Economia

Produção agrícola em risco na roça Pinheira, antiga dependência de Ubua-Budo

A falta de água está a constituir sérios problemas para os agricultores da roça Pinheira. Isto depois de em Agosto de 2011, o Governo ter inaugurado um depósito de água para garantir a produção hortícola na comunidade.

O depósito de água de 6 metros de cumprimento, que custou mais de 103 mil euros, deixou toda água vazar nas suas paredes, exactamente no dia da inauguração. Isto aconteceu em Agosto de 2011, e foi relatado pelo Téla Nón. Os agricultores da Pinheira, roça de grande potencial na produção de hortaliças, chamaram atenção das autoridades para o fiasco que tinha sido o projecto de captação e distribuição de água para os campos agrícolas.

1 ano depois os agricultores voltam a reclamar. «Nós  os pequenos agricultores daqui da roça Pinheira estamos a sofrer muito com a carência de água tendo em conta que nesse tempo de gravana  aquilo que nós tínhamos pensado que água pudesse nos satisfazer, não esta e nós assim pensamos que o governo pudesse nos ajudar, dar-nos uma mão mais uma vez,  de modo a fazermos uma nova capitação», disse o agricultor Albano de Sousa.

Os camponeses de Pinheira,  vivem daquilo que produzem no campo e neste momento estão a ser confrontados com a falta de água para a irrigação das suas plantações. Face a esta situação, fizeram um apelo as entidades competentes. «As plantas estão numa fase de desenvolvimento e se percorrerem a área verão que as plantas estão todas a morrer», acrescentou.

Mais de 100 mil euros, foram por água abaixo, na construção do depósito, os agricultores ficaram sem água para garantir a segurança alimentar, e até a data presente ninguém foi responsabilizado pelo fiasco.

Sónia Lopes

    27 comentários

27 comentários

  1. Lede di alame ça ua

    10 de Setembro de 2012 as 6:50

    Talvez esse dinheiro nem custeou a construcao, provavelmente algum ladrao de gravata meteu algum no bolso; logo a costrucao nao spode ser solido…..

  2. Brigadeiro

    10 de Setembro de 2012 as 7:35

    Mais que raio de obra é esta? É claro que esta “porcaria” não custou nem metade do valor anunciado. Esta construção parece ter sido feita por um “bate chapa”! Peçam responsabilidade!

  3. Joven Santomense

    10 de Setembro de 2012 as 8:18

    Responsabilizar como sabendo que os tribunais não funcionam!!!!!

  4. Nando

    10 de Setembro de 2012 as 8:25

    103(Cento e tres) mil euros para a construção deste pequeno depósito? Alguém pode me explicar? O valor não é muito elevado?

  5. fernando neves

    10 de Setembro de 2012 as 9:03

    Hum, deixem-lhes trabalhar. Sélá zémé tan ê. Não me resta outra alternativa, caso não serei despedido……………….

  6. keblancana

    10 de Setembro de 2012 as 10:18

    O engraçado é que ningu’em ‘e responsavel por isto. Ali’as quem tem a coragem de responsabilizar algu’em ???
    Resultado, vivê cu ta lá em baixo!….

  7. E agora.?!...Falo eu

    10 de Setembro de 2012 as 10:41

    Isso tem um nome… é corrupção, é gestão danosa. Não há fiscalização, não há responsabilização…as coisas vão acontecendo e os responsáveis continuam impunemente. Não se vê um único projeto/obra onde se pode dizer que o mesmo foi um sucesso. As vezes me pergunto…se a china, ao invés de construir o Palácio dos congressos, tivesse dado dinheiro à STP para construi-lo, será que o mesmo seria construído?

  8. tutu

    10 de Setembro de 2012 as 12:00

    tribunal quando funciona?

  9. Santosku

    10 de Setembro de 2012 as 12:24

    Pedir responsabilidade é a mas sensata. Agora quem vai pedir responsabilidade e a quem é outra maka. O Tribunal não funciona, próprio Governo encobre seu Ministro e o Ministro seu Director e vamos encobrindo e ninguém tem culpa no Cartório e assim vai o nosso país, tristeza.

  10. viver ke sta la, viver muito éé

    10 de Setembro de 2012 as 12:56

    onde é ke anda o nosso tribunal? cadé o procurador geral? isso eles nao falam, so dao pra gastar e mais gastar, coitado é filho de pobre que anda a passar fome e os senhores andam de sima pra baixo no carrao; a viajar passar ferias nas europas, nas americas etc,

  11. Polis

    10 de Setembro de 2012 as 13:11

    Quem foi o responsável pelo projeto? Quem foi o responsável pela obra?

    Quem recebeu e/ou geriu os financiamentos provenientes do Governo de Taiwan e da União Europeia?

    Segundo o artigo do tela non de 25/O8/2011, Taiwan disponibilizou 1.729.256.000 dobras, a União Europeia e 813.330.652 dobras, totalizando 2.542.568.652 dobras, o equivalente a 103 mil euros.

  12. ADI

    10 de Setembro de 2012 as 13:17

    Povo nos elegeu!!!!Deixe-nos trabalhar.

  13. cucumba no buraco

    10 de Setembro de 2012 as 13:20

    Eu tenho medo de pronunciar,para não me mandarem para desemprego;Senão dizia uma coisa(…):
    Advinha!

  14. CT

    10 de Setembro de 2012 as 13:24

    Sónia Lopes – cuidado com Osgar Medeiros.
    Ele vai lhe chutar

  15. Sao Tome Principe

    10 de Setembro de 2012 as 14:33

    Antes de mais gostaria felicitar o tela non pelas publicações que têm feito, isto porque, como quarto poder, é mesmo o que deve fazer.
    Mas para que houvesse mas seriedade nessas informações, que o tela non conseguisse aranjar provas, ou seja fotocopiar a parte do projecto que contem o dito valor ( 103 mil euros) e o publicasse.

    Por outro lado, é preciso que o povo que tanto tem sofrido, diga alguma coisa, que façam manifestações, que saiam a rua, porque ja esta de mais.

    STP…

  16. bisnerro

    10 de Setembro de 2012 as 15:07

    O irmãos””

    Alguem pode dizerme a empresa construtora deste deposito.

    Pq tem uma obra para lhe entregar.bisnero.stp@hotmail.com.

  17. homem de negocios

    10 de Setembro de 2012 as 15:20

    Olá meus caros,o dinheiro do deposito compram 2 carinhas L200 azul e cizento.

  18. Normany Dias

    10 de Setembro de 2012 as 22:42

    Será possível!? Como foi que aconteceu!? Foram mais de 100 mil euros gastos numa obra que foi um fiasco completo. Tenham paciência(..) onde param os responsáveis!? Quem foi o incompetente que fez essa palhaçada!? Devia a esta hora estar na cadeia.

    • Teotónio

      11 de Setembro de 2012 as 14:10

      Como é possível que em pleno século XXI um país possa constuir um pombal com objectivo de armazenar água para agricultura? Sinceramente, que não existe outro país no mundo tão miserável e incompetente como o nosso. Que raio de primeiro-ministro é este? Que raio de governo é este? Que raio de técnicos são estes? Tudo isto é muito triste…. Nunca pensei ver S.Tomé nesta situação….

  19. Aristides Barros

    11 de Setembro de 2012 as 15:59

    Um depósito de 6 metros de comprimento?…
    Parece-me que faltam mais informações!
    Entretanto se o Governo pagou as obras mesmo que seja por um valor inferior e foi mal construída a responsabilidade tem de ser do construtor.Pelo menos tem que ter um rosto. Agora daí até pedir responsabilidade depende é da seriedade da tutela.Se não estiver no esquema tem de pedir contas.

  20. original

    11 de Setembro de 2012 as 17:03

    o que aconteceu não deveria ser surpresa para ninguém porque está-se na campanha.Quando se pretende projectar uma obra desta natureza,deve-se fazer um concurso público e remeter ao sector de Infra Estrutura o referido projecto para o estudo,fez-se isto? ao adjudicar a obra a um empreiteiro sem respeitar certos princípios,deu este resultado e outras desta natureza irão ter o mesmo destino.Obras de campanha não são para durar.

  21. orgasmo

    12 de Setembro de 2012 as 13:13

    Votaram em nós;estão a chorar o quê?

  22. conterrâneo

    12 de Setembro de 2012 as 14:52

    Oh Sónia,
    Porquê que você sensurou a participação que dei?

    Tem medo da verdade?

    Reconhece que trabalhou muito pouco na construção desse artigo?

    Reconhece que deveria ter investigado um pouco mais, e daria uma notícia com muita qualidade aos leitores?

    A não publicação da minha intervenção é a prova explicita do seu reconhecimento, pela falha que cometeu.
    É dar a mão palmatória pela sua incapacidade de produzir um trabalho como deve ser.

  23. conterrâneo

    12 de Setembro de 2012 as 14:58

    Esse depósito é para demolir o mais breve possivel, e a empresa levada ao tribunal para devolver o valor do Estado na totalidade.
    Porque não serve ao agricultores.

  24. Nós por ADI

    13 de Setembro de 2012 as 13:28

    Mais cerveja e pão com carne;é isto é que querem – banho! vamos dar. basta votem em nós.

  25. Barão de Água-Ize

    22 de Setembro de 2012 as 21:58

    Desculpem o atrevimento e sem maldade: Não anda STP a meter água desde a independência? Que mal tem um simples depósito de água verter? Não está habituada a politica no nosso País ao “banho”?

  26. Miguel Mattos

    1 de Setembro de 2015 as 11:39

    Meu Bisavô foi administrador dessa Roça até 1929. Daria voltas no tumulo se soubesse o estado a que chegou a Roça.
    Lamentável.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo