. . . SÓ NOS RESTA REZAR . . .

Publicado em 18 Set 2008
Comentários; fechado

Eram estadanilo.jpgs as palavras da ministra da Defesa, quando abordava a questão dos dois últimos pescadores desaparecidos e ainda por encontrar, nos mares do Príncipe. O governo, o Estado santomense, rigorosamente nada fizeram. Únicas palavras : SÓ NOS RESTA REZAR. Acredito mesmo que nem isto fizeram. Mais preocupados andam com as viagens, os negócios, não os do Estado senão onde tirarem vantagens pessoais.

Claro que o país não tem meios de busqueda e salvamento. Já o devia ter se as mentes dos dirigentes ao longo destes anos não estivessem astrofiadas em volta de ganhos individuais com total desprezo pelo mártir e sacrificado povo. Eram vinte horas, mais uma desgraça. Desta vez o navio Therese.

O navio que servia a ligação às Ilhas, com muito orgulho, dedicação e sentido patriótico inquestionável dos seus proprietários e tripulantes. Se a memória não me falha, há cerca de quatro anos pude acompanhar e pedir socorro internacional face a eminência de um acidente no mar com este mesmo navio. O navio estava desaparecido, carregado de bens e pessoas. A semelhança de todas outras situações congéneres, as autoridades santomenses nada fizeram nas primeiras horas.

Felizmente tudo se resolveu. As búsquedas nocturnas de forma heróica feitas por um outro navio santomense, mas as realizadas no dia seguinte pela Força Aérea Portuguesa, e a coragem de todas as tripulações envolvidas, deram resultados. Ontem infelizmente, nada pode a heróica tripulação nem mesmo os corajosos passageiros fazerem. Perdeu-se vidas humanas, não foram mais devido a coragem . SÓ NOS RESTA REZAR para que de facto os homens que governam S.Tomé e Príncipe comecem a olhar para o seu povo.

Senhores Membros do Governo Regional, os assuntos do país são devera sérios. A inércia, o deixa andar, o discurso e acções comedidas em troca de facilitações pode arruinar-nos, e comprometer o futuro. Senhor Presidente Fradique de Menezes, Senhor Primeiro Ministro, Dr Rafael Branco, Senhores Ministros e Gestores de Projectos e Fundos, Senhores ex Ministros e ex Presidentes, com contas recheadas no estrangeiro, suspendam as vossas actividades previstas ou em curso no estrangeiro. REGRESSEM AO PAÍS.

Tenham a coragem de pelo menos partilharem nem que seja por ultima e única vez com as famílias santomenses enlutados hoje, DEVIDO O VOSSO DESLEIXO E DESPREZO POR ELAS.

Danilo Salvaterra

Um dia depois do acidente de 16 de Julho