Escassez de água até 2040 deve afetar 660 milhões de crianças

 

Alerta foi feito pelo Unicef para marcar o Dia Mundial da Água, este 22 de março; mais de 800 crianças morrem todos os dias de diarreia por falta de água potável e saneamento básico, além de condições impróprias de higiene.

Mais de 800 crianças com menos de cinco anos morrem diariamente de diarreia porque não têm acesso à água potável, saneamento básico e condições adequadas de higiene. Foto: Banco Mundial/Allison Kwesell

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que 660 milhões de crianças vão viver em regiões com escassez de água até 2040.

O relatório “Sede do Futuro: Água e Crianças num Clima em Mudança” foi lançado esta quarta-feira para marcar o Dia Mundial da Água, este 22 de março.

Riscos

O documento analisa as ameaças à vida e ao bem-estar das crianças causadas pelo esgotamento das fontes de água potável e a forma como as mudanças climáticas vão intensificar esses riscos no futuro.

O relatório afirma que atualmente mais de 660 milhões de pessoas no mundo não têm acesso a recursos hídricos adequados e quase 1 milhão fazem suas necessidades a céu aberto.

Mais de 800 crianças com menos de cinco anos morrem diariamente de diarreia porque não têm acesso à água potável, saneamento básico e condições adequadas de higiene.

Segundo os especialistas do Unicef, mulheres e meninas gastam 200 milhões de horas carregando baldes de água todos os dias no mundo inteiro.

Impacto

O relatório diz ainda que o impacto da mudança climática pode ser evitado e faz uma série de recomendações, entre elas, pede que os governos planejem as alterações na disponibilidade e demanda de água pelos próximos anos.

É preciso, acima de tudo, diz o documento, dar prioridade ao acesso de crianças consideradas mais vulneráveis à água potável. As ameaças climáticas devem ser integradas em todas as políticas e serviços relacionados com água e saneamento.

Para o Unicef, os investimentos devem ter como prioridade as populações de alto risco. As indústrias têm de trabalhar com as comunidades locais para prevenir contaminação e as comunidades devem explorar maneiras de diversificar as fontes de água e aumentar a capacidade de armazenamento.

 

Notícias relacionadas

  1. img
    ANCA Responder

    O que refere a notícia acima, se se analisarmos, no capitulo da população os dados estatísticos nacionais do último recenseamento geral sobre a população e habitação, comparando coma realidade diária de desaparecimento dos rios, situação das latrinas em São Tomé e Príncipe, a questão de saneamento básico, recolha e gestão de resíduos sólidos urbanos(lixos), a questão do acesso a água potável, de que ainda a dias pronunciou o ministro da educação na visita a uma escola, abate indiscriminado das arvores, a situação das florestas, os sintomas das alterações climáticas, o avanço do mar, a extração da areia, a questão de doenças diarreicas nos hospitais e centros de saúde(ver estatísticas) compreenderemos a frágil situação nacional.

    Medidas,…deveras importante de modo acelerar, processos de reformas, organização, procedimentos, formação de base, ação coordenadas, no planeamento ordenamento do Território, População, Mar, Administração, quer a nível social, cultural, ambiental, desportiva, política, na economia do mar, econômica e financeira.

    Planos, políticas, ação para as questões da gestão hídrica, florestal, a gestão do solo, saneamento do meio, higiene e segurança, proteção estudos analises recursos e vida marinhas, a biodiversidade vegetal animal,…os surtos de doenças endemias de origem primaria nos cuidados de higiene do território, população, etc….

    A limpeza dos passeios e estradas, controlo de pragas, (ratazanas, pulgas, piolhos, caraças, mosquitos, moscas), controlo sanitário dos animais, animais soltos nas vias públicas, planos de ordenamento do território, planos de ordenamento das atividades populacional, a reflorestação, aproveitamento de água, controlo de aleitamento cursos dos rios, barragem, energias limpas, plantio de arvores, infraestruturas de saneamento de meio, caleiras, esgotos, furos de águas, recolha e tratamento dos resíduos sólidos urbanos, bem como os recicláveis, etc, etc…

    As Câmaras Municipais Distritais, devem dispor de valências que permitam, levar a cabo alguns dos objetivos acima descritos, pois que devem desempenhar, assumir a responsabilidades, na educação formação infantil e básicas em coordenação com o Governo central de forma estruturada planeada, a questão dos resíduos sólidos, limpeza, lavagem de passeios e estradas, e colaboração com a Corporações dos Bombeiros Municipais Distritais, Saneamento do Meio, quando chove há determinados bairros ruas que ficam enlameados, impedindo o transito pedonal e de viaturas, de nada custa com campanhas e ajudas da população fazer um murro de proteção de aluimento de terras, lamas, assim se diz de esgotos e ramais com a colaboração com a empresa de agua e eletricidade EMAE, na aera da saúde com os Hospitais e Centros de Saúde, para sensibilização populacional para ações de higiene e limpeza, cuidados a ter com manuseamento dos alimentos, etc, etc, muito muito se pode fazer hoje e agora, por vezes com pouco dinheiro, a introdução de procedimento organização dos serviços, para modelo utilizador pagador, de modo a gerar bem estar as comunidades, ainda a preço simbólico, salvaguardando aqueles, que na verdade, carecem de recursos, pois que desta forma seria também uma forma de encorajamento e incentivo ao trabalho,…

    Se se queres ver o teu País(Território/População/Administração), bem

    Acredita em ti

    Juntos somos capaz, juntos somos mais fortes

    É possível progredirmos, melhorar o nosso Território, temos que agir, fazer mais e melhor por cada irmão cidadão nosso SãoTomense, por cada comunidade nossa, quem quer ajudar pensa faz na hoje e agora.

    Os números começam a dar-nos coragem, para mais

    Acredita és capaz, faz por ti e pelo teu País(Território/População/Mar/Administração).

    E lembremo-nos sempre disto o Continente que tem menos Rios, com menos escorrências de água, com escassez de chuva, que sofre de secas é a África, dado os paralelos em que se encontra,(quem sofrerá mais no mundo?), reflitamos a notícia acima, mudemos de atitude.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. img
    ANCA Responder

    E Lembra-te, tu nasceste selvagem, mais que um partido, ou uma religião, ou um modelo de pensamento.

    Tu pertences a ti, não és de nínguem

    Quando uma criança, nasce selvagem a que cuidar dela

    Onde não há pão, não há sossego,…

    Acredita em ti, faz mais por ti e pelo País, jamais fiques a espera do partido, ou de uma religião ou de um Governo.

    Juntos somos capaz, juntos somos mais fortes

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

Deixe um comentario

*