Destaques

 Angola eleita para Conselho de Direitos Humanos da ONU

Escolha foi realizada nesta segunda-feira na Assembleia Geral; em entrevista à ONU News, embaixador angolano destacou agenda de desenvolvimento declarando que “não se pode falar de direitos humanos sem falar em desenvolvimento” e “não há desenvolvimento sem direitos humanos”.

Grupo de diplomatas angolanos que acompanharam a eleição do país ao ciclo do Conselho de Direitos Humanos com início em 2018.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

Angola foi eleita esta segunda-feira para fazer parte do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas entre 2018 e 2020.

Logo após a eleição, o embaixador angolano junto às Nações Unidas em Genebra, Apolinário Jorge Correia, falou com a ONU News sobre o novo mandato e lembrou que o país já fez parte da Comissão dos Direitos Humanos.

Desenvolvimento

“Saiu da Comissão e agora veio para o Conselho, portanto, já não é novato nos Direitos Humanos, tem alguma experiência a transmitir. E nós vamos a esse Conselho com uma outra agenda, o desenvolvimento. Porque não se pode falar de direitos humanos sem falar em desenvolvimento. Porque não há desenvolvimento sem direitos humanos.

Dos países africanos, Nigéria, Senegal e República Democrática do Congo também foram eleitos para o Conselho esta segunda-feira.

Os outros novos integrantes do órgão são Eslováquia, Ucrânia, Chile, México, Peru, Afeganistão, Nepal, Paquistão, Austrália e Espanha, enquanto o Qatar renovou o mandato para a novo ciclo que inicia a 1 de janeiro de 2018.

Para garantir a representação geográfica, os Estados-membros concorrem em uma das cinco categorias correspondentes a cada região. Os membros do Conselho não podem servir por mais de dois mandatos consecutivos.

 

 

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo