Economia

Pesca semi-industrial começa a dinamizar economia na cidade de Neves

A economia da cidade de Neves localizada no norte da ilha de São Tomé está a receber uma golfada de ar fresco. A cidade pesqueira e industrial encontrou nas actividades da empresa Geopesca oportunidade de emprego para os seus habitantes, e um impulso forte para a economia local.

Pesca e agricultura são as principais actividades dos 15.370 habitantes do distrito de Lembá. Um dos distritos onde a pobreza é mais evidente. Neves é a capital do distrito, também considerada cidade industrial do arquipélago são-tomense, porque alberga a única fábrica de cervejas do país, e o reservatório de combustíveis da ENCO.

O mar é rico em pescado. Mais de 90% da população da cidade dedica-se a pesca artesanal. Neves começou a dar os primeiros passos com vista ao desenvolvimento da pesca semi-industrial.

Um centro de processamento de pescado foi construído com financiamento da cooperação espanhola. A Empresa GEOPESCA de capital português e angolano conseguiu autorização da Direcção das Pescas, para iniciar a faina, com o objectivo de fazer o levantamento da fauna marinha.

Desde Abril último que 3 barcos da Geopesca, entraram em acção. Cada um captura cerca de 3 toneladas de pescado por semana, para o abastecimento do mercado nacional. João Madaleno, administrador da empresa luso-angolana, confirma que o mar de São Tomé e Príncipe tem enorme riqueza. «O peixe de São Tomé e Príncipe tem enorme potencialidade, que poderá ser uma mais valia para o país se ele for transformado e valorizado em São Tomé, se não podemos pescar aqui e vender num outro ponto do golfo», declarou.

A grande variedade de pescado, deveria ser processada no centro de pesca. Mas ainda não é possível. A unidade construída pela cooperação espanhola se depara com algumas avarias no seu sistema de refrigeração. «Neste momento o centro está subaproveitado. A fábrica de gelo não funciona Existem avarias nos ventiladores», assegurou João Madaleno.

O centro de pesca, não foi adjudicado ao grupo luso-angolano. A empresa conseguiu um memorandum de entendimento com o anterior Governo, mas o actual executivo, pretende abrir novo concurso público para exploração da unidade, que tem capacidade para processar o pescado com qualidade para ser comercializado no mercado internacional.

Enquanto aguarda pela operacionalidade do centro de pesca, para promover a transformação do pescado, a população de Neves  começa a aproveitar as oportunidades de negócios resultantes da actividade dos três barcos da Geopesca.

Agricultores da região abastecem os navios com hortaliças e frutas. O rendimento familiar está a aumentar. Vários desempregados, prestam agora serviços à Geopesca na confecção de redes para a pesca de profundidade. Outros como serralheiros e mecânicos, dão apoio logístico às embarcações. «Em torno da pesca há outras actividades complementares. Existem os fornecedores de produtos hortícolas e frutícolas, portanto uma série de actividades paralelas», precisou.

Os barcos de pesca garantem directamente mais de 40 postos de emprego, sobretudo marinheiros. Homens que deambulavam em Neves, sem hipóteses de ganhar sustento para a família. Como José Casemiro, que enalteceu a iniciativa do Estado e do grupo privado, pela oportunidade de emprego que lhe permite colocar comida na mesa para a sua família. Por sua vez João Madaleno, enquanto representante da Geopesca, fez saber que o crescimento da actividade do grupo, vai implicar que o número de postos de emprego duplique.

Por outro lado, a captura de pescado em Neves poderá  quadruplicar nos próximos dias. Redes e outros equipamentos, estão a ser preparados, para capturar moluscos e crustáceos também abundantes na região. A pesca de profundidade visa encontrar também peixes de maior dimensão. «Há uma escassez enorme de pescado no mercado são-tomense. Daqui a um mês o mercado estará com muito mais peixe»,,garantiu o chefe da Geopesca em São Tomé.

Pequenos negócios estão a florescer em Neves, a volta dos barcos da geopesca.  Pesca semi-industrial, começa a mexer assim com a economia da cidade de Neves.

Abel Veiga

    41 comentários

41 comentários

  1. pedro

    14 de Maio de 2013 as 17:41

    Boa iniciativa, muita froca

  2. inteligência

    14 de Maio de 2013 as 18:17

    É isso que queremos, esses tipos de negócios que beneficia a população. Boa iniciativa do XIV governo liderado pelo Dr. Patrice Trovoada.
    Mesmo assim o senhor Gabriel costa e os seus queriam tirar essa possibilidade ao povo em não aceitar esse projecto

  3. ARNALDO

    14 de Maio de 2013 as 19:49

    Gostei da iniciativa, é disso que o povo santomense precisa.

  4. loqueto iambongo

    14 de Maio de 2013 as 20:58

    !!!!…Olhando para esses peixes,…agora só penso em bananas!….MARAVILHA!

  5. KIÓ CUCUCU

    14 de Maio de 2013 as 22:16

    Pois eh Abel mais um fruto do trabalho do anterior governo que vc ajudou a derrubar, deves agora estar a perguntar afinal os gajos estavam mesmo a trabalhar

  6. E. Santos

    14 de Maio de 2013 as 23:34

    De facto, a semelhança do projecto SATOCAU este projecto da Geopesca vem melhorar bastante a vida dos São-tomenses.
    Contrariando as demarches iniciais para o bloqueio deste projecto pelo Governo de Gabriel Costa, tenho aqui também de felicitar o recuo, ainda que forçado e a contragosto deste mesmo Governo, que acabou por dar luz verde ao mesmo possibilitando desta forma a melhoria da vida dos São-tomenses.
    É de frizar que são projectos iniciados e acordados com o XIV Governo Constitucional, que a oposição acusou de estar a desgraçar o país, motivo pelo qual entenderam legítimo dar um Golpe Governamenta?
    O facto é que até a presente data ninguém conseguiu demonstrar a desgraça em que o XIV estava a mergulhar o país, antes, todas as instituições internacionais felicitaram o país pelo bom desempenho e hoje a população está a ver os efeitos da Governação do XIV.
    Para nós cidadão comuns, aquilo que pedimos é que não bloqueiem o POVO pelas vossas querelas partidárias. Ao POVO não importa que GOVERNO fez, importa que se faça e que haja continuidade para o bem de todos nós.
    Não é vergonha cortar a fita do trabalho dos outros. Isto é um imperativo da governação que é efemera. Vergonha é por em causa o POVO por despeito de não ter saído da nossa cabeça algo que vem beneficiar os cidadãos.
    O que se espera de Gabriel Costa é que corte as fitas sim, mas que pense, que tenha ideias, que implemente novos projectos em benefício dos cidadão que jureou defender pela boa gestão.
    Acreditem que vocês já não sairão impunes.
    Porque nós o povo vamos passar a abrir processos crime contra ex-governantes por opções governativas que põe em causa o POVO. Isto é um prerrogativa que os cidadãos têm, embora não a utilizem.

    • E. Santos

      14 de Maio de 2013 as 23:38

      É caso para dizer “…e agora ehim camarada José Maria Cardoso?”
      Não era o caso de vir publicamente pedir desculpas ao Ex-Ministro Agostinho Fernandes?
      Isto é para nós começarmos a aprender que quando não temos o conhecimento cabal dos factos, ou investigamos melhor ou nos limitamos a ficar calados.

    • A chave

      15 de Maio de 2013 as 0:34

      As conversas para istos projectos foram començadas pelo Governo da María das Neves e assinados no ano 2009 pelo ex-Ministro Xavier Mendes, mas não començarom a sua preparação pra ser executados até junho de 2011 (antes do Governo do Patrice)por diferentes mudanças dos Governos da Espanha. Sim é verdade que o Ex-Ministro Agostinho Fernandez é muito bom.

  7. SAO TOMÉ

    15 de Maio de 2013 as 7:25

    É de louvar a iniciativa ,mas pedir ao governo que reviesse a questão do preço,visto que a maioria dos S.São-tomenses vivem abaixo de 2 dólares /dia.Portanto não se compreende como é que uma empresa como aquela venha a vender o pescado a mesmo preço que os pescadores que fazem a pesca artesanal?acho que ao invés de venderem Kgs /60.000.00,deveriam ao menos vender por 45.000.00,ai sim o governo estaria a pensar no povo que mais precisa (pobre).

    • E. Santos

      15 de Maio de 2013 as 11:57

      Errado meu caro amigo. Isto seria uma concorr~encia desleal e iria prejudicar os pescadores.
      Quem é que iria continuar a comprar aos pescadores? E eles iriam viver de quê? A ideia não pode ser prejudicar ninguém, mas sim melhorar a vida das pessoas.
      Para o Governo fazer isso, tinha de dar as mesmas condições aos pescadores artesanais, certo?

  8. Telavive

    15 de Maio de 2013 as 7:42

    Quem maltratou o governo de Patrice Trovoada não foi o povo senão os partidos politicos. O que devemos fazer é dar a Deus o que é de Deus e a Cezar o que é de Cezar!

  9. desta terra

    15 de Maio de 2013 as 7:56

    Pois é, o Ex Ministro do Plano e Desenvolvimento e a sua ex equipa estão de parabéns.
    Assim como todo o país, particularmente a população de Lembá.

    Continua a surgir produtos visiveis do seu trabalho feito abnegadamente à Nação e em benefício da população desfavorecida.

    Agora o actual governo deve avaliar junto a empresa geopescas o preço que estão a comercializar o pescado.

    Não pode ser 60.000/kg porque também se compra o peixe a este preço na capital. Logo, comprando em Neves não pode ser ao mesmo preço por razões várias.

    Isto é um teste a capacidade negocial do atual ministro de Agricultura e Pescas.

  10. Trabalhador

    15 de Maio de 2013 as 8:22

    Só pra deixar Claro que este projecto não foi concebido pelo anterior Governo.

    Trata-se de um projecto “Chave nas mãos”, que iniciou antes da vigência do anterior Governo. toda a verba de reabilitação e equipagem do Edifício era gerida pela Empresa Espanhola.

    O anterior Governo apenas entregou o edifico já reabilitado, para gestão à uma empresa em que um dos sócios fazia parte do Governo, sem se quer abrir concurso público; como também aconteceu a Doca pesca que hoje é Super Mercado CKdo.

    Mas de qualquer forma isso não retira Mérito nem Magnitude ao Projecto,
    a sociedade São-tõmense está de parabéns principalmente a classe mais desfavorecida!
    Bem-haja

    • E. Santos

      15 de Maio de 2013 as 12:03

      A verdade meu caro amigo é que projectos iniciados pelos vários anteriores Governos existem “a dar com pau”. Todo o São-tomense trabalha para algum projecto, dentro do seu ministério.
      A questão é que há anos que no nosso país não se viam resultados….repito concretização e “resultados”.
      E pelos milhoões que várias instituições investem no nosso país, é isso que queremos, resultados.

      • Telavive

        16 de Maio de 2013 as 7:43

        Concordo plenamente consigo.Resultados!E por falar disto vejo o Sr. Ministro de Agricultura a deambular por este país fora a dar festas às populações desfavorecidas, num acto de pura demagogia política.Gaba-se que já fez muito em prol de agricultura santomense.Minha gente eu pergunto, os nossos pratos estão mais cheios?

  11. Estamos atentos!

    15 de Maio de 2013 as 9:35

    Epa! este homem é o Bento do Gabinete do Primeiro Ministro? Parabens pelas novas funções. O Trabalho é que desenvolve o homem.

  12. jorge desalmado

    15 de Maio de 2013 as 11:42

    E o novo governo fez o que ate agora? A Assembleia? So viagens. Viraram agencia espacial com “vai e vem”. Estao todos agora em Timor Leste. sabem onde fica isto? Do outro lado do mundo. Sabem quanto isso custa? Alcino Pinto nao perde uma viagem. A Assembleia mais cedo ou mais tarde ira a falencia. Telemovel de 20.000.000,00 a custa da AN. Romao Couto esta furioso. Esse isso ai, meus irmao sao-tomenses. Era para isso que queriam o poder.

  13. Joao Vicente

    15 de Maio de 2013 as 12:06

    Senhor E. Santos
    Desculpe dize-lo isso mas e’ um conselho de amigo. Toda gente sente logo que o senhor ficou muito ofendido com a queda de Patrice Trovoada e cada vez que o senhor E.Santos escreve so expressa a dor e paixao cega pelo Patrice Trovoada. E’ uma pena que o senhor esta tao cego que nem consegue sugerir nada de caracter inovativo. Esqueca Patrice Trovoada ou entrega-lhe a sua irma ou faz algo ja que tem tanta admiracao por ele mas deixa Sao tome E principe em Paz. Ja basta de negocios sujos de barcos, drogas, e contratos sujos feitos por um homem que nem sequer tem um curso superior. O senhor sabia que o Patrice Trovoada nem acabou o Liceu no Gabao mas obriga as pessoas a chamar-lhe DOUTOR ?
    Ha muita coisa de Patrice Trovoada que o senhor nao sabe por isso o melhor e’ deixar STP em paz, rezar a Deus para o fantasma de Patrice Trovoada morrer ou sair da nossa terra de uma vez por todas. Ha muita coisa que o senhor nao sabe, E STP tem muita gente de outro tipo que deveria ter chance para governar STP. Faz-nos o favor de pensar de forma mais criativa e deixa de adorar um ladrao so porque ele distribui algum dolar com o senhor para beber nos fins de semana. Eu falo isso para o seu bem e para o bem da nossa terra: ESQUECA PATRICE TROVOADA por favor!

    • Filho da Terra

      15 de Maio de 2013 as 15:06

      É de lamentar a forma como o Sr. e alguns encontram sempre de falar e manchar o nome do P.Trovoada, tenha cuidado isso demostra uma paixão cega de querer ser a pessoa, ou inveja, porque vcs não provam de uma vez por todos os crimes dele ou então calem-se pra sempre, e tocam as vcs vidas deixem o Homem em paz o credddo inveja

    • inteligente

      16 de Maio de 2013 as 9:05

      meu caro,
      Fale como são-tomense que quer ver evolução do país e todos aqueles que disponibiliza todo o seu saber e inteligência para tal vale o nosso reconhecimento e o Senhor DR. Patrice Trovoada é até agora o número com essa qualidade.
      Não venha ai com comentários patético e de baixaria.

      • inteligente

        16 de Maio de 2013 as 9:11

        quis dizer” Patrice Trovoada é número 1 com esta qualidade.

    • E. Santos

      17 de Maio de 2013 as 9:40

      Meu caro amigo. Fui certificar e em momento algum me referi ao Patrice Trovoada. Se o Sr. tem algum problema com o Patrice Trovoada não me meta nisso.
      Referi-me sim ao XIV Governo Constitucional do meu país que por sinal estava a fazer um bom trabalho a favor do Povo deste país. Aliás, como já não se via há bastante tempo. Os resultados têm vindo a surgir a vista de todos, não sou eu que o digo.
      Você não ouviu o Ministro António Dias a dizer que lhe elogiam por toda a parte onde ele vai porque o Ministério dele é o melhor? Claro que é. Fruto do trabalho do Ex-ministro Agostinho Fernandes e sua equipa que se têm tornado visíveis hoje e António Dias vai ganhando os louros. Por isso é que o próprio, conforme ele mesmo disse, que fica admirado “aié, não sabia”. Como é que ia saber se não foi trabalho dele. Se fosse pelo suor do trabalho dele, ele não ficaria admirado, saberia bem o que fez para estarem a elogiar o seu Ministério.
      Portanto meu caro, resolva lá seu problema com o PT que a mim o que interessa é que o XIV Governo constitucional estava a trabalhar, estava a trabalhar bem e precisavam de ter concluído o mandato para que de facto pudessemos ver mais e avaliar melhor.
      Se com menos tempo estamos a ver alguma coisa, imagina ao fim de 4 anos?
      Enquanto cidadão deste país (cidadão não previlegiado e não oportunista) a mim alegra-me e tenho sim simpatia pelo XIV Governo Constitucional do meu país.
      Quer que lhe diga o quê mais? Que gosto do PCD e suas governação? Que morro de amores pelo MLSTP e sua governação? Ou que acho O PM Gabriel Costa o maior e seus Ministros, suprasumos?
      Façam-me o favor. Não estejam aqui a querer ser reconhecidos pelo que não fizeram pelo povo. Reconhcem-se méritos não deméritos.
      Resolva lá seu problema com o PT e deixa-me em paz com minha liberdade de dizer bem alto o que penso. É um direito que me assiste. Não lhe pedi conselho nenhum…
      Se conselho fosse boa coisa, vendia-se, não se dava.

  14. zeme Almeida

    15 de Maio de 2013 as 15:33

    Oh senhor Jorge Vicente o senhor deve ser um grande ignorante de {0}a esquerda.Como é possivel o jornal Tela-Non deixar passar estes comentarios despresiveis?Mais uma vez eu critico o vosso jornal de nao censurar comentarios destes.Nao estou preocupado ainda que voces nao deixem passar o que vou dizer!Tudo quanto fala contra o Patrice Trovoada é sempre bem vindo ao vosso espaco de comentarios.Voces nao se esquecam que S.Tome e Principe pertence a todos Saotomenses.Porque esquecer do Patrice Trovoada?Voces deste Pais nao teem alma.Aqueles que podem fazer por este Pais que facam e os que nao podem fazer deixe andar.

  15. zeme Almeida

    15 de Maio de 2013 as 15:43

    Que o senhor jorge Vicente e alguns cegos como senhor,esquecam do fantasma do Pinto Costa.O senhor desja a morte aos outros porque?O senhor é que deveria morrer e deixar STP em paz.

  16. zeme Almeida

    15 de Maio de 2013 as 15:45

    S.Tome e Principe nao é propriedade do Pinto da Costa e do MLSTP/PSD.

  17. arlindo fernandes

    15 de Maio de 2013 as 17:32

    Agostinho Fernandes poderia ser atualmente o primeiro ministro de Stome Principe mas o Patrice Trovoada foi igoista

  18. Joao Vicente

    16 de Maio de 2013 as 1:45

    Ola pessoal do ADI e filhos queridos dos dolares de Patrice Trovoada:
    Eu chamo-me Joao Vicente e sei o que falo. Estou em STP e vejo bem como sao as coisas no terreno. O meu telemovel tambem posso dar se quiserem falar comigo pessoalmente.

    Voces muitos participantes dessa rede querem fazer propaganda para ADI de forma triste. Ate nem parecem pessoas que foram para escola ou pelo menos com quarta classe. Ha pessoas nasceram ja para ser presidentes, filho de pai rico e presidente, sangue-suga mas presidente. Ele tentou dirigir STP com todas as oportunidades do mundo, varias vezes, mas sempre provou ser mau lider e chefe de corrupcao mafioso internacional. O Patrice e’ um individuo que sempre falhou, porque ele andava a viajar e em vez de aprender a governar ele deixou pessoas frustradas dirigir para ele.

    Voces ja deviam abrir os olhos e deixar de ser ingenuos. Pena que maioria de voces vive na internet, fora de realidade, nao tem emprego la em Portugal, estao la frustrados a espera do pouco que STP envia como ajuda de custo. Essas ajudas deveriam ir para as maos de verdadeiros estudantes que precisam e que andam a estudar verdadeiramente e nao ao parasitas que vivem na internet a dar mal de tudo que e’ de STP. A fazer propaganda para ADI sem vergonha. Patrice ja esta politicamente morto. Esquece Patrice por favor. Cuida de STP.

    Se voces sao assim ato revolucionarios porque nao veem para STP e ca no terreno contribuir a serio? Porque que voces mesmo nao tomam responsabilidade e candidatam para camara ou para alguma coisa em vez de ficar la longe a bajular Patrice Trovoada, uma pessoa quase procurada pela mafia internacional ? Sao mesmo os intelectuais de STP ou sao uns doidos frustrados? COITADOS

    • Zaglimá

      16 de Maio de 2013 as 11:50

      Ó João Vicente tenha lá calma e tire a pala dos olhos!! Dizem que o pior cego é aquele que não quer ver, o sr. além de cego é ignorante compulsivo. Vá defendendo como pode as suas hostes que no final da missa é que se canta glória.
      Ficava-lhe bem alguma humildade e coerência em reconhecer este feito do governo liderado pelo PT. Certo é que…quem não tem não pode dar. Não se estique em publicar o seu contacto…não vá alguém espremer este limão que de suco não tem nada.

      Um bem haja!!

  19. Filho da Terra

    16 de Maio de 2013 as 9:09

    Com tanta nuticias quentes nada, falta de actualização esse jornal

  20. Sem papa na língua

    16 de Maio de 2013 as 11:24

    O tal de João Vicente é um esquizofrénico! Estamos em democracia sim, mas não podemos tolerar indivíduos com comportamento de dementes… Estamos perante um projecto que resultou e com futuro. Certamente deu empregos a Santomenses e provavelmente ajudará no abastecimento do mercado. Fosse qual fosse o governo,o importante são os resultados. Ora, tendo sido o governo liderado por dr Patrice Trovoada a conseguir este objectivo, merece sim o reconhecimento devido, pois os dirigentes são eleitos para servir o povo e o interesse comum.

  21. zeme Almeida

    16 de Maio de 2013 as 12:08

    O senhor Jorge Vicente nao sabe o que fala.O que este senhor falou nao se deve escrever,mas, sim deve-se ingnorar e por de lado.

  22. zeme Almeida

    16 de Maio de 2013 as 12:09

    Joao vicente

  23. minus

    18 de Maio de 2013 as 15:47

    seriamente falando divirto-me a granel com todo esse alarido que se faz nessa pagina, e muita crocodilagem que nao da pra ignorar, a politicagem matumborizada que escorre em cada paragrafo e uma tristeza ilariante, por favor, parem com isso!

  24. madalena

    18 de Maio de 2013 as 21:45

    Esta imagem, fazem lembrar uma pesca desportiva, quando se exibe o pescado capturado.O que dinamiza a vida das populações, tem haver com a cadeia produtiva. Da pesca, transformação,(ração animal, conservas, etc) beneficiação, transporte, consumo, venda, exportação.
    Quando isso for possível, haverá dimanica no sector da pesca.
    Temos de implementar BF(Boas pratica de fabrico)

  25. Jean Paul

    18 de Maio de 2013 as 21:50

    Um navio de pesca, não precisa apenas de marinheiros sem qualificação.
    Capitão, etc, inspetores de pesca(Licenciatura em Biologia marinha, gestão de recursos haliêuticos), contra mestre, cozinheiro, enfermeiros, etc Maquinista, ajudantes de sala de maquina. Estas a brincar!!!
    Engana Macaco!!!

  26. lupo maris

    19 de Maio de 2013 as 14:35

    Os dois ultimos “post” são já de algum interesse pois saltaram para a economia.

  27. Felisberto Bandeira

    22 de Maio de 2013 as 10:27

    Precisamos por mente a trabalhar,ter iniciativas , determinação e vontade de querer fazer .,e disto que o Pais e o povo necessita de momento, temos terras fértil e grandes espaço marítimo que não esta sendo aproveitado, OS Dirigentes Políticos deste Pais não esta a usar mente nem o coração ,andam usando pinças e patarreca, por isto o Pais esta como esta

  28. Residente de Neves

    28 de Maio de 2013 as 8:30

    É um bom projecto mais é o pior , eles só vendem peixes para bolsos de quem tem dinheiro. Aqui em Neves é melhor comprarmos peixe no mercado em vez de compra na mão desses bandidos , vendem peixe caro e pagam mal os pobres pescadores que ficam no mar . Pra mim em Neves , é melhor pegar este negócio e arranjar novos parceiros

    • ze braveheart

      28 de Junho de 2013 as 14:36

      E querias o quê Residente de Neves? Milagres???
      Quem tem razão é o Lupo Maris. Mas infelizmente nunca são atendidos as verdadeiras necessidades daqueles para quem supostamente são feitas as coisas.

  29. lupo maris

    5 de Junho de 2013 as 17:14

    Nem sempre fazer projectos de pesca é simplesmente…….pescar. O importante é que o projecto se condicione pelas necessidades de quem supostamente deveria beneficiar dele. Infelizmewnte, nem sempre é assim. Lamentavelmente começam a aparecer os comentários negativos. Esperemos que tudo se ajuste.

  30. Julião Nogueira

    27 de Novembro de 2013 as 11:20

    É deveras salutar para a economia S.Tomense um projecto desta envergadura,aliás posso afirmar o seguinte ,com conhecimento de causa….
    As águas maritimas de S.tomé são ricas em algumas espécies demersais de grande valor comercial ,que só podem ser capturadas com palangres de fundo de meia agua e de superficie,á que dar formação adequada aos pescadores de S.tomé
    para num futuro muito próximo S.tomé abasteça de produtos de origem marinha ,e,consiga exportar para fora alguns excedentes.
    bem haja a este projecto.
    Julião Nogueira
    Mestre do largo Pescador

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo