Governo e a Sonangol reactivam a execução de projectos estruturantes

O Governo e a petrolífera angolana Sonangol decidiram definir o calendário de actividades para modernizar o aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe, e o porto de Ana Chaves. A petrolífera angolana deverá também entrar no capital social da empresa de electricidade bem como na companhia aérea STP-Airways.

Desde 2008 que o governo são-tomense, assinou um memorandum de entendimento com a companhia angolana Sonangol, para execução de vários projectos considerados como estruturantes.

Na última semana o Presidente do Conselho de Administração da Sonangol veio a São Tomé para assinar mais um acordo com o novo governo, com ênfase para a dinamização dos projectos inscritos no memorandum e a inclusão de mais dois sectores onde a Sonangol deve intervir, nomeadamente a produção de energia e transporte aéreo.

Por isso segundo o ministro do plano e desenvolvimento Agostinho Fernandes(na foto), o novo acordo é diferente do anterior. «A diferença é que nós fixamos um quadro concreto de intervenção, ou seja, falamos de datas concretas em que as coisas devem acontecer e não apenas voltar a manifestar intenções. A partir daqui dentro de um lapso de tempo relativamente curto, vamos começar a ter intervenções concretas da Sonangol, a nível desses dois projectos», sublinhou o ministro.

Desta forma segundo o governo, a partir de 2011 acções concretas vão ser realizadas no aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe e no porto de Ana Chaves. «No caso do aeroporto por exemplo, a questão da iluminação, a questão dos carros bombeiros, a questão da melhoria da aerogare, por aí fora. Tudo que se traduz na melhoria desses dois sectores. Logo no início do próximo ano, teremos acções concretas a nível deste entendimento entre o governo e a Sonangol», assegurou o ministro.

A modernização do aeroporto internacional de São Tomé e do porto de Ana Chaves, implica investimentos avultados. O ministro do plano e desenvolvimento, garante que o valor será estudado e definido entre as duas partes. «Vai haver muito brevemente discussões concretas e no âmbito dessas discussões concretas, vamos falar de tudo aquilo que deve ser feito em termos de intervenção e obviamente com a avaliação, onde ficarão traduzidos os custos necessários a essa intervenção. Mas como disse estamos a falar de investimentos avultados», frisou.

Através do investimento na modernização do aeroporto internacional a Sonangol, passará a ter participação directa na gestão da infra-estrutura. «Como sabe o momeorandum de entendimento que foi assinado com a Sonangol, previa a possibilidade de uma concessão de gestão e exploração. É neste prisma que estamos a discutir com a Sonangol», reforçou o ministro.

.

O novo acordo alarga a intervenção da Sonangol para o sector de produção de electricidade. A Sonangol detém cerca de 80% do capital social da empresa são-tomense de combustíveis a ENCO. A empresa de electricidade, a EMAE, deve a ENCO mais de 14 milhões de dólares. Dívida que abre as portas para a Sonangol entrar na EMAE. «Isso é uma das possibilidades a considerar. Estamos a reflectir sobre a situação da EMAE. Estamos a estudar as possibilidades de injectar capital e poder de alguma forma recuperar essa situação financeira difícil da EMAE», explicou Agostinho Fernandes.

A companhia aérea de bandeira São-tomense, STP-Airways, é outro sector estratégico que o governo pretende ter a Sonangol como parceiro. «Houve de facto conversações no sentido de se continuar a discutir com vista a entrada da Sonangol no capital social da STP-Airways com a possibilidade de trazer ao país duas aeronaves para fazer as ligações sub-regionais e internacionais também», pontuou.

Ainda no início de 2009, a companhia petrolífera angolana, lançou a primeira pedra para a construção de um porto petrolífero no norte da ilha de São Tomé. Um porto que deverá oferecer serviço logístico as embarcações que circulam no golfo da Guiné. No entanto as obras de construção do porto nunca tiveram início. «De facto é um projecto importante mas não está no âmbito dessas conversas que tivemos recentemente. O governo sabe em que pé está a situação, mas não podemos fazer tudo ao mesmo tempo», concluiu o ministro do plano e desenvolvimento.

Através da Sonangol , Angola dá provas contundentes de que continua a ser parceiro estratégico de São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

  1. img
    tenham ambicao Responder

    Mais uma vez ja se ve que a construcao de um aeroporto novo e um porto de aguas profundas e uma miragem,(aeroporto,porto)que falta de ambicao tem os sucessivos dirigentes que vao passando por ai, nesse pais nao se faz nada de concreto para gerar emprego nunca se faz nada de novo estamos lixados nessa terra..

    • img
      Ilum Iname Responder

      Investimentos não rentáveis só comprometem o desenvolvimento do País. Não se podem desviar os parcos recursos financeiros que o País consegue mobilizar para projectos faraónicos. Tanto o porto de água profundas como um aeroporto internacioanl jamais terão um grau de rentabilidade que os possa justificar. Estou crente que a Sonangol é gerida de forma profissional e não irá portanto lançar dinheiro à rua (ou ao mar). Irá melhorar o existente, mas construir novo de raíz, não. Agora pergunto-me: dado que não se conhece competência da Sonangol nestas áreas, não há grave risco de sair obra tosca?

  2. img
    Visão de Domingo Responder

    É caso para dizer k quando vejo é k vou acreditar!! Mas devemos ser sensivel também caso o projecto venha a ser posto na patrica é fixe para o País, e fica como mais um trabalho deste governo k até agora sinceramente só tomou medidas boas ou más nõ sei…mas a verdade é esta.que decepção Tovoada…cerca de 20 jovens d riboue estão zangados contigo…prometeste bastante e agora só estás a expreme-los..com as tuas medidas de austeridade.Patrice cuidado com Poder.Poder é breve. Força

  3. img
    Veneno de Cobra Preta Responder

    Este Governo no início disse que STP deixaria de ter um parceiro estratégico, afinal pelo que vejo Angola é muito mais do que isso, pela boca morre o peixe.
    Esses investimentos aqui anunciado também já tinha sido anunciado pelo Rafael Branco, afinal de contas, Rafael não era tão mau como vocês faziam crer as pessoas.

    São-tomenses é um povo perigoso é preciso ter coragem.

  4. img
    benavides pires sousa Responder

    caro Abel Veiga.

    podias apenas informar-me se sabes como posso aceder aos outros jornais? tipo o arvo por exemplo?

    é que nao se ve link na nova pagina da cst.

    por favor, atentamente!

    • img
      Téla Nón Responder

      Creio que na nova página da CST, deve-se clicar no Links Úteis. Aí estão todos os jornais, incluindo o Téla Nón.

      • img
        benavides pires sousa Responder

        devo estar cego, porque nao vejo nenhum link que diga útil aqui.
        veje:

        http://www.cstome.net/pt/internet

        de todos modos, obrigado pela ajuda ou por ter tetado ajudar.

        agradeco!

        • img
          Dlima Responder

          Meu caro, não é uma questão de cegueira. Basta veres para o canto inferior direito da página que está lá “Links Úteis”

          • img
            benavies pires sousa

            obrigado dlima

            gracas a ti por fim vi. de facto tava meio escondido aquilo.

  5. img
    Batepá Responder

    Notícia interessante, sem dúvidas.

    Contudo, uma coisa ficou bem explicita, o Governo anterior não andou a trabalhar assim, tão mal quanto se fez passar ao longo das campanhas.

    Penso que devemos estar atentos à questão de sectores estratégicos, deter 80% da ENCO e passar a ser accionista, quem sabe maioritário, da EMAE, sinceramente é de preocupar qualquer um, independentemente das excelentes relações que o país estabelece com a Angola.

