Economia

Reunião entre os operadores da exploração do petróleo

O comité de gestão  da autoridade conjunta Nigéria/São  Tomé e Príncipe  e a petrolífera  francesa estiveram reunidos esta quarta-feira em São Tomé  para analisar a proposta financeira  para o desenvolvimento  das actividades do bloco um.

No final do encontro  o muito pouco foi revelado  pelo departamento responsável  pela fiscalização  dos processos sobre os detalhes do negocio. «Tratou-se de uma reunião  do comité de gestão, discutimos vários processos que acredito que no futuro poderemos chegar a um acordo» disse  CarCollins Kalabane Director executivo da Inspecção.

Provavelmente  em meados de Março de 2013 na Nigéria haverá uma reunião  entre a autoridade conjunta  e a operadora do bloco um em poderá ser conhecida  a data d inicio da exploração  do petróleo. A empresa TOTAL  recorde-se adquiriu o direito  em 2010 nas mãos da  CHEVRON, a empresa CHEVRON na altura pagou 123 milhões de dólares pelo bónus de assinatura  do contrato de partilha de produção.  O bloco em causa esta situada no nordeste  entre a fronteira marítima São Tomé e Príncipe e a Nigéria.

Sónia  Lopes

    9 comentários

9 comentários

  1. Barão de Água Ize

    10 de Dezembro de 2012 as 2:17

    Nuvens escuras, cinzentas e opacas pairam sobre a exploração do Petróleo.
    O povo de STP está totalmente ignorante sobre o que se passa em relação a este assunto tão estratégico para STP.
    O Governo e ANP (Agencia Nacional de Petróleo) têm emitido informação regular e clara sobre acordos, previsões de exploração e tudo o que se passa?
    O orçamento da ANP não devia ser brigatóriamente público? Desde o inicio, com Miguel Trovoada, que a exploração de petróleo está no silêncio dos deuses e só alguns predestinados sabem o que se passa.
    Combater a pobreza passa por haver total transparência nos negócios em que o Estado intervem.

  2. Petroleum

    10 de Dezembro de 2012 as 14:32

    o nosso petróleo é o mais limpo que existe, tão limpo que só é visível para aqueles que têm um Telescópio ou o olho do c*.

  3. Bernardino Monteiro

    10 de Dezembro de 2012 as 16:33

    Acredito,tenho certeza que vamos em breve usufruir do ouro negro existente, se voce como santomense nao acredita problema e seu,…nao e questao de milagre ou de ma politica,e uma questao sim na capacidade eficaz dos politicos stp, que para vos parece nao ser capaz,pelo contrario, faca o mesmo como eu seja positivo

  4. congratulation

    11 de Dezembro de 2012 as 10:28

    O Bernardino Monteiro é positivista, e apercebe-se que ele é dos que tem feito varios mergulhos em poços de petróleo.

    • Bernardino Monteiro

      11 de Dezembro de 2012 as 13:22

      Covardia e discretismo, e ser anti-optimismo, e anti-democratico,procura estudar bem a constituicao da republica e dossier petroleo e depois fala comigo

    • Bernardino Monteiro

      11 de Dezembro de 2012 as 13:29

      Todas criticas e opnioes sao considerados,
      Se um dia voces souberem das realidades existente, falaram menos, existe classes previlegiados existe desvio de valores existe,eu nao quero olhar ou seja pensar no passado,eu sou anti-secular, eu nao comento linguagem arbritarios,faco das minhas palavras os conhencimentos obtidos,facam o mesmo

  5. RICARDO VIEGAS

    11 de Dezembro de 2012 as 11:37

    Seja positivo q ficas a ver a banda a passar enquanto eles a viverem a vda como querem. Ou tambem fazes parte daquele grupo de mafiosos? Um negocio como esse, q diz respeito a naçao, deveria ser dirigido de uma maneira transparente de maneira ao povo se estar minimamente informado daquilo q no fundo tb é dele.

  6. Bernardino Monteiro

    12 de Dezembro de 2012 as 13:19

    Sr ricardo viegas
    A questao nao e ver banda a passar
    Respeito o seu comentario, e que nao podemos ser pessimista,esta na hora de unirmos a busca de solucao nao comentar problemas existente, se unirmos a busca do dialogo e mecenismo podemos sim
    Democraticamente chegar a uma solucao credivel,quando se fala em unir, e unir junto das instituicoes igrejas associacoes criando formas passiveis propor governo ideias para uma estabilidade politica economica sustentavel,nao podemos ficar atras das portas a fazer criticas

  7. Petroleum

    12 de Dezembro de 2012 as 14:04

    È verdade, já há muita gente no País com grande mansões petrolíferas, sem que os furos tenham já dito: Há ou não petróleo, e porquê só para alguns?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo