ERHC está a negociar partilha de produção dos seus blocos na Zona Económica Exclusiva São-tomense

ERHC, é uma empresa de capital nigeriano, que segundo observadores conseguiu sobreviver graças ao acordo que assinou com São Tomé e Príncipe na década de 90. Fruto do tal acordo ganhou direito de escolher blocos de petróleo de São Tomé e Príncipe, para explorar e sem pagar bónus de assinatura.

Tendo nas mãos um acordo, singular na história do petróleo, a ERHC exerceu direito sobre os blocos 4 e 11 da zona económica exclusiva são-tomense. Por isso os dois blocos foram excluídos do primeiro leilão de petróleo realizado pelo país.

Esta semana representantes da empresa que estava em maus lençóis, e que passou a ser sustentado por capital nigeriano, começaram a negociar com a Agência Nacional de Petróleo, as modalidades do acordo de partilha de produção dos dois blocos de petróleo de São Tomé e Príncipe que escolheu a seu bel-prazer. «A ERHC seleccionou os blocos 4 e 11 e passamos a fase de negociação do contrato de partilha de produção com a ERHC. Começamos agora e pensamos ao longo dos próximos meses terminar o acordo», declarou Carlos Neves, Director Administrativo da Agência Nacional de Petróleo.

São Tomé e Príncipe não recebe nenhum tostão em bónus de assinatura pelos dois blocos. «Nestes contratos não estão previstos bónus de assinatura, porque o acordo inicial com o Estado são-tomense, prevê que a selecção dos blocos pela ERHC, não implica o pagamento do bónus de assinatura» explicou Carlos Neves.

Alguns são-tomenses são sócios da ERHC. As negociações em curso visam definir alguns aspectos que darão corpo ao contrato de partilha de produção, nomeadamente as obrigações fiscais, o apoio social que a companhia deverá garantir ao país, e um programa de trabalho a ser desenvolvido nos dois blocos.

A semelhança da ERHC, a companhia Equator Exploration também beneficia de direito de opção sobre os blocos de Petróleo de São Tomé e Príncipe. Esta companhia escolheu os blocos 5 e 12. Segundo Carlos Neves, a Agência Nacional de Petróleo e a Equator Exploration já negociaram o acordo de partilha de produção dos dois blocos. A assinatura do acordo deverá acontecer ainda este ano, reforçou Carlos Neves. «O mais importante para nós é que haja empresas a fazer estudos na nossa zona económica exclusiva, para que possamos conhecer qual é o potencial que existe na nossa zona», concluiu.

As negociações com a ERHC, deverão prolongar durante os próximos meses.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    ESMERALDA Responder

    MEU DEUS

  2. img
    Pedro Cravid Responder

    Sempre as mesmas equipas de incompetentes,gente desonesta,que com estes nunca mais este país saíra da situação que si encontra.Todos os dias as mesmas artimanhas sem fim….sinceramente…

  3. img
    lino Responder

    de certeza que este negócio já está a beneficiar muita gente .
    esses senhores da dita agência nacional de petróleos andam todos com ar de boa vida……ja andam a mamar a grande e a francesa.
    s.tomé pderoso que nos acuda!
    só esquemas a volta disso tudo.

  4. img
    Máfia Siciliana Responder

    A máfia São tomense, chega a ser mais perigosa do que a máfia chinesa!

    Assinatura de contrato, sem qualquer pagamento de bónus de assinatura?! Alguém tem que meter ordem nessa agencia nacional de petróleo, pensei que Patrice tivesse coragem suficiente para por andar de lá, aviadores, historiadores e não só..

    Patrice afinal a máfia é mais forte…

  5. img
    fidelito Responder

    ESTA NOTICIA ESTÁ INCOMPLETA, SR ABEL VEIGAS.
    QUEM SÃO OS SANTOMENSES (POLITICOS) QUE SÃO SÓCIOS DESSA EMPRESA ERHC; E QUE POR CAUSA DISSO PREJUDICARAM DESSA FORMA O NOSSO PAÍS?

  6. img
    Paracetamol 500mg Responder

    A Agência Nacional de Petróleo devia pautar pelo principio da transparências, publicando as características das agências que estão interessadas em explorar petróleo nas aguas santomenses, como também quem são os sócios dessas empresas.
    ERHC pertence ao Guilherme posser, Rafael branco e outros do MLSTP, e a Equator Exploracion pertence ao Patrice e Miguel Trovoada…

  7. img
    Uamato Responder

    ACABEMOS COM ESTA PALHACADA DE PETROLEO

  8. img
    fidelito Responder

    SR JORNALISTA DO TELANÓN,

    GOSTARIA QUE EXPLICASSE AOS LEITORES FIEIS DESSE DIÁRIO DIGITAL, QUEM SÃO ESSES SÓCIOS DE ERHC.

    AGUARDAMOS

  9. img
    J.Rufino Responder

    Concordo plenamente consigo meu caro,se na lei de petroleo exige transparência porque não o fazer,será que esses Santomenses andam escondidos?…basta disto,que tipo de tecnicos temos,que tipo de gente comfiamos para fazer negocios em nosso nome?…enfim..pelo menos comem dinheiro que fassam alguma coisa…

  10. img
    Mimi Responder

    Ja estou tao cansada deste negocio de petroleo… Mas mesmo assim, era bom tentar saber e divulgar quem sao os socios desta e de todas as outras empresas de petroleo com contratos ou interesses em STP. Afinal de contas,estas informacoes devem ser publicas uma vz que o petroleo e um bem nacional! O que diz a lei (ou constituicao?) a este respeito?

  11. img
    "LADRÃO À PÁTRIA" Responder

    ESTA NOTICIA ESTÁ INCOMPLETA, SR ABEL VEIGAS.
    QUEREMOS URGENTEMENTE QUE DIGAS QUAL DOS POLITICOS LADRÃO QUE SÃO SÓCIOS DESSA MALDITA EMPRESA?
    OS SANTOMENSES QUEREM SABER JA?

  12. img
    Gé Borges Responder

    Desculpe perguntar ao Tela Non, o Abel Viegas (que escreveu a noticias), e ao especial SOCIOS DO ERHC:
    O CONTRATO, PELO QUE TOCA NO BONÚS DE ASSINATURA… NÃO IMPLICA O PAGAMENTO PARA SÃO TOMÉ E PRINCÍPE (COFRE DO ESTADO), OU PARA OS CABEÇAS DESSA ORGANIZAÇÃO… OU AMBOS OS LADOS, ESTÃO A SAIR SEM UM TOSTÃO DISSO TUDO?
    Porque como conheço os Santomenses, duvido muito que nenhum dinheiro tem estado a sair dessa parte (Bloco 4 e 11).

    Gé Borges

  13. img
    Respeito Por Favor Responder

    Povo guardem vossas armas!
    Povo guardem vossas armas!
    Povo guardem vossas armas!

  14. img
    gfernandes Responder

    Se não estou no erro, o Capala é aviador e Carlos neves é licenciado em historia, porque que eles ocupam cargo que não são compatíveis com as suas competências ,cargo como este exige alguém que seja bom na negociação, temos que por pessoa certa no lugar certo,em condições normais um guarda-redes nunca joga ponta de lance,é por causa destas aberrações que stp sai sempre prejudicado!

  15. img
    Adelino izi Responder

    o olhar desse pessoal,parece que foram surpresos a fazer algo de errado, como se fossem pegos com a mao no saco, sera?

  16. img
    abdel coelho Responder

    Mas uma vez somos enganados, enquanto isso os senhores que firmaram o contrato estão enriquecendo a custa das riquezas dos Saotomenses. Meu povo abre olho porque a continuar assim não vamos a lado algum. Gostava de saber como alguns sócios da empresa ERHC que estava em falência consegui assinar um contrato e não dar bónos ao país, mais insólito é ter sócios Sao Tomenses. O que Carlos Neves fez em STP para ser Director Administrativo da Agência Nacional de Petróleo. Quanto ele e seus comparsas ganham servindo-se do país, em vez de servir ao país.

  17. img
    Barão de Água Izé Responder

    A Agência Nacional de Petroleos, publica as suas contas, relatórios e planos estratégicos? Não deve STP, periódicamente ser informado do que se passa? Quem são os sócios da ERHC que têm cargos directivos na Agência Nacional de Petroleos? Isto não é conflito de interesses?

Deixe um comentario

*