    FUI

  6. img
    já se me conhece pelo nome Responder

    No pais do leve leve

    I

    Nasce o dia ao sabor do canto do galo
    E por todo o pais até cantagalo,
    Pelas ruas citadinas, bem como nos vales e obos
    O labor se executa que nem um calo
    Pra os infortunados feito robos
    Onde tambem eu apressado pelas vias resvalo
    Perseguindo a inocente vitima que é o pao
    Que forcosamente me é auferida
    Pelo desnutrido tostao do ser hoje professor

    Caminhando rumo ao liceu
    Passo pela Sé junto ao tribunal
    Que negligenciando ambos de pleno ao Céu
    Practicam sua justiça e sentença final
    Pelo livre arbitrio de mimosos e matuloes
    Que embora já crescidos
    Quiça somente brinquem de mimosos deuses, corruptos,
    Gananciosos ou de ladroes…

    II

    Fuuu ! É gravana. Faz algum frio,
    Mas vejo sorridentes tanto adultos como crianças
    Fazendo mergulhos à desproposito
    Nas gélidas aguas gravanais ou cacimbais,
    Abracando vigorosas as benditas lulas
    Em torno da outrora bela Ana Chaves,
    Com ansias de restaurar o pancreas,
    Tanto vem de perto como de zonas díspares
    Como bombom, trindade, almas e água- arroz
    Salve que as sólidas plantas dos pés
    O fardo das suas carcaças fisicas suportam
    Graças à Deus!

    Já o porto ao pé da ex praia P.M
    Hoje batizada praia da ilha
    é cada vez palco de trambiques
    Como uma meretriz, ruinosa e desordeira filha,
    Desde os despachantes até os
    Imberbes ratoneiros todos feito matilha
    Aspirantes da moda gang da quadrilha
    Enquanto que, quem realmente é designado P.M (policia militar)
    Com cintura netamente espartilhada
    Condenado pela constante dieta forçada
    Forcas mal tem pra o inspirar e folegar
    Quanto mais para manter a ordem?!

    III

    Fim de tarde. Mais um dia laborioso,
    Pelos passeios feito quadros tracejados de barro
    Passo por entre a multidao eufórica
    Buscando algo que de um prato menos custoso
    E o que parece cemiterio de infantís negociantes
    Inundando estes mesmos passeios e ruas
    Contrastam com os cadáveres
    Do já encerrado cemitério Alto de S.Joao
    Que para os de animo leve como eu
    Causa dores, naúseas, enjou e vertigem
    Que nem o terraço do prédio do banco central
    Tao ínfimo, mas tido como mais alta catedral
    Deste imperio de regencia semi selvagem.

    IV

    Há noites em que estrelas cintilam
    Na bela imensidao dos céus,
    Outras porém cintilam as cafucas
    Enfeitando feiamente os tetos dos lares
    Quotidianamente em pleno seculo xxi !

    Onde no aque/del/rei
    Duma infortuna ocorrencia…
    Justa e simples é a resposta de nao passar
    Apenas de um, o carro bombeiro
    Que tal como o homem apenas possuidor de duas maos
    Tristemente ele passa de um
    Porquanto nada faz simultaneo em polos distintos

    V

    Sim. Testemunho ocularmente
    Sem fazer vas conjecturas
    Pancreas que flamejam
    Estomagos que crepitam
    Sob tronco e costelas á descoberto
    Nos desnutridos cadàveres em pé.

    Outrora o que fora alimento dos porcos
    Hoje gracas à Deus dá origem
    Aos prazenteiros pratos de soo de matabala,
    nao obstantea jaca, a fruta com coco; bencaos divinas!

    V1
    Batem-se os táxis frenéticos
    Pelas ruas esburacadas em plena capital
    Onde sofregam carburadores e molas agastadas
    Onde ora range furioso os dentes
    Ora geme o conductor inculpe
    Carente da périta licença sobre os buracos
    Que nao lhe fora exigida aquando do exame de conducao.

    As palaiés robotizadas e opulentas
    Embalam gamelas vigorosas
    Simbolo impar do seu ardúo e honesto labor,
    Na boa fartura dos seus peixes
    Frequentemente voador ou fedorento tubarao
    Que é perfume involuntario de muitos de nòs
    Que processamos nossos destinos em táxis
    quem tambem o garante é o
    Amigo e pescador Augusto,
    Tambem garante o nome, pois o mesmo é robusto,
    Agro, rude, colossal
    Primando sem nenhuma excepcao
    Do derradeiro perfume de nacional marca
    (Catchinga forte de tubarao)
    Hoje paatentada em todos os circulos da vida social
    Tendo indisfarçavel denominacao social e origem
    “only made in sao tomé”
    Por isso que ao pescador Augusto
    nao é que lhe careça a acçao
    que dá sentido ao verbo banhar
    pois ele é heròi e dono dos rios e mares
    somente carece-lhe o verdadeiro
    sentido da expressao “bom banho”
    pois o preco do sabonete e desodorizante disparam janela afora,
    nao obstante a incultura do uso e seu ensino
    que sim é a nossa nacional e maior propriedade intelectual

    VII

    É verdade, novamente deslizo embalado
    Rumo ao liceu, tendo a mao o livro de portugués
    Disciplina esta que a diario leciono
    E nao matemática,física ou filosofia
    Mas desta ultima, da qual nao me ilusiono,
    E sem sombra do vago conhecimento que possuo
    Constato que:
    Ha quem ainda vida na era sofista
    Em que a arte do palavreado
    Já era desde entao, degrau de acesso ao poder
    Aqui, tanto mais que nada fazem
    Do que a luta por meio da fútil retórica
    Que lhes confere ascensao ao cargo politico
    Quem dera que fossem ao menos sapateiros
    Que no genuino lustro dado a cada sapato
    Ademais dum bate papo fraterno
    Com o cliente gentilmente ministrado
    Poder-se-ia sentir o tom real de cada pele.

    É assim e esse nosso
    Sao Tomé e Principe
    Mas como já dizia o outro:
    é a cegueira do estar tudo leve leve.
    “Esta tudo leve leve”…
    2002/Lisboa

    autor: já se me conhece pelo nome.

  7. img
    Mario Pinto Responder

    ver para crer

  8. img
    zeme almeida Responder

    Meus caros compatriotas deixemos de ser hipocritas e deixem o governo trabalhar.Pelo que vejo muita gente tem estado a usar este espaco para tentar confundir a nossa populacao e tentar des- valorizar a accao do governo.Se governo pensa em elabolar um projecto ou querer dar seguimento a um outro do anterior governo so criticas.Faz-me recordar Heitor Costa{INVEJA}.Nos os Saotomenses somos invenjosos connosco porque? Que tipo gente somos n`os? Dos sucessivos gorvernos que tivemos neste Pais tudo esta na mesma porque as pessoa sao orgul-hos daqueles que estao poder.Quando estao no poder o povo que os elegeu nao existe e quando vem a oposicao aparecem como os salvadores.Como dizia o Dr. Agostinho Neto{Se os inimigos nos ataca e porque esta- mos no caminho certo}.O governo precisa de espaco para trabalhar o povo esta cansado.Viva S.Tome and Principe.

  9. img
    zeme almeida Responder

    Quero dizer{sao orgulhosas}

  10. img
    vava Responder

    INVEJA,INVEJA,INVEJA!!!!! so

  11. img
    visão de domingo Responder

    É lamentavel como muitos usam este espaço de forma anárquica. O Senhor Abel nos propoccionou um excelente lugar para debates e partilha de opinião e não um local de desabafo.
    Invejos são todos aqueles que chamam os outros invejosos!! Se o Governo de Que se diz de mudança não está a trabalhar há que se aceitar isso, meus caros!! é claro como água, este governo de “Varela e Patrice” é um governo MMM -Miséria,Medidas,Malandrisse.PK que não se pode dizer e criticar este quando nós criticamos bastante os Governos anteriores.
    Sejamos imparcial meus senhores.

    • img
      Walthamstow-london Responder

      Amigo,
      concordo com todas as palavras deixadas por ti.Muitas pessoas depois de depositarem, esperanca em excesso num determinado governo, nao conceguem enxergar a realidade dos factos.Falar e facil, pois transformar em accoes reais, o que se fala, e o que ate hoje nenhum governo conseguiu fazer e tenho mtas duvidas se este fugira a regra.

  12. img
    Salvador da Pátria Responder

    Compreendo perfeitamente a frustação de cada um de nós relativamente à situação em que se encontra mergulhado o nosso lindo país, de nome Santo.
    Discordo da opinião proferida pelo Senhor Visão de Domingo com relação actuação do Actual Governo.
    Digo isto, porque actual governo está no poder apenas há alguns meses bem como está a governar sem orçamento aprovado.
    Sou de opinião que devemos opinar sobre os problemas do país de forma desapaixonada, independentemente da nossa sensibilidade política.
    Devemos conceder o benefício da dúvida a este governo por razões acima mencionadas.
    Sejamos sérios e honestos!
    Viva RDSTP!

  13. img
    zeme almeida Responder

    Fique quieto visao de sabado.Sabendo que o tomou posse a pouco tempo,voces invejos,querem que as coisas caem do ceu de um dia para outro.O governo anterior esteve quanto no poder.O partido que sustentou o gorveno anterior com homens cheios de experiencia de governacao,o que fizeram?Preciso da sua resposta.

  14. img
    zeme almeida Responder

    Visao de domingo.{que o governo tomou posse}.{esteve quanto tempono poder}.Quero dizer

  15. img
    Samangwana Responder

    Essas notícias são tranquilizantes para passar manteiga na população. Estamos habituados com esses projectos fictícios, cujo objectivo dos políticos, é ganhar tempo. Petroleo, Porto de Agua Profunda, Zona Franca, Aeroporto, Bunker em Neves, e outros… Início do HOTEL LAIKA na antiga Feira de Ponto que devia começar em Dezembro… Acordem muleques, nós não temos futuro…. Hummm

  16. img
    Mangulú Responder

    É necessário que este governo faça um aeroporto de raiz, com melhores condições de acolhimento para os passageiros. Que comece já a pensar num aeroporto para o futuro. Deixar de construir aeroporto domestico,mas sim um aeroporto internacional,com capacidade de receber vôos em transito.Com um aeroporto de prestação de serviço o pais sai a ganhar e gerar mais emprego para a nossa população que bem precisa de trabalhar.Enquanto o petróleo não sai temos que arranjar alternativas para o desenvolvimento do pais.Nós somos muito pequeno,si um administrador com 160 mil funcionário na sua empresa não consegue administrar com sucesso esta empresa ele nunca mais terá sucesso em gerir uma empresa com 200 mil funcionários.

  17. img
    Flogá Responder

    Ché! Daqui a pouco pra ir de férias pra STP provavelmente teremos de pedir visto à embaixada de Angola ou a Sonangol.hahahahha

  18. img
    Hugo Lima Responder

    Comentar para quê, ja basta dos meus compatriotas, agora é esperar e ver para crer. São tomé meu país.

  19. img
    pobre dos ricos Responder

    Sao tome deixou de ser pais do leve-leve é mais pesado do que imaginamos porque põe-se a dizer léve-leve mas muita coisa esta acontecer.Sao tomé ja é de Angola lol.mas que povo é esse que aceita tudo????
    nao ha ninguem q saiba faser bomb….????

  20. img
    pobre dos ricos Responder

    O que me admira é no facto desses senhores que acham que governam mas não governam nada, terem passado coisas na suas infâncias,juventude tais como:muitos ANDARAM DESCALÇOS,PASSARAM FOME,PARTIRAM CAROÇO, ESTUDARAM A LUZ DE CANDEEIROS etc sabem o que um pobre, povo sem condições passa e nada fazem para ajudar simplesmente estão a ignorar o seu próprio passado gente infeliz. E hoje vendem a sua própria nação.

  21. img
    Rosto de Cara Mamão Responder

    Apoiar e criar mais instituições democráticas, promover reformas económicas, criar empregos, aumentar a mobilidade social, construir infra-estruturas e as fábricas, e melhorar as condições de segurança através de STP!

Deixe um comentario

*