Destaques

Unaids: novos estudos são “avanço significativo” na prevenção ao HIV

Conferência nos EUA apresentou pesquisas com medicamentos de profilaxia pré-exposição; chefe do programa da ONU afirmou que resultados são “importantes” para ações globais para acabar com a epidemia de Aids até 2030.

Foto: Irin/Eva-Lotta Jansson

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Conjunto sobre HIV/Aids, Unaids, saudou nesta terça-feira os resultados de uma série de estudos clínicos recentes sobre os efeitos de medicamentos antirretrovirais. As pesquisas foram apresentadas em uma conferência em Seattle, nos Estados Unidos.

Segundo o diretor-executivo do Unaids, Michel Sidibé, os resultados são “oportunos, importantes e vão avançar as ações globais para acabar com a epidemia de Aids até 2030”.

Prevenção

Na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas, o resultado de dois diferentes estudos sobre medicamentos de profilaxia pré-exposição mostrou 86% de eficácia na prevenção de novas infecções por HIV entre homens que fazem sexo com homens.

Uma terceira pesquisa abordou casais chamados sorodiscordantes, ou seja, onde apenas um dos parceiros vive com HIV. Segundo o estudo, acesso a este tipo de medicamento para a pessoa que não vive com o HIV combinado com acesso a terapia antirretroviral para a que é HIV positivo foi 96% eficaz em prevenir novas infecções.

Sidibé afirmou que “estes novos resultados são avanços significativos no progresso das ações para fornecer opções eficazes de prevenção ao HIV para homens que fazem sexo com homens e casais sorodiscordantes”.

Mulheres

Um quarto estudo, na África do Sul, teve menos sucesso. Apesar da pesquisa, que envolveu mulheres com risco maior de infecção por HIV, ter mostrado resultados decepcionantes, o estudo ainda fornece informação valiosa sobre a necessidade urgente de encontrar novas e eficazes opções de prevenção ao HIV para jovens mulheres.

O Unaids une ações de 11 organizações da ONU e trabalha com parceiros nacionais e globais para acabar com a epidemia de Aids até 2030.

O programa parabenizou todos os pesquisadores e saudou a “opção adicional altamente eficaz de prevenção ao HIV” oferecida pela profilaxia pré-exposição.

Foto: Irin/Eva-Lotta Jansson

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Conjunto sobre HIV/Aids, Unaids, saudou nesta terça-feira os resultados de uma série de estudos clínicos recentes sobre os efeitos de medicamentos antirretrovirais. As pesquisas foram apresentadas em uma conferência em Seattle, nos Estados Unidos.

Segundo o diretor-executivo do Unaids, Michel Sidibé, os resultados são “oportunos, importantes e vão avançar as ações globais para acabar com a epidemia de Aids até 2030”.

Prevenção

Na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas, o resultado de dois diferentes estudos sobre medicamentos de profilaxia pré-exposição mostrou 86% de eficácia na prevenção de novas infecções por HIV entre homens que fazem sexo com homens.

Uma terceira pesquisa abordou casais chamados sorodiscordantes, ou seja, onde apenas um dos parceiros vive com HIV. Segundo o estudo, acesso a este tipo de medicamento para a pessoa que não vive com o HIV combinado com acesso a terapia antirretroviral para a que é HIV positivo foi 96% eficaz em prevenir novas infecções.

Sidibé afirmou que “estes novos resultados são avanços significativos no progresso das ações para fornecer opções eficazes de prevenção ao HIV para homens que fazem sexo com homens e casais sorodiscordantes”.

Mulheres

Um quarto estudo, na África do Sul, teve menos sucesso. Apesar da pesquisa, que envolveu mulheres com risco maior de infecção por HIV, ter mostrado resultados decepcionantes, o estudo ainda fornece informação valiosa sobre a necessidade urgente de encontrar novas e eficazes opções de prevenção ao HIV para jovens mulheres.

O Unaids une ações de 11 organizações da ONU e trabalha com parceiros nacionais e globais para acabar com a epidemia de Aids até 2030.

O programa parabenizou todos os pesquisadores e saudou a “opção adicional altamente eficaz de prevenção ao HIV” oferecida pela profilaxia pré-exposição.

 

    7 comentários

7 comentários

  1. Jorge Trabulo Marques

    28 de Fevereiro de 2015 as 1:35

    `São de saudar os avanços nos estudos clínicos recentes sobre os efeitos de medicamentos antirretrovirais, nomeadamente a AIDS – Há noticias de que “Uma substância de combate à Aids desenvolvida por uma equipe americana se mostrou eficaz durante vários meses nos macacos, abrindo a perspectiva de um tratamento de efeito prolongado contra o HIV” . Refere a mesma notícias que vão ser necessários “ novos estudos, tanto nos macacos como nos seres humanos, antes da possibilidade de testes em grande escala”, sobre um vírus que, desde 1981, infetou quase 78 milhões”, destruindo “as células do sistema imunológico”, permitindo que o corpo fique exposto a doenças oportunistas, sobretudo a tuberculose, pneumonia e a outras doenças.” Trinta e nove milhões de pessoas morreram vítimas da doença, segundo estimativas da ONU.”
    De facto, os avanços da medicina, neste capo, são importantes – Pelo menos, já se alcançou que a doença passasse a crónica – Se bem a que ainda a preços incomportáveis nos países mais carenciados. E, é, com certeza, por onde vai ficar ainda durante muitos anos. Pois, de acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças norte-americano, o custo anual com tratamentos em pacientes com VIH ronda os 16,7 mil euros” – Obviamente que, a este custo, é uma miragem para milhões de seres humanos.
    Aos grandes laboratórios, não interessa a cura mas manter o paciente vivo, já que esta é a forma mais eficiente de lhes dar lucros mais duradouros – Sim, para os quais a morte é natural, a morte é prematura, a morte é industrial! – A industria farmaceuta é das mais prósperas: já lá vai o tempo dos grandes sacerdotes da medicina, desde Alexander Fleming aLouis Pasteur – Agora, como a investigação nos grande laboratórios está nas mãos de interesses privados, não se aposta na cura da doença mas em transformá-la crónica. De modo o paciente ir gastando medicamento atrás de medicamento. Estes não são concebidos para curar mas para ir usando, remediando.
    De recordar que “Não existe outra região do mundo, como no continente Africano, onde existem mais pessoas vivendo com a doença, ou que tenha sido a zona do globo onde maior de pessoas tenha morrido da doença.
    Apesar de ter sido o epicentro da doença, passaram vários anos para que existisse consciência da sua existência, e ainda muitos mais anos, para que estivessem disponíveis medicamentos a um preço suportável.” In Voz da América.
    NA DÉCADA DE 90 FUI COBAIA DE UM MEDICAMENTO PARA UM OUTRO TIPO DE DOENÇA – FELIZMENTE, VALEU A PENA ENFRENTAR OS RISCOS

    Na década de 90, foi-me detetado um problema de saúde grave: a medicação que me era prescrita, a nível de injeções que eu próprio teria de aplicar, cifrava-se pelos 60% – Mas comigo não resultava e a situação agravava-se, pelo que, um dia, o meu médico, coloca-me esta questão: você não tem mais cinco anos de vida, mas um laboratório quer testar um novo medicamento, está interessado em participar? O estudo previa abranger 60 pessoas em todo o país. Mostrou-me o protocolo, com a descrição da lista dos riscos inerentes, incluindo o da morte – Sem quaisquer benefícios materiais ou indeminizações. Não me importei de o assinar aceitando passar a tomar um comprido por dia. Disse-lhe: se morrer, ao menos que a minha morte tenha alguma utilidade para a ciência.

    Mas o estudo era também a nível global. Nalguns países recorriam-se às prisões – não era confinado a voluntários mas imposto a perigosos cadastrados. Muitas dessas pessoas, em Portugal, embora tendo assinado o mesmo termo de responsabilidade, vim a saber que acabaram por desistir, receosas de que pudessem morrer, pois quem assumia os riscos era o doente. Julgo que nem metade das pessoas, terão ido até ao fim dos seis meses do estudo – Como a vida é um bem precioso, conheci então um período de um certo misticismo. Sempre que podia, refugiava-me na minha aldeia, deambulando, noites inteiras, como as minhas túnicas brancas, lá pelos ermos penhascos, na vã esperança de que, desta forma, pudesse encontrar alguma cura miraculosa. Foi deste modo que iniciei o que eu chamo as caminhadas do Peregrino da luz .Depois de peregrinar pelos mares, em demanda das origens dos povos do Golfo da Guiné, por fim, nos ermos trilhos da terra. – Estou curado, Graças a Deus. Creio que por mim, já dei a minha cota parte a favor da ciência. O mau é que, no tocante a certas enfermidades, nomeadamente a do flagelo da SIDA, parece-me que ainda há imenso caminho a percorrer.
    Jorge Trabulo Marques – Jornalista e investigador

    • MJC

      28 de Fevereiro de 2015 as 21:37

      Sobre esta questão muita água ainda há de correr debaixo da ponte.
      O futuro dirá. Pelo menos já se consegue estabilizar os doentes com antiretrovirais e impedir as transmissões verticais i,e mãe filho,o que por si já é um grande avanço na medicina no meu entender.

      MJC
      Médica

      • LOUIS GUSTAVO

        8 de Abril de 2017 as 10:46

        Quero agradecer Dr.Wise para a remédios Herpes ervas que eu dei para mim. meu
        nome de Gustavo é Louis, pode contactar-me no facebook. Eu sou de Lisboa,
        Portugal. Eu estava a sofrer a partir de Vírus Herpes Simplex tipo 1 (HSV-1) durante 3
        anos. Mas, para Deus seja a glória, eu sou a medicina herbal Eu curo com isso
        Dr.Wise enviado para mim quando entrei em contato com ele. Quero usar este meio para
        Que a solução dizer a todos para nossa doença tem vindo, assim que eu gosto
        você entrar em contato Este grande curador no Seu endereço de e-mail:
        drwisehivhealinghome@gmail.com. Com ele todas as suas dores será ido, eu sou
        realmente feliz hoje que i também têm sido curado por este grande herbal
        curador. Agora estou negativa, o meu médico confirmou.
        Uma vez mais eu dizer um grande obrigado a Dr.Wise para as mãos de cura no meu
        vida, eu oro a Deus continuará a abençoe abundantemente e dar-lhe mais
        Aqueles ajudando a manter o poder que quer sua ajuda em suas vidas. Estou agora
        vivendo ao vivo normal, eu tenho uma nova namorada e eu não poderia ter pedido
        mais.
        Se você tem herpes, diabetes, HIV, HPV, câncer, asma, ou qualquer tipo de
        doença, eu está esperando para ajudá-lo. E-mail dele agora em diante
        drwisehivhealinghome@gmail.com ou chamá-lo 2349063191711.
        Este é o meu e-mail, se você ainda precisa do meu conselho: louisgustavo234@gmail.com
        .

  2. alvarez

    16 de Março de 2015 as 11:17

    Eu tenho vivido com esta doença mortal por mais de um ano, o meu marido, descobri que estávamos ambos HIV +. Tivemos tentar de todas as maneiras de viver nossas vidas, apesar desta coisa em nosso corpo não até que me deparei com este poderoso herbalista que interpretou que ele tinha o cure.At primeiro, foram mais céticos, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedimos para algumas de suas ervas e em poucas semanas depois de seguir o devido processo deste fitoterapeuta, fomos para um teste de como ele nos disse também fomos surpreendidos com a felicidade quando recebi o resultado na clínica. A taxa de vírus em nosso corpo caiu e em mais algumas semanas Estávamos totalmente cured.We também perguntou por que ele não veio para o mundo que ele tinha a cura e ele disse que fez em 2011, mas foi rejeitada pela equipe de pesquisa International. A coisa mais importante é para você ser curado Se você quer saber sobre este fitoterapeuta chamá-lo ou e-mail: herbalcure4u@gmail.com. Deus te abençoe.

  3. Lucy

    7 de Abril de 2015 as 0:41

    Estou surpreso e chocado sempre com o grande milagre que aconteceu na minha família, meu marido e eu fui a vários hospitais e I foram testados HIV positivo no ano passado em outubro e meu marido era HIV negativo Fiquei tão surpreso porque eu ainda estava doente na época e que nos levam para o hospital, mas o médico confirmou que ele tinha problemas renais. desde que gastaram dinheiro em torno de obter drogas de um hospital diferente, eu estava olhando através da internet para obter ajuda quando eu vi um comentário de pessoas falando sobre como Dr. Anthony Odia ajudou a curar sua doença HIV e outras doenças, I don ‘t acreditar, mas eu basta escolher para experimentar as ervas e entrei em contato com ele pelo e-mail (odincurahiv@gmail.com) e me digam o que fazer, mesmo que o meu foi mais estressante do que meu marido diferentes ervas foi enviado para nós. Para minha surpresa, meu marido e eu esperei pacientemente para o tratamento e as instruções dadas a nós por este homem chamado Odia e fomos para um exame médico e o resultado foi negativo e meu marido reconfirmou e foi bastante correta, mesmo o nosso médico foi confuso, ele disse que nunca viu esse tipo de milagre antes. Dr. Anthony Odia muito obrigado pelo bom trabalho em nossas vidas e Deus irá abençoá-lo para o bom trabalho que você fez. você também entrar em contato com o grande e poderoso homem, se você tem um problema, você pode ligar +2349032913215. enviar e-mail me se não pode chegar lucyawuah5@gmail.com ele.

  4. sonia stevens

    20 de Abril de 2016 as 0:48

    Olá eu sou Sonia Stevens pelo nome, eu estou dando um testemunho sobre o Dr. Ben grande Herbalist, ele tem a cura para todos os tipos de doenças, ele curou minha doença do HIV, embora eu passei site diferente vi diferentes testemunhos sobre diferentes herbalists, eu era como: “Muitas pessoas têm a cura de HIV por que as pessoas ainda sofrem com isso” Eu embora dele, então eu entre em contato com o Dr. Ben via e-mail, eu não acreditava nele que muito, eu só queria dar-lhe uma tentativa, ele respondeu meu e-mail e precisava de algumas informações sobre mim, então eu enviei para ele, ele preparou a CURA e enviá-lo para mim via serviço de correio UPS, eles me disseram que vai demorar 3-4 dias antes de eu vai receber o pacote, 3 dias depois, recebi o pacote e eu comecei a tomar o medicamento como prescrito por ele, após 7 dias de tomar o medicamento, fui para o check-up, I foi testado HIV negativos … Eu vou PARA AJUDAR ALGUÉM QUE FALE-lhe ajuda, se você é sério você será curado !!! Ele também pode curar todos os tipos de doenças como hypertities B, Diabities, Herpes.etc. contactá-lo via: drbenharbalhome@gmail.com ou whatsapp 2348144631509. Você também pode alcançar-me no e-mail: soniastevens1995@gmail.com

  5. vargas cynthia

    21 de Outubro de 2016 as 5:53

    Estou realmente muito feliz por minha vida; Meu nome é Cynthia Vargas maye, eu nunca pensei que eu vou viver na Terra antes do ano acabar. Eu tenho sido vítima de uma doença mortal (HIV) nos últimos 5 anos; Eu tinha passado um monte de dinheiro indo de um lugar para outro, de igrejas para as igrejas, os hospitais têm sido cada minha residência dia. verificações constantes até ter sido meu hobby não até o mês passado, eu estava procurando através da internet, eu vi um testemunho de como DR. Ben ajudou alguém na cura de sua doença HIV, rapidamente eu copiei o seu e-mail que é (drbenharbalhome@gmail.com) .Eu falei com ele, ele me pediu para fazer algumas certas coisas que eu fiz, ele me disse que ele está indo para fornecer o ervas para mim, o que ele fez, então ele me pediu para ir para exame médico depois de alguns dias após o uso do remédio herbal, eu estava livre da doença mortal, ele só me pediu para deixar o testemunho por todo o mundo, fielmente am fazê-lo agora, irmãos e irmãs por favor, ele é grande, eu devo a ele na minha vida. se você está tendo um problemas semelhantes apenas e-mail ele em (drbenharbalhome@gmail.com) ou simplesmente WhatsApp-lo em: + 2348144631509.He também pode curar doenças como câncer, diabeties, Herpes. Etc. Você pode alcançar-me no e-mail: vargascynthiamaye1995@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo