Arrancou a semana nacional do turismo

Arrancou hoje a Semana Nacional do Turismo. O pontapé de saída das actividades foi dado com a realização de uma conferência sobre o sector, intitulada ‘’O Actual Turismo em S. Tomé e Príncipe, Soluções e Perspectivas’’, esta segunda-feira, nas instalações do Hotel Pestana.

O país recebeu em 2012 cerca de 13000 turistas, com Portugal e Angola a liderarem a lista, um indicador das grandes potencialidades do turismo.

Mas, segundo José Vera Cruz, director do Turismo, o sector turístico ainda não ocupou o seu devido lugar.

«Nós sabemos que o turismo nacional ainda não conseguiu ocupar o seu devido lugar, está numa fase embrionária e queremos que ele cresça muito bem e que possa ser um factor de redução da pobreza e também fazer com que toda gente ganhe um pouco com as actividades turísticas no nosso país».

O Governo definiu o sector do turismo como umas das áreas prioritárias e um sinal da importância atribuída ao sector foi a  institucionalizado 24 de Agosto como o Dia Nacional do Turismo. José Vera Cruz realçou os factores que contribuem para fazer do turismo um sector estratégico da economia são-tomense.

«Pretendemos realçar a importância do turismo para o desenvolvimento do nosso país e a necessidade de nos comprometermos com maior acuidade na defesa desta causa e, consequentemente, de nos debruçarmos na condução de novos níveis de crescimento desse sector tão estratégico da nossa economia. A boa localização geográfica de S. Tomé e Príncipe, as autoridades e a segurança, a natureza e a cultura, sol e praias, constituem pilares basilares e potenciais turísticos e condição necessária para a efectiva participação turística, uma consolidação dos pilares do crescimento económico santomense». Declarou o ministro do Comércio, Indústria e Turismo.

Gaudêncio Costa, o orador da conferência sobre o estado actual do turismo considera que existem boas perspectivas, com a retoma da economia mundial:

«Creio que S. Tomé e Príncipe está no bom caminho, é um sector com imensas potencialidades, se houver uma mobilização nacional para apoiar o sector do turismo, estou crendo que melhores dias virão. O nosso futuro está na aposta que nos conseguirmos fazer em relação ao sector de turismo. É evidente que há algum complexo ainda da nossa sociedade, visto que há pessoas que entendem que os outros sectores são os mais importantes, é uma questão que temos que resolver e acredito que vamos chegar a esse consenso, o petróleo é importante, as infraestruturas são importantes mais todos estes sectores podem concorrer para o desenvolvimento do turismo».

Apesar das dificuldades que o sector do turismo ainda enfrenta, as autoridades nacionais estão seguras de que melhores dias virão num país com grandes potencialidades turísticas.

Téla Nón

  1. img
    Barão de Água Izé Responder

    O Turismo é, pode ser, um sector estratégico para o desenvolvimento do País.
    O Turismo faz parte do composto da Economia Sãotomense e será pura ilusão que se possa fazer um trabalho profundo no Turismo, se as restantes partes que componhêm a Economia não andarem em paralelo e com a mesma velocidade. Por exemplo: O Direito marítimo que permitiu a privatização de praias de elevado potencial turístico; Roubo das areias nas praias, dizem as más línguas, transportadas em viaturas militares; Terrenos sobranceiros a praias maravilhosas que, “diz-se, diz-se”, como por exemplo praia do Tamarindos, estão em “banho-Maria” para que Presidente da G.Equatorial, se lembre um dia de fazer um resort; O misterioso Clube Naútico que lá está para satisfação do seu “proprietário”, talvez, angolano; A direção de Estradas que não coloca sinalética; e se o turista adoece…..
    De realçar a actividade da CACAU.
    Sem ovos não se fazem omoletes e enquanto
    não houver um Governo que coloque em causa a politica económica decorrente da Estatização da Economia no pós- independência e não apresente alternativa(s), mais dias de Turismo irão passando e o nosso País não merece mais turismo do “faz de conta”

    • img
      Pen Drive Responder

      Como é que o turismo pode alavancar a economia se S. Tomé e Príncipe, se o Ministro da tutela em alusão à semana do turismo anda a visitar hotéis, praias e matos ao invés de apresentar um verdadeiro plano director do turismo em S.Tomé e Príncipe? Mas que preguiçosos e falta de criatividades!

      • img
        Barão de Água Izé Responder

        Se calhar até foi dar um mergulho no Clube Naútico……

  2. img
    Jornalista Amador Responder

    Isto é semana de turismo ou teatro?
    Reflitam bem o que é turismo e o que pretendem fazer….
    STP assim não vai lá.

  3. img
    leopaldo Responder

    Em STP näo temos nocao doque é o turismo….
    O que estao a fazer é Teatro….e nao a promocao do turismo na ilha

  4. img
    observador Responder

    Pertinente iniciativa apesar de;
    Não passar de mais palavras bonitas
    A falta de visão e desconhecimento total do poder Público em relação ao turismo e consequentemente não haver nada de novo para dinamizar esta actividade
    Degradação e abandono acentuado a que estão votados infraestruturas como; hotel Miramar, Clube Náutico para não falar de outros…..

    • img
      ministro incompetente Responder

      sr observador sabe porque é que há falta de visão? STP, não há ministério de turismo, o k há é: Ministério do Comercio, industria E turismo, nenhum ministro não é formado nesta área .
      se fosse STP, ja teria em pé de Igualdade com Cabo-Verde

  5. img
    Pen Drive Responder

    Norte de S. Tomé dá para turismo balnear, sul e centro para turismo ecológico. Tem que ser junção das duas coisas. De outra forma não há turismo nenhum! E não é esse turismo onde os santomenses vão às praias beber umas tantas cervejas. Terá que ser um turismo comercial, e acima de tudo virado para o mundo.

  6. img
    Militar Responder

    Turismo nao é construçao de Hoteis,penso eu… Mais construção de Aeroporto, portos, Estradas, museus e muito mais meus Senhores.
    Um turista quer conhecer história do País a beleza da cidades, não essa cidade que temos cheio de lixos sem brilho.

    • img
      Ralph Responder

      Vocé faz um bom ponto. Precisa haver uma gama de facilidades para atrair turistas. A presença de hoteis não é a unica coisa que atrairá os turistas. Apesar de haver alguns turistas que gostariam de visitar os países menos desenvolvidos, acredito que o maior fator é se eles puderem ficar em conforto e sentirem seguros quando viajam. Se isso acontecer, acho que mais turistas vão visitar o seu país.

      Infelizmente, essas coisas demoram muito tempo, dinheiro e esforço. Outra coisa é a localização do país em relação ás rotas maiores. Menos turistas virão se é difícil e caro para chegarem á vossa terra. Sei que eu gostaria muito de visitar lá algum dia mas moro na Australia e estou a aprender portugues. Não sou um turista normal. Porém, muitas das pessoas no mundo ainda não sabem que STP mesmo existe. Por isso, será difícil atrair mais turistas.

      Por fim, eu não quiser que o seu país se concentrará demasiado em turismo. Apesar de o turismo ser um bom alvo para que vocés possam esforçar-se, é melhor ter uma economia diversificada. Contudo, espero que o número de turistas aumente porque eles podem ser uma boa fonte de rendimento. Boa sorte!

  7. img
    Angelo Torres Responder

    Muito boas tardes a todos santomenses dentro e fora do pais.
    Venho por este meio apresentar o meu mais vehemente protesto pelo mau uso da palavra TEATRO! Como saberao alguns, este é o meu meio de trabalho que nos ultimos 21 ano. Nesses anos todos,julgo eu, ter levado com muito orgulho para todo o lado que solicitem o meu trabalho, a unica nacionalidade que tenho a da RDSTP. E creio o ter feito, dentro das minhas possibilidades da melhor maneira possivel. Por isso quando vejo a má utilizaçao da palavra TEATRO, para classificar o desempenho da nossa classe politica, no minimo, causa-me alguma tristeza(para nao utilizar outros adjetivos). Em nome de nos os faderos de TEATRO, dentro e fora do pais. Em vez de, embora indiretamente, menospresarem a nossa atividade. Deviamos apoiar e louvar as ARTES santomense em geral e o TEATRO em particular para o bem da nossa CULTURA e cosequentemente o nosso turismo. Dos muitos paises que conheço, posso garantir que bonitos sao todos, dependes dos olhos de quem ve. Mas a nossa CULTURA,o que nos torna unicos e santomenses, SÓ exista no belissimo PAIS que temos como NOSSO! A TERRA, dependendo do ponto de vista, o da deus ou a natureza. Mas o PAIS o construimo-lo todos.
    Sem mais.
    Um bem haja a todos que querem o bem do PAIS. VIVA SAO TOME e PRINCIPE!
    Angelo Torres

    Ps. Escrevo de um computador exageradamente espanhol. As minhas desculpas pela pontuaçao.

  8. img
    ministro incompetente Responder

    sou estudante do 3º ano de turismo….O governo tem conhecimento do meu curso…
    como é possivel realizar uma actividade destas e não convidar os futuros licenciados ao debate? soube que só aqueles que tinham convite é que poderiam participar…
    minha gente, turismo , não é petróleo que os responsaveis é k dominam,,, turismo abrange toda a população… é preciso pensar nisso,,, TURISMO É PARA TODOS NÓS

Deixe um comentario

*