00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

PMA: violência do Boko Haram leva mais de 5 milhões a passar fome

PARCERIA -Téla Nón / Rádio ONU

Agência reforça operações de apoio aos afetados na Bacia do Lago Chade; meta é acompanhar aumento de deslocados e de áreas acessíveis; mais de US$ 122 milhões são necessários para atuação até o fim de 2016.

O PMA alertou que 5 milhões de pessoas enfrentam fome em áreas afetadas pela violência das milícias islamitas Boko Haram. Foto:PMA/Adel Sarkozi

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Programa Mundial de Alimentação anunciou o aumento das suas operações para fazer chegar ajuda a mais de 1,5 milhão de necessitados na Bacia do Lago Chade.

O número corresponde a 16% das pessoas que precisam de assistência humanitária na região africana.

Ajuda

Em nota, a agência alertou que 5 milhões de pessoas enfrentam fome em áreas afetadas pela violência das milícias islamitas Boko Haram.

A ação dos insurgentes aumenta as necessidades na área já vulnerável, onde cerca de 1 milhão de pessoas já tinham recebido ajuda do PMA.

As razões que levaram ao aumento de operações são a subida das necessidades num momento marcado por novos deslocados e mais áreas acessíveis na Nigéria.

Estação Chuvosa

A previsão é que a fome aumente durante a época chuvosa e de escassez que dura até setembro. Por isso, a agência apela que a ajuda essencial seja rapidamente colocada à sua disposição.

Até o fim do ano, o PMA precisa de US$ 122 milhões para continuar a prestar assistência alimentar e nutricional aos deslocados e às comunidades anfitriãs da Bacia do Lago Chade.

*Apresentação: Denise Costa.

Leia e Oiça:

Força regional recuperou 80% do território controlado pelo Boko Haram 

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*