Civis continuam a fugir dos ataques do Boko Haram no Chade

PARCERIA / Téla Nón – Rádio ONU

No início da semana, Exército Nacional Chadiano lançou ofensiva nas ilhas do Lago Chade, em resposta às ações dos insurgentes; Ocha afirma que 21 mil pessoas abandonaram suas casas em apenas uma semana.

 

Grupo de refugiadas nigerianas que deixaram o país após os ataques do Boko Haram. Foto: Acnur/D. Mbaoirem

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Os ataques persistentes das milícias nigerianas do Boko Haram levam à contínua fuga de civis das suas casas, segundo o Escritório da ONU para Coordenação de Assistência Humanitária, Ocha.

Na região do Lago Chade, as famílias estão a abandonar as suas residências de forma preventiva, devido às operações militares.

Ofensiva

O Ocha informa que o Exército Nacional Chadiano lançou uma ofensiva nas ilhas do Lago Chade na segunda-feira, em resposta aos ataques recentes do Boko Haram.

Em apenas uma semana, 21 mil pessoas fugiram de casa e procuraram refúgio junto a famílias de acolhimento em 13 locais da região. Organizações de auxílio humanitário levam artigos para as áreas de Bol e Baga Sola.

Comida

Na sua chegada, os novos deslocados internos precisam urgentemente de abrigo, comida, água, serviços de saúde e material de higiene.

Em Baga Sola, o Programa Mundial de Alimentação, PMA, conseguiu distribuir comida para quase 650 pessoas. Os civis também receberam auxílio médico.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

Leia Mais:

ONU quer que blocos africanos acelerem esforços para deter Boko Haram

Acnur alerta para aumento de refugiados nigerianos nos Camarões

Chefe da ONU condena ataques suicidas nos Camarões 

 

Notícias relacionadas

  1. img
    ANCA Responder

    Sr.Presidente da República

    Sr. Primeiro Ministro

    Sr. Ministro da Negócio Estrangeiro, Cooperação

    Nós demos o nosso voto de confiança, a direcção e comando da União Africana a Srª Zuma

    Igualmente devemos ter uma palavra sobre a realidade que está a afectar populações(Crianças, Jovens, Adultos, Idosos) vidas Africanas

    Existe uma realidade que como Africanos jamais podemos continuar a fechar os olhos ou a enterrar a cabeça na areia..

    Leiam o discurso do Primeiro Ministro Britanico Sobre a Emigração dos Africanos

    Esta sitruação de Boko Haram

    De entre outras

    Jamais podemos ficar calados, temos de agir, Interpelar

    Mediante nas costas dos outros vemos a nossa

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem
    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. img
    silvino_semedo@hotmail.com Mauro Silvino Semedo Responder

    Estimado(a) Sr./Sra. Anca,
    Gostaria que saísse do anonimato, pelo menos uma vez, e desse a cara. Talvez, pudessemos (nós, ambos)ter um debate sobre este assunto, em particular, por qualquer via dos média. Um desafio que lhe proponho. Compreendo que todos nós estamos a dar um contributo válido a democracia. Mas sinceramente, há coisas que, não conhecendo a sua amplitude e consequências, não deveríamos sequer falar delas. Este é um caso. Particular, de complexidades enormes e de difícil solução. O que não quer dizer que não tenhamos sentimentos, porque somos africanos e vivemos nesta região do globo. Ora, veja, se países ricos, tecnologicamente avançados, com capacidades militares entendida aqui como militarizada, têm dificuldades de conter ou melhor resfriar o conflito; vem V.Excia. pedir aos governantes reagir perante tal situação? Só para loucos..! Meu/minha compatriota, sabe que riscos representa a abertura do país a entrada livre de cidadãos estrangeiros? STP, por acaso sabe detectar um passaporte falso? Pense nisso..! Sabe o que representa um direcionamento de emigrantes para STP, por vias sarcásticas? Pensa nisso. STP, pelo vistos já vai muito mal, que o(a) amigo/amiga sabe muito bem, porque vive, conhece e até escreve (sempre comentários), sobre assuntos que são retratados pelos outros. Não lhe quero, de jeito nenhum silenciar a voz, aliás sugiro que nunca aceite tal atitude seja de quem for mas, por favor, saiba que há assuntos geo-estratégicos, politicos, económicos e diplomáticos que STP, apenas tem que olhar, à distância, no concerto das Nações. Se a tua panela ainda nem sequer ferveu, queres soprar o fogo na panela do vizinho? Tenha cuidado. Bem-haja! E, um abraço.

    Mauro Semedo

    • img
      WXYZ Responder

      … saiba que há assuntos geo-estratégicos, politicos, económicos e diplomáticos que STP, apenas tem que olhar, à distância, no concerto das Nações.
      Até quando ficaremos apenas a olhar à distância? Acho, no ponto de vista, que, o que ANCA quer sugerir é que comecemos a pensar, debater, agir (quer seja pelos bastiedores) ou em concertacao directa com outros paises ou seja FAZE CUALKE MUZULA, nao vamos sentar esperar que algo aconteca connosco depois pra agirmos. Saibamos antecipar determinados eventos.
      UM BEM HAJA.

  3. img
    ANCA Responder

    Caro Mauro Silvino

    Permita-me colocar algumas questões?

    São Tomé e Príncipe, faz parte do Região Centro Africana, bem como é membro da União Africana, temos um representante Sãotomense, Miguel Trovoada, quer muitos gostem pouco ou muito, temos um representante jovens, na representação da juventude da União Africana.

    Situações como emigração forçada, com perdas de vidas, de crianças, jovens, adultos idosos, no Mar de Mediterrâneo, jamais deve constituir, preocupações dos Africanos?

    Situações, como da Lempedusa, Calais, em que a grande parte opinião pública, Europeia, considera essas avalanche de emigração de pessoas, como-Baratas, Mosquitos, Escaravelhos- quando a própria opinião do Primeiro Ministro de Inglaterra, considerou chamou de Praga, acha que a União Africana deve ficar calada? Os Blocos Africanos devem Ficar Impávidos e Serenos?

    Situação dos Afro-Americanos que são Abatidos todos dias pela polícia Americana, por vezes somente por motivações Chenofobas, devem silenciar, a União Africana?

    Questões internas de conflitos regionais terrorismo no Continente Africano, com perdas de vidas humanas, com deslocações de populações, refugiados, deve silenciar as instituições, e opinião pública africana, a União Africana?

    Já tempo da União Africana ter uma posição mais interventiva, já é tempo de ajudar-mos com nossos contributos, conselhos, pedidos, exortação a resolver, tais problemas no Continente, bem como Trans-Continente Africano.

    A África, nos seculos XII, XIII, XIV, XV, XVI, XVII, XVIII, foi expoliada, da sua população, comércio de escravos, pelos Arabes e Europeus, expoliada da sua Identidade, dividiu-se o Território a regua e esquadro, sem ser em conta, a cultura e língua,(interesse era a busca de riqueza a conquista de novos mundos) característica de um povo, hoje temos Países(Territórios, Populações), em que populações com a mesma língua e cultura, separados por fronteiras Herdadas, pelo traçado, de regua e esquadro Europeu, …

    Compara a Europa, as fronteiras de Países Europeu e veja a Organização Composição, Territorial, Populacional e Administrativas.

    Ainda nos vendem quando estiveram em África, o continente estava bem administrado, …para quem?

    Hoje nos vendem que devemos adotar sistemas democráticos, respeito pelos direitos humanos…mas quando há emigração dos a, em Africanos á Europa em grande massa, são Baratas, Pragas, Insectos, Escaravelhos, etc, etc…
    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos Bem
    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  4. img
    ANCA Responder

    Um Território, Uma Região, Um Local despido de Populações, despido de Organização/Administração/Controlo, está… para além de ter poucos ou nenhuns efetivos(pessoas) a pensar, para trabalhar…para desenvolver modernizar progredir… mais grave se torna se estes Territórios, Região, Local, Populações, estão em conflitos, guerras, catástrofes humanitárias, emigração, fome, miséria, pobreza…

    Mais fácil se torna a exploração espoliação, roubo de riqueza e roubo de identidade destes territórios, região, local, populações…

    A Africa tem grandes dimensões de superfície onde a percorrer, verifica-se pouco, ou nenhum aglomerado de efetivos populacionais, isto por si só constitui uma desvantagem para o desenvolvimento, modernização e Progresso, … na paisagem a casas e quando as há estão dispersas por kms, … por há pouca troca de conhecimento, falta de informação, subdesenvolvimento…

    Verifiquem o mapa, ou se quiserem o Google Maps, a Asia, Europa, a America, e vejam como foi possível as circunstâncias processos da evolução e desenvolvimento….

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  5. img
    ANCA Responder

    Nenhum Território/População, desenvolve-se sozinho, nem isolando-se?

    Quanto mais partilha e troca de ideias, conhecimento, mais evolução e progresso tem, hoje muito mais depressa com advento, era das novas tecnologias…

Deixe um comentario

*