ENAPORT é uma empresa financeiramente sã

Publicado em 11 Fev 2009
Comentários; fechado

Após váriorafael1.jpgs anos numa situação de falência técnica, a empresa nacional de administração dos portos(ENAPORT), está sã. A garantia é do primeiro-ministro Joaquim Rafael Branco(na foto), após uma visita esta manhã as instalações da empresa no porto de São Tomé. Segundo o Chefe do Governo a ENAPORT já consegue pagar as suas obrigações fiscais, garante o salário mensal dos seus trabalhadores, bem como outras despesas de funcionamento. Uma avanço que de acordo a Rafael Branco, ocorreu após a mudança na administração operada pelo seu governo. Pela primeira vez nos últimos anos a empresa que administra os portos, sai do sinal vermelho e vê uma luz ao fundo do túnel.

Para além de avaliar as contas da ENAPORT, que estão saudáveis, o Chefe do Governo conversou com a administração e a representação dos trabalhadores, sobre o futuro da empresa.

Rafael Branco explicou que em 2012 o porto de águas profundas a ser construído em Fernão Dias, deverá iniciar as suas actividades, e o futuro do porto de São Tomé localizado na baía de Ana Chaves, já está a ser construído.

O Primeiro-ministro apontou o acordo assinado recentemente com a Sonangol, para modernização do porto de São Tomé, como sendo prova desta preparação. Em parceria com a petrolífera angolana já estão a ser feitos estudos que permitam a utilização racional do actual porto são-tomense.

Uma comissão composta por peritos são-tomenses e angolanos, vão fazer o levantamento das necessidades em equipamentos e outros meios, exactamente para projectar o futuro do porto que data da era colonial, bem como das dezenas de pessoas que lá ganham o pão de cada dia.

Abel Veiga