00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

António Guterres: “Presto minha homenagem a Mário Soares”

PARCERIA – Tèla Nón / Rádio ONU

Ex-presidente português faleceu neste sábado em Lisboa aos 92 anos; em nota, o secretário-geral da ONU afirmou ter recebido notícia com  a profunda emoção e agudo sentimento de perda”; Guterres defendeu que legado de Soares “ultrapassa em muito as fronteiras de Portugal”.

Mário Soares discursa na Assembleia Geral da ONU. Foto: Arquivo ONU.

Laura Gelbert, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou ter recebido com  “profunda emoção e agudo sentimento de perda” a notícia do falecimento do ex-presidente de Portugal, Mário Soares, neste sábado em Lisboa aos 92 anos.

Guterres expressou suas “sentidas e amigas condolências” aos familiares de Mário Soares e disse já ter falado com os filhos do ex-presidente português, Isabel e João, a quem expressou sua “solidariedade neste momento doloroso”.

Empenho político

Em nota emitida por seu porta-voz em inglês e português, o chefe da ONU declarou que Mário Soares “moldou a vida política em Portugal de forma indelével”, por “seu empenho político firme e corajoso e pelos princípios e valores que coerentemente prosseguiu ao longo da vida”.

O secretário-geral defendeu que a “liberdade foi sempre valor de referência” de Soares.

Para Guterres, “em grande medida” é ao ex-presidente que deve-se a “democracia, a liberdade e o respeito pelos direitos fundamentais de que todos os portugueses puderam usufruir nas últimas décadas e que são hoje valores adquiridos” ao país.

Homenagem

No comunicado, o secretário-geral afirma prestar sua homenagem a Mário Soares, certo de que ele estará na “memória e na história” de Portugal como “um homem livre que quis que todos vivessem em liberdade e que lutou toda uma vida para que isso fosse possível”.

 

mario-soares-ga-2Mário Soares discursa na Assembleia Geral da ONU.

Para Guterres, “a dimensão do legado” de Mário Soares, no entanto, “ultrapassa em muitos as fronteiras de Portugal”.

Segundo o chefe da ONU, ao ex-presidente deve-se “a plena integração” do país à comunidade internacional. Guterres defendeu ainda que o apego de Soares “à liberdade e à democracia fazem dele um dos raros líderes políticos de verdadeira estatura europeia e mundial”.

Notícias Relacionadas:

Obituário: Mário Soares 1924 – 2017

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Nuno De Menezes Responder

    Perder alguém que amamos para a morte é injusto e cruel, mas infelizmente esse é o destino de todos aqueles que vivem. Sei que está sofrendo muito, mas a única forma de superar essa dor é aceitando a realidade e tentar encontrar conforto nos braços de quem ficou e nas memórias de quem se foi.

    Encare esta despedida como um adeus temporário, pois quem se foi agora apenas partiu mais cedo e na eternidade voltarão a encontrar-se. Tenha fé e força, e continue lutando pela sua vida e assim prestará homenagem a quem partiu.

    Nuno Menezes
    Reino Unido, Lincoln

Deixe um comentario

*