STP – Estratégias para o Turismo Sustentável

Em resultado da parceria estabelecida entre o Consulado de S. Tomé e Príncipe na Holanda, representado pelo cônsul honorário Piter van Welzen, e a NHTV Breda University of Applied Sciences, que integra uma das mais prestigiadas faculdades de turismo, deu-se início a um projeto de turismo sustentável para S. Tomé de longa duração. Em S. Tomé e Príncipe a parceria alargou-se à Direção Geral do Turismo e à Fundação Roçamundo, com a possibilidade de envolver outras entidades.

A primeira fase da sua implementação teve início em Fevereiro de 2015 com a vinda de três estudantes finalistas da NHTV Breda University of Applied Sciences para S. Tomé onde permaneceram cerca de 5 semanas. O trabalho de pesquisa incidiu sobre os seguintes aspectos: identificar as potencialidades turísticas de base comunitária em S. Tomé e Príncipe; perceber que estratégias podem serem utilizadas para a sua implementação e os moldes em que a sua operacionalização poderá ser feita.

cartazturismoAlgumas questões foram colocadas como base de partida para a investigação:

- Qual é a situação atual do turismo de base comunitária em São Tomé e Príncipe?

- Que atitude possuem as comunidades em relação ao turismo em geral e ao turismo de base comunitária em particular?

- As comunidades locais estão envolvidas no turismo de base comunitária e quais são as suas motivações?

- Como se pode estabelecer uma relação entre as comunidades locais, o novo mercado de turismo e os projetos de turismo de base comunitária.

A segunda fase do projeto terá lugar entre 25 a 30 de maio, em S. Tomé. Será feita a apresentação e a análise dos resultados das pesquisas efetuadas pelos estudantes, nomeadamente ao nível das Estratégias para o Desenvolvimento do Turismo Sustentável de Base Comunitária em S. Tomé. Esta fase contará com a presença dos professores universitários que acompanharam as pesquisas dos estudantes. Foram programadas vistas aos locais e comunidades de interesse turístico e, entre os dias 28 a 30, dar-se-á início a apresentação dos resultados dos estudos efetuados, workshops e um Field Trip à Roça Agostinho Neto. O objetivo é partilhar os resultados da pesquisa com os agentes, operadores e guias turísticos para que juntos possam criar um espaço de análise e reflexão sobre o turismo comunitário e para que seja possível passar à concretização de algumas ideias.

Esta fase do projeto teve o apoio financeiro do Governo Holandês através da sua representação diplomática em Luanda e do Consulado de STP na Holanda.

Fonte ; Roça Mundo

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*