Unicef: 22 milhões de crianças podem morrer de fome em breve

 Agência da ONU alertou que precisa urgentemente de US$ 255 milhões para cobrir as necessidades humanitárias no Iémen, no norte da Nigéria, na Somália e no Sudão do Sul.

22 milhões de crianças podem morrer de fome em breve se a comunidade internacional não fornecer ajuda urgente. Foto: Unicef/Mackenzie Knowles-Coursin

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que 22 milhões de crianças podem morrer de fome em breve se a comunidade internacional não fornecer ajuda urgente.

O Unicef afirmou que “o tempo está a acabar” e que precisa de US$ 255 milhões para cobrir as operações humanitárias no Iémen, no norte da Nigéria, na Somália e no Sudão do Sul.

Malnutrição

A agência da ONU informou que milhões de crianças passam fome, estão doentes, deslocadas e fora das escolas nesses quatro países. Quase 1,4 milhão estão em risco iminente de morrer por malnutrição este ano.

O diretor dos Programas de Emergência do Unicef, Manuel Fontaine, disse que as autoridades aprenderam com situações anteriores, como por exemplo na Somália, em 2011.

Segundo ele, “quando a crise de fome foi declarada no país, um número não anunciado de crianças já tinha morrido e isso não pode acontecer de novo”.

A declaração de fome foi feita há um mês no Sudão do Sul e deve ser anunciada também, em breve, no Iémen, na Nigéria e na Somália onde os conflitos forçaram as pessoas a deixarem sua casas e plantações. A seca matou os animais e destruiu as colheitas.

Ação

Fontaine afirmou que “as crianças não podem esperar por mais uma declaração de fome antes que a comunidade internacional entre em ação”.

Com o dinheiro pedido, o Unicef vai fornecer água, comida, serviços de saúde, educação e proteção pelos próximos meses.

O apelo atual, faz parte de um pedido mais amplo, de US$ 712 milhões, 50% a mais do que foi requisitado para esses quatro países durante o mesmo período do ano passado.

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*