Curso para novos árbitros

Dinamizar os novos árbitros e pensar no futuro da classe, é o objectivo de uma acção formação a ser levada a cabo pela Federação Santomense de Futebol, FSF, nas próximas duas semanas, no Centro de Estagio.

O evento que arrancou na pretérita quarta-feira conta com a participação de 55 participantes, sendo 47 rapazes e 8 raparigas, oriundos de vários quadrantes da ilha de São Tomé.

No acto da abertura, o vice-presidente da federação para área de formação, Luiz D`Alva, frisou que “estamos empenhados para que os novos árbitros possam assumir amplitudes das funções. Como vocês sabemos árbitros vão envelhecendo e a necessidade de nós renovamos a classe, de modo que possam continuar a servir o futebol nacional com qualidade que nos habituaram. Essa acção visa acima de tudo, dinamizar os novos árbitros e pensar no futuro”

D`Alva sustentou que os recém-formados terão a grande oportunidade de ganhar experiencia nos jogos do campeonato feminino e juvenil que vem aí.

Solicitado sobre a ausência dos participantes da Região Autónoma do Príncipe, RAP, na formação, o mesmo justificou que “devido as condições financeiras não foi possível trazer participantes da RAP, mas vamos aproveitar um árbitro mais antigo que tem experiência para arrancar com a formação na próxima segunda-feira”.

Por seu turno, Adinex Costa, em representação do director dos desportos, alavancou que “o curso que vocês vão ter e começa hoje, não é princípio nem o fim, isso significa que vão ter que aperfeiçoar muito mas com o trilho da vossa andança durante às práticas. Com os jogos vocês vão aprender muito mais e podem também aspirar ou chegar a um melhor desempenho possível”.

A formação que terminará no dia 29 do mês em curso será monitorada por Gilberto Neves (teoria) e Aurélio Leite (pratica).

Gil Vaz

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*