Economia

Banco Equador alarga rede de cobertura no mercado financeiro

É o segundo Banco privado que abriu as portas no mercado financeiro são-tomense. Em operações desde o ano 2004, inaugurou esta semana mais uma agência nas imediações do aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe.

Dominado por capital privado angolano, o Banco Equador, está crescer no mercado financeiro são-tomense. Com agências em algumas zonas populosas da cidade de São Tomé, investiu mais 300 mil euros para oferecer serviço  produtos bancários mesmo no aeroporto internacional do pais. Segundo a administração do banco, é uma estratégia para estar mais perto do público. « Muito particularmente aos nossos clientes, cuja a exigência se torna  cada dia maior solicitando maior aproximação e rapidez, eliminando  obstáculos desnecessários em termos de tempo e deslocação para as praças financeiras», sublinhou Maximo  Aguiar  Presidente do Conselho de Administração  Banco Equador.

Por sua vez Maria do Carmo Silveira, Governadora do Banco Central de São Tomé e Príncipe, realçou o papel que o sistema  financeiro deve jogar no financiamento da economia. « O nosso sistema financeiro está em movimento, o sistema financeiro esta a crescer , os operadores financeiros estão atentos as necessidades da população , dos agentes económicos  e isto para  nós é um factor de muita satisfação o sistema financeiro deve assumir um papel primordial no financiamento da economia, frisouaGovernadora do Banco Central.

Banco Equador, é uma das referências bancárias no mercado são-tomense, tem um capital social avaliado em sete milhões de dólares norte americanos.

Sonia Lopes

    18 comentários

18 comentários

  1. ANCA

    16 de Novembro de 2012 as 16:14

    O aumento da qualidade, implica outros processos, que tem haver, com a selecção dos efectivos, o processo de cria, alimentação e pastagem, o peso dos efectivos, anos de idade dos animais, higiene dos animais, a vacinação e controlo das pestes, as condições climaticas, a transformação dos productos animais de acrescentar mais válias económicas, a formação dos criadores de efectivos animais, etc, etc…

    São processos que requerem, a Organização/Formação, o Planeamento, e Investimento, nos sectores Agricóla e Pecuário…

    Neste sentido, se torna urgente organizar os sectores Agricólas e Pecuários, tanto a Montante quanto a Jusante, de modo a permitir obter, ganhos de Económia de Escala, ganhos de eficiência productiva, económica e financeira.

    A avaliação, investigação, estudos, esclarecimento, á elaboração e delineamento de políticas, á elaboração de legislação adequada, para a implementação de processos de aumento de produção na sua quantidade, qualidade e sustentabilidade futura, tanto no sector Agricóla como Pécuário, é indispensável para o crescimento e desenvolvimento social, cultural, económico e financeiro do País(Território, Mar, População), na comercialização interna, no aumento da exportação, aumento do PIB, a criação de postos de Trabalho, á redução da Pobreza.

    Um exemplo, se prende com a Organização/Planeamento de inspecções Vetérinárias, Transporte, Higiene, Certificação e o Abate dos efectivos animais, aos processos de conservação dos produtos animais, pós Abate,(se têm camâras frigorificas adequadas, á temperaturas adequadas de conservação e transporte).

    Organição/Planeamento de Locais de Venda, Talhos equipados, com equipamentos de conservação dos productos animais.

    Adequação dos Locais de Criação, Reprodução dos Animais, mediante a Legislação, etc, etc.

    É preciso mais disciplina, maior rigor, melhor Organização e Planeamento, mais investimento, mais parcerias estrátegicas para o desenvolvimento, muito gosto pelo trabalho árduo, entre agentes de execução e productores.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    Bem Haja

    • ANCA

      19 de Novembro de 2012 as 1:54

      O Téla Nóm, tem vindo a públicar o meu comentário, relativo á notícia, sobre a “Lançamento do projecto de inseminação artificial dos Porcos” do dia 08 de Novembro de 2012, está públicado pelo Téla Nóm.

      Sendo que este comentário, Jamais se enquadra na notícia, em epigrafe, e uma vez que nada comentei sobre a mesma;

      Peço que seja resposta, a verdade dos comentários, a seriedade, a honestidade do Jornal Telá Nóm.

      Com meus

  2. pantufas

    17 de Novembro de 2012 as 11:15

    Meu caro Anca o que é que isto tem a haver com o Banco?
    Pelas cifras(300 mil euros),Foi quanto investiram neste pequeno quiosque no aeroporto?Brincadeira tem hora.

    • não te interessa

      4 de Dezembro de 2012 as 13:57

      Caro amigo pantufas nisso
      tens toda razão e não só pra quê abrir mais agências?
      Conhecendo a situação do Equador

      • Mabutú

        30 de Janeiro de 2015 as 8:31

        Quase que adivinhavas. Vejo a tua publicação feita em 17 de Novembro de 2012 e passados dois anos a fio, a situação de colapso invade o referido Banco, esperando pela salvação por parte do Banco Central. Que visão “Não te Interessa”.

  3. Preto

    17 de Novembro de 2012 as 12:06

    Aquela “taberna” custou 300 mil euros? Eu diria 30 mil euros. Alguem ja ficou rico à custa disso.

    • não te interessa

      4 de Dezembro de 2012 as 13:59

      Nem duvides!

  4. pantufas

    18 de Novembro de 2012 as 8:21

    E já sabemos quem é.

    • melo

      19 de Novembro de 2012 as 17:56

      Meu carro, precisamos dinhero para dar banho.
      Se voces gostam de banho, oq qer q façamos.
      Santomense tem o q merece.

  5. merson costa

    20 de Novembro de 2012 as 15:22

    ESSE PAIS SÓ FOFOCA 300 MIL EUROS É ALGUMA COISA PARA UM BANCO QUE TEM 7.000 DE DÓLARES AMERICANO, MAS DEU EMPREGO AS PESSOAS LÁ E QUE TEM FAMÍLIA FORÇA BANCO EQUADOR FAZ MAIS COISAS DESSAS PARA AJUDAR PESSOAS O QUE OUTRO NÃO FAZEM SÓ CRITICAS ….

  6. pantufas

    20 de Novembro de 2012 as 18:14

    Isto é apenas um truque para não pagar o q é devido ao Estado no final do ano,pois vão dizer q investiram esse valor(falso),e o lucro foi mt baixo.
    E tds sabemos quem está atraz disso td.Basta ver em volta do dito quiosque……

  7. Gandu

    20 de Novembro de 2012 as 22:24

    E também basta ver o hipócritas só a criticar e que nunca contribui nada para o desenvolvimento do país , aqueles que mais falam , nunca fazem nada ….. Queremos ver também uma Taberna da vossa parte . Quando mostram ao publico e ao Povo?

  8. FULU FUFU

    21 de Novembro de 2012 as 7:59

    Estão a cuspir no prato que comeram.

  9. FULU CADÉLA

    21 de Novembro de 2012 as 9:52

    FOFOCA SEM RESULTADO……….

  10. kASKAS

    21 de Novembro de 2012 as 10:02

    falar é fácil, fazer é outra história..
    O país precisa de iniciativas como essa.Graças a Deus algumas famílias vão ter o seu sustento dos partir dos postos de trabalho que foram criados.
    Meus senhores vamos fazer e deixar de FoFocar.

  11. ARibeiro

    21 de Novembro de 2012 as 10:20

    Muito boa a visão estratégica do Banco Equador, espero que tenham sucesso, e que possam alargar a rede de agencias no país, isso significaria mais postos de empregos para os santomenses, acesso bancário a milhares de pessoas, etc… espero que não parem por aqui e que o Banco Equador tb possa abrir uma linha de credito aos jovens empreendedores, com exigencias que vão de acordo com as possiblidades dos jovens… Quanto ao investimento, isso não nos diz respeito, o Banco Equador é uma empresa privada e concerteza possui avalistas competentes.

  12. Nokia

    21 de Novembro de 2012 as 10:29

    fofoca de gente burra coisa feia doença sem cura de stp falam muito fazem pouco

  13. calor pessoas

    22 de Novembro de 2012 as 20:46

    borraaaaaaa ate isso vosses estão a priocupar ou tem divida com banco ou pediu empréstimo e não consideram , porque não tem garantia,como sempre e querem é burlar o banco era a intenção , por isso é o motivo da fofoc bora pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo