de Futebol) Idalécio Pachire, prometeu na noite do pretérito sábado, na sala de conferência de Hotel Praia, a quando do lançamento oficial da sua recandidatura, que tudo irá fazer para acabar com corrupção e aliciamento dos jogadores no futebol nacional, caso venha ser reeleito.

Com o slogan “ ao serviço de futebol”, com competência e honestidade, baseando na boa governação, o candidato a sua sucessão no trono da FSF (Federação Santomense de Futebol), Idálico Pachire, fez na noite do último sábado, na sala de conferência de Hotel Praia, apresentação oficial dos desafios para os próximos 4 anos, caso venha ser reeleito.

Antes da apresentação dos desafios para o próximo mandado, Celso Garrido, porta-voz da candidatura, recordou aos presentes, alguns feitos alcançados por esta direcção em 4 anos.

Em 4 anos, conseguimos realizar o que os outros não conseguiram em mais de 10 anos. Recuperamos o prestígio internacional, na FIFA, com direito á voto, na CAF e na UNIFAC. Fomentamos o futebol juvenil, em parceria com o Comité Olímpico santomense. Realizamos em 4 anos, 4 campeonatos, enquanto os outros em 14 anos realizaram apenas 6 provas. Os feitos não se resumem apenas nestes, fizemos muito mais, mesmo assim achamos que foi pouco, com mais 4 anos podemos fazer mais e melhor”.

Após o momento de recordação dos feitos alcançados, Garrido, presentou e explicou os desafios que norteiam esta candidatura.

Nos desafios apresentados e explicados pelo Garrido, destacaram formações e apoios para os árbitros, treinadores, jornalistas e dirigentes, construção de nova sede para a Federação, mais autonomia e apoio para a Associação Regional, Associação dos Árbitros, e Treinadores, bem como mais apoios aos clubes.

O anfitrião da noite, o combatente Pachire, fazendo uso da palavra, prometeu aos presentes, e não só, bem como todos os fazedores de futebol, que irá empenhar toda sua energia física e mental, para acabar com a corrupção no futebol nacional.

Vamos trabalhar para extinguir a corrupção no futebol nacional. Não vamos deixar que outros continuem a corromper os árbitros, treinadores, e alguns jogadores, tirando a capacidade competitiva de outras equipas. Iremos cair seriamente em cima dos aliciadores”.

Foi assim o filme do lançamento da recandidatura do Idalécio Pachire, a testa da FSF, algo que foi feito 2 dias antes por seu rival, Nino Monteiro.

De informar que, as eleições serão no próximo dia 24 de mês corrente, na sala de conferência de Hotel Pestana.

Gil Vaz

 

    5 comentários

5 comentários

  1. lool

    19 de Janeiro de 2015 as 16:05

    So agora um bocado tarde

  2. terramoto

    20 de Janeiro de 2015 as 7:14

    Força Senhor Monteiro

  3. Floga Bodon

    20 de Janeiro de 2015 as 11:17

    Sr. Pachire, sinceramente, é triste Sr. dizer só agora que vai combater só agora a corrupção no futebol santomense. Afinal o Sr. sabe que há corrupção e não fez nada em 4 anos. Opinião publica nunca ouviu um inquérito sobre o assunto. Deixa de tretas e atirar areia para os olhos das pessoas. Mam Paxi seja inteligente, porquê que o Sr. não se demite. Sr. é militar, conhecedor de táctica de guerra. Sr. está numa situação de desvantagem, faz uma retirada estratégica:evoca motivos de saúde. Porque Caixão Grande (de L. Vangente), Monte Café (Partido Plataforma) de Nelson Carvalho, Oke del rei, Riboque (Baltazar Afonso, partido Plataforma) e Celso que pôs Água Izé na 3ª divisão) são poucos para recolocar o Sr. no lugar onde nunca devia ter ido. 4 anos provaram que o Sr. não percebe patavina disto.Anuncia demissão e evita uma derrota humilhante.

  4. vera cão

    20 de Janeiro de 2015 as 16:17

    Floga, antes tarde que nunca, ele irá ganhar sim

  5. Bem de S.Tomé e Príncipe

    21 de Janeiro de 2015 as 8:04

    Toda gente do mundo de futebol sabe e tem consciencia, mesmo aqueles que estão do lado da candidatura de Nino, que Man Pachi fez brilhante trabalho.Prova disso é o reconhecimento da FIFA, do Comité Olimpico Santomense,e da maior parte da população santomense.Pelo tarabalho feito haverá para além do valor normal da FIFA à Federação também havera bonus. Por isso a outra candidatura está utilizando meios legais,ilegais,obscuros e corruptos para derrotar a actual federação. Mas Deus é grande.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo