Desporto

FVSTP promove curso de treinadores nível-I

 

Arrancou esta terça-feira no Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe o curso de treinadores de voleibol nível-I, promovido pela Federação de Voleibol l de São Tomé e Príncipe, FVSTP, em parceira com a Federação Internacional e apoio da Solidariedades Olímpica através do Comité Olímpico de São Tomé e Príncipe.

No quadro das actividades de massificação da modalidade que a federação vem levando a cabo, a arrancou esta terça-feira a formação para os treinadores nível-I, onde no acto de abertura, o presidente da modalidade “José Luiz”avançou que não irão parar por aí.

“Nos próximos anos, aumentaremos o número de praticantes, bem como os das equipas, tanto masculina como feminina em todas as categorias. Continuaremos a trabalhar para que haja a prática e campeonato de voleibol nas escolas, porque só assim poderemos descobrir novos talentos para a nossa modalidade.”

A formação que terá como o público-alvo, treinadores, professores de educação física, força militares e paramilitares, atletas, e antigos praticantes de voleibol proveniente de todo canto do país, será ministrada pelo português Avelino de Azevedo, instrutor da Federação Internacional de Voleibol, que no acto de abertura considerou de extrema importância esta acção,uma vez que ela vem responder as necessidades da federação no seu processo de massificação da modalidade no arquipélago.

Por último, o representante do Comité Olímpico de São Tomé e Príncipe, Guilherme Neto, fincou que “o voleibol é modalidade olímpica da qual o COSTP abraça, na esperança que a mesma possa-se desenvolver e seja praticado por todo o país, e para isso aformação dos quadros é sempre uma grande valia”.

Para finalizar a sua intervenção no acto de abertura desta acção que terá a duração de oito (8) dias, Neto alertou para necessidade do comprometimento de cada participante face a massificação da modalidade no arquipélago.

O evento que contou com a presença do DirectorGeral dos Desportos, AngélicoSantos, contemplará aproximadamente 48 horas, divididas por duas facetas, aulas práticas (Ex-Snecia) e teóricas (Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe).

Gil Vaz

    2 comentários

2 comentários

  1. ANCA

    26 de Novembro de 2015 as 23:17

    Muito bem

    Boa aposta em prol do voleibol nacional.

    Bem haja

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. José Luís de Jesus - Presidente da FVSTP

    4 de Dezembro de 2015 as 7:14

    Em nome da FVSTP venho agradecer o Tela-non e o jornalista Gil Vaz pela vossa contribuiçao na promoção do voleibol nacional.
    Há um ano realizamos o curso de árbitros de voleibol onde tomaram parte 19 formandos (16 homens e 4 mulheres). Por essa primeira experiência previamos um total de 30 inscritos pensando terminar o curso com pelo menos 22, mas fomos surpreendidos pela positiva, tendo terminado o curso com sucesso 35 formandos.
    A FVSTP tem apostado na formação porque é com conhecimento que poderemos atingir outros patamares. Por isso, para o próximo ano pensando no voleibol nas escolas remetemos à FIVB a candidatura para o curso de voleibol para os professores de educação física. Esperemos que os ministérios do desporto, educação e finanças se comprometem com esta causa porque só assim será possível a realização dessa formação. Esta atividade está agendada para a 2ª quinzena de julho de 2016.
    Mas uma vez agradecemos o tela-non e contamos convosco nessa árdua tarefa que é desenvolver e praticar desporto onde tudo é prioridade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo