Destaques

Japão doa US$ 2,5 milhões para produzir energia de baixo carbono em África

PARCERIA – Téla Nón / Rádio ONU

Unido deve implementar plano de energia micro-hidráulica; agência destaca vantagens para o ambiente do sistema de fácil instalação e de custo baixo.

Acordo foi firmado pelo representante permanente do Japão para organizações internacionais em Viena, embaixador Mitsuru Kitano (esq.) e o diretor geral da Unido, LI Yong. Foto: Unido

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Japão concedeu US$ 2,5 milhões para ajudar a reforçar as tecnologias energéticas com baixo teor de carbono em África.

O programa é executado no continente africano pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial, Unido. A agência assinou o documento com o país asiático em Viena.

Tecnologia Ecológica

O entendimento prevê que sejam financiados projetos já em curso na Etiópia e no Quénia. As iniciativas ecológicas têm como base a energia micro-hidráulica de potência baixa.

O sistema consiste em pequenas centrais que são cada vez mais procuradas a nível local e privado pelo seu custo baixo aliado às facilidades de instalação. Com o acordo, pretende-se que o método garanta o acesso à energia renovável para aumentar a produção em zonas rurais africanas.

Tecnologia Convencional

A instalação de canais de água convencionais que incluem sistemas de rega de água para o consumo ou residuais, ocorre em menos tempo se comparada à tecnologia convencional de energia hidroelétrica.

O programa pretende expandir o avanço industrial sustentável e inclusivo através do aumento da produtividade, da criação de empregos e do uso de energia limpa e acessível. A outra meta é formar as comunidades locais sobre o novo sistema.

*Apresentação: Michelle Alves de Lima.

Leia Mais:

Ban afirma que agora é “a hora de ação”

 

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo