Economia

ENCO constroi posto de abastecimentos de combustível no Príncipe

A Região do Príncipe poderá contar dentro de dez meses com um posto de abastecimento de combustível da ENCO. Orçado em cerca de Um Milão e Meio de dólares,  a primeira pedra para construção do posto de abastecimento de combustível, foi lançada no começo da semana.

O Ministro da Descentralização e Assuntos Parlamentares Arlindo Ramos, Director Geral da Empresa Nacional de Combustível e Óleo Osvaldo Vaz e o Secretario Regional das Infra-Estruturas Nestor Umbelina, colocaram a primeira pedra para construção do posto de abastecimento de combustíveis. Uma infra-estrutura que a ilçha do Príncipe deixou de ter há mais de 20 anos.

Com capacidade para 30 mil litros, a futura bomba de combustível vai aliviar os grandes constrangimentos ao nível de abastecimento do mercado da Região Autónoma com combustíveis.
A crise cíclica de combustíveis no Príncipe, é provocada pela pouca frequência na ligação marítima entre as duas Ilhas.
O investimento que vai gerar emprego e contribuir para o crescimento da Ilha do Príncipe, está a cargo da empresa “JAA” e é de total responsabilidade da Empresa Nacional de Combustível e Óleo (ENCO) E a SONANGOL, permitindo assim, o Governo Regional ver ultrapassada uma das suas revindicações junto ao Governo de Patrice Trovoada.

Fredibel Umbelina

    18 comentários

18 comentários

  1. Jacinto

    6 de Janeiro de 2012 as 10:45

    Deus existe mesmo….

  2. Telavive

    6 de Janeiro de 2012 as 10:47

    E mesmo assim, Patrice Trovoada cria obstáculos ao progresso da ilha do Príncipe com apenas ano e meio de governação!

  3. J.Rufino

    6 de Janeiro de 2012 as 11:31

    Enfim…ainda bem que teve este primeiro ministro esta visão e graças ao habitante da região autonoma do Príncipe,que não baixaram os braços exigindo destes politicos demagogicos que andam neste país,não fiquem por ai continuem a exigir o que e vosso e que e de todos para bem de todos.O povo do Príncipe que não tenham medo que””luta deve continuar e que a vitoria e certa””….
    Viava STP…

  4. BRUNO DAS NEVES

    6 de Janeiro de 2012 as 11:53

    Parabens a Regiao, so espero que os responsaveis pela obra saibam cumprir na intriga os prazos e os acabamentos da referida obra, para que os residentes da ilha se orgulham daquilo que sera o bem comum dos da regiao.
    Por outro lado, precizamos dar tempo ao tempo, isto porque nao planta hoje para colher hoje, de certeza, nao digo isso por ser membro ou simpatizante do ADI, mas
    sim por achar que devemos depositar alguma confianca no governo do mesmo isto poque, por la ja passaram decimo terceiro governo constitucional da republica, so empobrecemos durante estes anos todos, agora so pedemos acreditar que as coisas podem melhorar. Bem aja a todos, viva S.Tome e Principe!

  5. Anderson N. Ceita

    6 de Janeiro de 2012 as 12:46

    Seja como fôr!… Falta muita coisa para ser feito na nossa ilha irmã.Senhor Primeiro Ministro, por favor cumpra com a promessa feita. Seja mais prudente com nossos irmãos do Principe.Porque eles merecem de tudo e de bom.
    Viva Partido UMPP.Continuam a lutar pelo vosso direito.

    • Fijaltao

      10 de Janeiro de 2012 as 1:19

      Anderson, não use a expressão e a linguagem que usa em relação ao primeiro ministro, porque dá entender que vocês do Príncipe estão a pedir batatinhas ao primeiro ministro! O primeiro ministro só tem é que cumprir com os seus deveres de primeiro ministro e como cidadão chefe de um governo para bem das duas ilhas! O vosso Presidente Cassandra que deixe lamexas e comece a ser o verdadeiro líder de cara levantada, peito esticado e mãos encolhidas, comportando-se como chefe de uma nação e não como comissário político que quando quer tomar decisões, tem que vir à capital comunicar ao governo federal! Deixe deixem de ser tímidos e hajem como povo de uma nação!

  6. Joao Batepa

    6 de Janeiro de 2012 as 14:31

    Festejos apenas depois da obra estar concluida e a funcionar.
    O negocio desta bomba vai gerar 400mil dolares para bolsos de bandidos e pode ser que a obra n seja concluida.
    quantas primeiras pedras foram lançadas em STP? quantas delas ergueram-se?

  7. Põe boca não tira

    6 de Janeiro de 2012 as 15:47

    Parabens príncipe, estejam atento para que esta obra não seja mais uma daquelas que fazem cá em São Tomé sem qualidade nunhuma e que demore eternidade oara terminar……

  8. gigolo

    6 de Janeiro de 2012 as 16:01

    Apesar de não ser do Príncipe fico feliz por vos. É bom lembrar-mos que somos um só povo e uma só Nação. Que façam mais coisas boas na ilha do Príncipe e que começem a pensar na discentralização dos serviços Públicos em São Tomé.

  9. helmerdias

    6 de Janeiro de 2012 as 17:40

    Só acredito quando estiver constroido e afuncionar,poque ja muitos negocios foram lançados para espaço com as primeiras pedras,e nunca mais voltaram.Mais sera bom para todos de são-tomé e princípe especialmente para princípe.assim governo central é FIXE.

  10. luisó

    6 de Janeiro de 2012 as 18:05

    daqui a dez meses?
    já percebi, mais uma promessa que não vai ser cumprida…
    desenganem-se…

  11. lino

    6 de Janeiro de 2012 as 23:17

    Disseste bem, meu amigo.
    Um só povo e uma só nação.
    è isso que somos.
    E seremos sempre.
    Que Deus abençôe S.tomé e Principe e os seus filhos.

  12. boot

    7 de Janeiro de 2012 as 12:18

    haver vamos.. oxala que finalizem essa obra, amem.. para nao passar so de lançamento de pedras, é o que o governo de sao tome mais sabe fazer.. se for para lançar pedra e nao fazer mais nada, eu tambem sei lançar pedra.. de tanto lançar e lançar, qualquer dia o governo vai começar a acertar com pedras a população… fiquem…

  13. a verdade

    8 de Janeiro de 2012 as 16:51

    Onde é que estava o MLSTP todo esse tempo em que o povo de Principe andava a sofrer, eu nao sou do ADI mas por favor nao julguem o homem por causa de um ano de governacao mesmo sabendo que estavam la muitos que nao fizeram nada. Enco pelo visto é uma empreza Angolana e todos nos sabemos a relacao que existe entre Angola e o partido MLSTP, quantas viagem o Sr Rafael e o Sr Aurelio Martins nao fizeram pra Angola mas nao resultaram em nada, isso é so pra sabermos quanta ma fé existe neste pais… Enfim

  14. Minu yéé

    9 de Janeiro de 2012 as 19:09

    Só lançaram a pedra para deixar o pessoal mais calmo.
    para não ser tão pessimista acredito que essa obra só concluirá na próxima fase de campanha.

  15. Fijaltao

    10 de Janeiro de 2012 as 1:10

    Eu, sinceramente não entendo a autonomia do Príncipe! Será que o dito Presidente Regional da ilha do Príncipe é mesmo Presidente ou é Comissário político do primeiro ministro! Ora vejamos; A dado momento em relação a tudo quanto tenho lido em relação ao desenvolvimento do Principe, sempre se fala na ultrapassagem de reinvindicações entre o primeiro ministro e o presidente regional!
    Será que tudo que este senhor faz no príncipe terá que dar satisfações ao governo central? Dêem-me uma explicação sobre isto porque estou confuso com esta história de autonomia! Ora vejamos, se o Príncpe tem o seu orçamento e o restante que vem do governo central, não vejo razões que o presidente regional para fazer uma obra pequena como esta terá que dar satisfações ao governo central! Se o Presidente do Príncipe durante estes anos todos ainda não estudou os dossiers autonomia, que dê lugar a pessoas mais competentes e com espirito de liderança e chefia de modo a evitar as guerras existentes entre a pepública e o presidente regional. tenho dito.

  16. Iazalde santos

    10 de Janeiro de 2012 as 9:03

    Os mentirozo pode rounpe com iso?toma cuidado com este governo povo de Principe.

  17. manu mau

    10 de Janeiro de 2012 as 16:34

    mas um posto de trabalho para familia cassandra, isto que é mau minha genteoooo.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo