Economia

Timor financia Orçamento Geral do Estado são-tomense

Jovem Estado asiático, membro da CPLP, Timor Leste, decidiu estender as mãos para ajudar São Tomé e Príncipe, com um donativo financeiro de 5,3 milhões de euros. Do montante 3,8 milhões de euros, serão injectados no Orçamento Geral do Estado para este ano. Outros 1,5 milhões de euros vão servir para financiar projectos específicos da Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe. O Governo de Timor Leste aprovou o donativo financeiro na última semana. Altura em que o Presidente da Assembleia Nacional Alcino Pinto, se encontrava de visita a Dili. Timor Leste tem reservas de petróleo, que alimentam a sua economia.

    21 comentários

21 comentários

  1. Santomanse

    4 de Junho de 2013 as 11:04

    Caros Concidadãos,

    Na minha modéstia opinião, tendo TIMOR LESTE doado tal financiamento para o estado Santomense, o normal é ele vir intacto direitinho aos cofres do TESOURO PÚBLICO e o Governo de acordo as prioridades fazer afetações.
    Não fica bem fazer-se anuncio de que 1,5 milhões de euros serão para financiar projectos específicos da AN, quando o Governo tem diversos projectos sociais inscritos no OGE/13 para melhoramento das condições de vida das populações, nomeadamente ESTRADAS, ABASTECIMENTO DE ÁGUA, ENERGIA, HOSPITAIS, ESCOLAS, dentre outras acções.
    Se não vejamos, na situação financeira que o País está, não podemos dar ao luxo de realizarmos acções que não tocam com as populações, por um lado e por outro lado, AN já aprovou o seu OGE e já existem acções bem definidas, portanto não será justo dar-se todo esse bolo a AN, o donativo foi dado ao Estado Santomense e não para AN independentemente do Presidente deste órgão visitar Timor, quem Governa é o Governo e não AN.

    • Lévé-Léngué

      4 de Junho de 2013 as 16:57

      Não será esta a comissão que o Sr. Alcino Pinto teve direito, por ter conseguido esse donativo???
      Deixando de brincadeira, também axo que o bolo foi muito mal repartido, até porque já xtamos em junho e o donativo destina-se ao financiamento de projectos para 2013.
      Há bem pouco tempo acompanhei o Ministro das Obras Públicas, Cavalheiro Abreu, reclamando por +/- 6 milhões de euros pra dar seguimento aos projectos de construção e reabilitação de estradas em todo o País. Sou de humilde opinião que vale a pena investir nessas infraestruturas que beneficiam ao povo directamente do que em obras de reabilitação e apetrecho de gabinetes e residências “oficiais”.

    • Cidadão Nacinal

      5 de Junho de 2013 as 15:31

      Rigor e Transparência, cuidado com o Srº Alcino Pinto, repõe todo dinheiro no cofre Público, e a verba sai consoante apresentação de projeto ao benefício do povo.

      Tem que haver uma assinatura do Tribunal de Contas por onde vai o dinheiro, para que os doadores continuam a dar essas ajudas. Tribunal de Contas seja vigilante, os 5,3 milhões deve entrar directamente, para o Tesouro do Estado, rigor , rigor, acabou a gatunagem, a vigilância é apertada.

      Os Cidadãos têm de estar atento no uso e destino desta ajuda que saúdo aquele Povo Timorense.

  2. Telavive

    4 de Junho de 2013 as 12:32

    Daí se depreende, quem de facto governa este país!

  3. Advogado

    4 de Junho de 2013 as 14:34

    O que está Gabriel como chefe do governo a fazer? O Gabriel tem dois chefes ou seja dois maridos: Alcino Pinto e Pinto da Costa. Um autêntico servente! Quem diria… Quem o viu e o ouviu como bastonário e quem o vê e o ouve hoje! Nunca se deve dizer que desta água não beberei!…

    • Dias

      4 de Junho de 2013 as 15:45

      o Gabriel não passa de um menino que está em casa de mecê. Deve obediência a todos. Caso contrario é posto no olho da rua. O País com tantos problemas sociais nunca pode admitir uma brincadeira dessa.

    • Lévé-Léngué

      4 de Junho de 2013 as 16:59

      Quem ainda não sabe que esse nosso PM não tem contactos?????

  4. madalena

    4 de Junho de 2013 as 15:20

    Timor!!!
    Que esteve em Guerra, oprimido pela indonesia, longos anos de ocupação!!!
    Obrigado XANANA!
    Um dia podemos ajudar o mundo, na luta contra fome, mas outros dirigentes!!
    Os atuais pensam muito fraco, apenas para os botões!!!

  5. luisó

    4 de Junho de 2013 as 15:34

    Até Timor já financia o Estado Santomense.
    Pobres de nós.

  6. Negro de STP

    4 de Junho de 2013 as 17:07

    Timor Leste decidiu estender a mão a S.Tome.
    S.Tomé a 38 anos a viver de esmola.Até quando?

  7. madalenas

    4 de Junho de 2013 as 20:49

    falta Guine Bissau e Djibuti apenas para nos ajudar.
    Somos mais do que pobres, a nossa classificação ainda não foi homologada pelas Nações Unidas. País sem norte
    económico.(PSNE)

  8. madalenas

    4 de Junho de 2013 as 20:51

    Os PSNE, são aqueles que tem recursos e não sabem aproveitar, mesmo sem guerra.

  9. concozuco

    5 de Junho de 2013 as 0:35

    Carros novos pra os Lideres Parlamentares e para o Pr da AN, Obras nas casas de alguns deputados, Telemovel novo para o Pr da AN, cabaz de 12 Julho para os deputados… o povo, esse povo vai vendo passar o NAVIO. Viva a Democracia dos PRETOS.

  10. Rodrigo Caardoso Cassandra(Digo)

    5 de Junho de 2013 as 8:41

    é de todo inaceitavél que Timor dá um donativo ao País já dividido isto deveria ser desde logo recusado pelo senhor presidente da assembleia a partida o dinheiro tem que ser obrigatóriamente entregue ao governo e este por sua vez em função do que esta orçamentado para 2013 criteriosamente ser destribuido em função das prioridades definidas pelo governo, na minha modesta opinião isto cheira a corrupção espero ver os deputados reunidos e decidir em plenária a devolução do dinheiro para o estado e o país, e mas espero ver ainda a asembleia a seguir as riscas a utilização que o governo dará a este montante confio nos senhores deputados ,e muito mas no presidente da assembleia a mudar imediatamente de atitude,já basta somas avultadas que os senhores deputados auferem ao mês, e outras regalias eu trabalho muito mas que muitos senhores deputados e todos os dias não posso aceitar que o país com todos os problemas que tem continua a registar pessoas como deputados a continuarem no regabofe que estão espero e fico atento a aguardar o bom semso dos senhores deputados.

  11. matuitui

    5 de Junho de 2013 as 10:21

    Muito feliz com a notícia, sobretudo na situação actual que o país atravessa! Muito obrigado Timor Leste! Devemos reconhecer este País como um grande amigo e abrir as nossas portas para que os Timorenses também possam entrar em STP quer para investir quer para o turismo!
    A bém pouco tempo que assistiamos passivamente cenas tristes na TV, o povo Timorense a ser martirizado!Hoje foram capazes de superar tudo e ainda nos ajudar!É um gesto de um valor sublime!
    Nós os Santomenses tb devemos começar a ser mais solidários, tanto no plano interno, nós, uns com os outros, como externo, nós e os da CPLP, sobretudo Angola, Brasil, Portugal que nos tem ajudado muito! Cabo verde também tem nos ajudado apesar das suas dificuldades e o problema de seca. Guiné só Deus sabe como está! Mas já Moçambique a cooperação tem sido muito fraca.
    E para terminar gostaria de deixar a seguinte mensagem: Que aquele que desviar ou der o mau uso do dinheiro conquistado com suor e sangue do povo de Timor seja também punido, sinão com sangue porque a nossa lei não prevê,mas muito duramente!
    Invistamos o donativo là onde possamos obter ganhos para contimuarmos a viver condignamente e não eternamente estedendo as mãos!

  12. Antónia Quintas

    5 de Junho de 2013 as 16:28

    Brincadeira. Substituição de XIV governo pelo XV não passa de uma troca de 6 por meia Dúzia, para o povo éclaro. Como que alguem como a 2º figura do Estado, com responsabilidade sérias, sabendo das graves dificuldades de financiamento para o presente OGE, da-se ao luxo de vir a comunicação social anunciar que conseguiu um apoio financeiro de 5,3 milhões ao país, em que 1,5 vai a sua instituição(AN). Quis dizer por outras palavras 1.5 milhões para 55 deputados e 3,8 para cerca de 200 mil habitantes. Boa Governação.Assim k pretendem tirar povo da miséria? Fica mais fácil assim enteder o porque da guerra pelo puder.

  13. Vane

    6 de Junho de 2013 as 0:05

    Essa notícia parece uma piada “Para muita gente dinheiro é solução, mas no caso de STP é problema” Ganha-se dinheiro mais n investe no povo, o que adianta?

  14. Rodrigo Caardoso Cassandra(Digo)

    6 de Junho de 2013 as 8:20

    A assembleia não tem que ficar com dinheiro nenhum todo dinheiro deve ser entregue ao governo para fazer gestão criteriosa da sua distribuição em função das prioridades do governo e das necessidades das populações ,por isso não deve no meu entender a assembleia ficar com qualquer montante deve sim a assembleia unicamente receber aquilo que esta projetado no seu orçamento para 2013, e seguir com rigor a fiscalização do governo da utilização do dinheiro, que projectos especificos tem a assembleia?

  15. alvaro lopes

    6 de Junho de 2013 as 12:13

    Ora essa, então o dinheiro já tem dono, único dono é o estado santomense, o dinheiro deve ir todinho e direitinho ao cofre do estado (tesouro público) quem é que disse que assembleia leva 1,5 milhões de euros em 5,3 milhões, deixemos de brincadeira, o OGE 2013 já contempla despesas e receitas do parlamento, por isso, o governo que se aprume e gere o dinheiro

  16. Futuro Turismólogo

    6 de Junho de 2013 as 12:24

    OBRIGADO TIMOR.

  17. Felisberto Bandeira

    7 de Junho de 2013 as 5:23

    NO meu sentimento toda a verba deve entrar no TESOURO PUBLICO porque no orçamento Geral do estado já esta adjudicada toda instituição do estado e todos os órgão da soberania do Pais portanto não faz sentido 1,5 Milhões ir para projectos especifico da Assembleia Nacional ,O Presidente do tribunal de contas deve exercer o seu verdadeiro papel de fiscalizador nato., E O PRIMEIRO Ministro tem que acordar do profundo sono e exercer conscientemente as suas funções porque lhe foi dado AUTORIDADE no ato do JURAMENTO que o Senhor Prestou perante DEUS perante O POVO PARA GOVERNAR, todo o Dinheiro tem que entrar para o cofre do Estado, e necessário e natural que deve haver sintonia entre os órgãos de soberania, mas não comportar como um teleguiado.A PERGUNTA QUE FAÇO A PATRICE TROVOADA E ADI E A TODO O POVO DE S.TOME E PRÍNCIPE PORQUE RAZÃO PATRICE NÃO CONCORRE OU PARTICIPA NA CENA POLITICA DO GABAO TENDO EM CONTA QUE ELE NASCEU E CRESCEU NO GABAO? ATE AONDE EU SEI PATRICE NÃO E NENHUM SALVADOR DA NAÇÃO (JESUS CRISTO)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo