Destaques

Pnuma lança iniciativa para proteger os recifes de corais

PARCERIA – Téla Nón / Rádio ONU

Novo relatório da agência da ONU diz que as atividades humanas causaram quase 20% do seu desaparecimento; documento cita branqueamento sem precedentes dos corais na área conhecida como Grande Barreira de Recife, na Austrália.

Foto: Pnuma Grid Arendal/Glenn Edney

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, lançou esta quarta-feira uma nova iniciativa para proteger os recifes de corais em todo o mundo.

Em Nairóbi, no Quênia, onde está sendo realizada a segunda Assembleia da ONU para o Meio Ambiente, o diretor-executivo da agência, Achim Steiner, afirmou que “os humanos causaram o desaparecimento de quase 20% dos corais”.

Patrimônio Mundial

Segundo Steiner, “para que a área tenha uma chance de lutar é necessária uma ação precoce e eficaz para combater a mudança climática”.

O Pnuma informou que “houve um branqueamento sem precedentes nas regiões norte e central das Grandes Barreiras de Corais”, localizadas na Austrália.

O local é considerado Patrimônio Mundial da Unesco, a agência da ONU para Educação, Ciência e Cultura.

Maldivas e Índia

O branqueamento também foi registrado na região central do Oceano Índico, nas ilhas Maldivas, no Sri Lanka e nas ilhas Laquedivas, na Índia. Nessa última região o problema atingiu 100% dos corais em alguns locais e muitos não vão sobreviver.

O relatório revelou que o branqueamento é uma das principais ameaças aos corais de recifes. Quando o problema ocorre, os corais se tornam mais vulneráveis à erosão e perdem sua estrutura.

O mecanismo de proteção dos corais lançado pelo Pnuma conta com informações ainda da Agência Nacional Atmosférica e Oceânica dos Estados Unidos, Noaa, do WWF, do Centro de Ciência Climática das Ilhas do Pacífico e do Serviço Geológico americano.

Leia Mais:

ONU reúne celebridades contra comércio ilegal de vida selvagem

Especialista da ONU elogia Brasil por iniciativas de proteção à fauna e flora

 

    2 comentários

2 comentários

  1. ANCA

    28 de Maio de 2016 as 18:11

    Muito bem

    Boa iniciativa

    Que nos possa servir de exemplo, de medidas e politicas de protecção do ambiente e dos corais,…para o bem da Humanidade enquanto fazemos parte dela.

    Se se queres ver o teu País bem

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. a tua mae

    3 de Novembro de 2016 as 16:36

    ola cabrao, a tua pila e pequeana e a tua mae chupou me toda! a tua ma tem o buraco maior q a tua tia pois ela e mais aberta q a cratera do etna

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo