00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

STP sem Volta do Cacau

Depois das seis edições, a Volta do Cacau conhece este ano a primeira interrupção, justificada pelo presidente da Federação do Ciclismo, Tiziano Pisoni, com o facto de não reunirem a verba suficiente para a materialização da sétima edição.

“Infelizmente no ano passado não conseguimos cobrir todos os custos relacionados com a organização da Volta do cacau cujo orçamento rondou por volta dos 30.000 euros com um número de 40 a 45 participantes”.

“Realmente é uma pena porque desde o início do ano recebemos muitos pedidos de participação, pois a Volta do Cacau está a começar a entrar no calendário desportivo internacional e uma interrupção pode comprometer todo o progresso conseguido nos últimos anos”. Lamentou Pisoni.

Recorde-se que a primeira edição da competição teve lugar  em 2005.

Gil Vaz

Notícias relacionadas

  1. img
    Jorge Trabulo Marques Responder

    Mas há dinheiro para as passeatas de Patrice Trovoada, bastante mais dispendiosas de que esta tão louvável iniciativa – No entanto, não é assim que pensa o nativo gabonês, que, agora, na sua discursata na ONU, em vez de se expressar na língua de S. Tomé e Príncipe, no idioma português, tal como fizeram todos os demais representantes da CPLP, quis marcar a diferença: ou seja, de se exprimir em francês, na língua francófona, adotada no Gabão, onde foi parido – Quando é que o Povo destas maravilhosas ilhas se liberta destes apátridas, que usam estas tão sacrificadas terras unicamente para se promover e descarada e desengenhosamente se aproveitar?

  2. img
    Lupuye Responder

    A organizacao Pestana em STP tem um crescimento anual de 20%, a CST, a UNITEL, etc, tambem tem registado crecimento e nao se consegue encontrar quem ajude essa organizacao que esta tentando lancar o nome de STP no mundo? Sao 30 000 euros e nao 30 000 000 de dolares. Juntos podemos encontrar essa quantia.

Deixe um comentario

*