Desporto

Praia e UDRA na final doméstica da prova rainha

Estão encontrados os finalistas que disputarão a final doméstica da taça de São Tomé e Príncipe, Sporting de Praia Cruz e a UDRA de Angolares, que neste final de semana, neutralizaram os respectivos adversários, Sporting de São Tomé, 3-1, e Aliança Nacional (1-1) 5-4, no Estádio Nacional 12 de Julho.

O penúltimo capítulo da história da prova rainha versão 2017, na ilha de São Tomé, começou no sábado com duelo entre os leões, do Mar e de São Tomé, que ofereceram uma excelente tarde de futebol ao bom público presente no 12 de Julho, palco dos dois jogos desta fase, onde não faltou grandes pormenores técnicos, grandes defesas, jogadas em futebol apoiado e momentos de cortar a respiração, para aplausos das claques de ambos clubes, bem como dos outros emblemas, que viram o conjunto de Adriano Eusébio deixar pelo caminho, a surpresa agradável da competição, Sporting de São Tomé, com triunfo por 3-1.

Construíram o resultado, Zé (por duas vezes) e Jocy para Praia Cruz, e Luís para o Sporting.

No domingo, no fecho do capítulo que antecede a final, foi a vez da UDRA de Angolares escrever o seu nome na lista dos finalistas, ao vencer o xadrez de Aliança Nacional, por 2-1, para alegria da sua claque, que viu descer a espinha que estava embutida na garganta, depois da derrota para campeonato, por 1-0.

Não foi um jogo fácil para ambas, que durante o tempo regulamentar anularam-se a uma bola, com os sulistas a abrirem o activo por Bobo e Pantufo a restabelecer a igualdade por meio de Tchocochoco, levando a decisão para a lotaria das grandes penalidades, onde o conjunto da UDRA foi a mais eficaz, vencendo por 5-4.

Sendo assim teremos na final da ilha de São Tomé, Praia Cruz – UDRA de Angolares, e na Região Autónoma do Príncipe, RAP, Porto Real – UDAPB.

Henrie Martins

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo