00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Unesco deve mandar equipe de especialistas para restaurar Palmira

PARCERIA – Téla Nón / Rádio ONU

Cidade síria foi libertada do controle do Isil; diretora da agência da ONU e presidente russo discutem situação por telefone; Irina Bokova está pronta para enviar equipe de especialistas para avaliar danos ao local.

Sítio arqueológico de Palmira na Síria. Foto: Unesco/F. Bandarin.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Proteger e preservar o patrimônio de Palmira é o objetivo da Unesco, após a cidade síria ter sido retomada do auto-proclamado Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

A diretora da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura discutiu a situação numa conversa por telefone com o presidente da Rússia no domingo.

Experiência

Irina Bokova disse a Vladimir Putin que está pronta para enviar uma equipe de especialistas à Palmira, para que o grupo possa mapear os danos ao local, considerado pela Unesco Patrimônio Mundial.

O presidente russo afirmou que pode fornecer apoio imediato à missão da Unesco, assim que a situação de segurança permitir. Putin garantiu à Bokova que especialistas russos do Museu do Patrimônio de São Petersburgo têm experiência na reconstrução de patrimônios sírios.

Preparos

A chefe da Unesco também conversou por telefone com o diretor do Departamento de Antiguidades Sírias, Maamun Abdulkarim. Ela o convidou para ir à sede da agência nos próximos dias, para que acompanhe a preparação da missão de especialistas da Unesco.

Segundo Bokova, restaurar a cidade de Palmira é essencial, porque “o patrimônio cultural é importante para a resiliência, a unidade nacional e a paz”. O representante sírio agradeceu o apoio da Unesco e reafirmou a necessidade de garantir a restauração de Palmira, sob a liderança da agência da ONU.

Em abril, a Unesco promoverá uma conferência sobre a reconstrução do patrimônio cultural da Síria. A cidade de Palmira estava sob poder do Isil nos últimos 10 meses, mas no fim de semana, o exército do país retomou o controle do local histórico.

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*