China vai construir porto em águas profundas e quer transformar São Tomé em placa comercial para conquista da África Central

As empresas chinesas que tomaram parte na inauguração da representação de ligação com São Tomé e Príncipe, manifestaram empenho em investir na construção do porto em águas profundas e outros projectos, desde estradas até grandes superfícies comerciais viradas para o mercado da sub-região.


O Ministro das Obras Públicas e Infra-estruturas, Osvaldo Abreu, que representou o Governo na inauguração da sede de ligação entre São Tomé e Príncipe e a China Popular, disse que os homens de negócios chineses e o próprio governo de Pequim, através do representante de ligação em São Tomé, tem projectos já definidos para implementar no país.  « Entre os investimentos concebidos por eles, encontra-se a construção de grandes mercados e centros de compra a ver a sub-região africana», anunciou o ministro das obras públicas.

Osvaldo Abreu que falou a imprensa depois de ter participado na inauguração da representação de ligação da República Popular da China em São Tomé, apontou a construção do porto em águas profundas como sendo o projecto que provoca maior interesse da China Popular. «Há interesse bastante garantido em relação a construção do nosso porto em águas profundas. Os empresários chineses fizerem questão de dizer que eles têm interesse próprio na construção e na operacionalização do porto em águas profundas, porque lhes daria um grande jeito na sua movimentação empresarial e comercial ao longo da costa africana», frisou o ministro.

O Governo são-tomense também apresentou algumas necessidades ao empresariado chinês. Segundo Osvaldo Abreu, o governo quer investimento chinês na construção de estradas, esgotos, na modernização do aeroporto internacional e do porto de São Tomé  e da ilha do Príncipe, e a questão dos transportes marítimos. «Houve completa sensibilidade e abertura da parte chinesa, tanto os empresários como a parte oficial da representação de ligação, que fizeram a questão de frisar que colocarão a nossa disposição toda a facilidade que é merecida tendo em conta, o histórico de relacionamento entre o povo de São Tomé e Príncipe e o Povo da República da China Popular», assegurou o ministro das obras públicas.

A retoma de relações comerciais com a China Popular, foi considerada pelo ministro como uma acção de salvaguarda e de interesse dos são-tomenses. « Sabemos que a República Popular da China tem sido o principal investidor no continente africano, e nós não queremos ficar a margem dessa avalanche de investimentos que assistimos», concluiu o ministro.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    santa catarina Responder

    Mais memorando e acordos. Cuidado sejamos serios e não caloteiros. Este governo não tem prena para assumir acordos deste vulto não tem mandato do povo. Esperem as eleições par aque a coisa seja seria e tenha legitimidade. O tempo já esta perdido tenham calma e sejam honestos com os nossos parceiros.

    • img
      tudo o vento levou!... Responder

      ver para crer como diz santo tome…
      quando a esmola for muita
      ate o cego desconfia….
      que tal do sal que os Angolanos
      produziram na ilha do pricipe?…
      quando e que chega ao mercado?..

  2. img
    José Responder

    Força…
    Sejam bem vindos.
    Mas não esqueçamos que Taiwan também tem dado importantes ajudas. Todos juntos.
    Sejamos inteligentes.
    Obrigado Pinto da Costa.

    • img
      Zeca Afonso Responder

      S. Tomé e Príncipe. País de acordos e memorandos. E depois?

    • img
      Zeca Afonso Responder

      Toda gente quero transformar S. tomé em tudo. Assinam acordos, memorandos e tudo mais. Quando vem o estudo da viabilidade económico-financeiro?

    • img
      Zeca Afonso Responder

      Credo porto de águas profundas!Primeiro foram os franceses, depois os belgas, asseguir os àrabes unidos(Dubai),num espanto os brasileiros, agora são os chineses. Desconfio que os índios de Panamá vão ficar definitivamente com isto!

    • img
      de Ceita Responder

      Haver vamos,esperemos que que não seja mais um desses acordos que são estabelecidos mais não são cumpridos.

  3. img
    servo de Déus Responder

    Se assim for, após a leitura feita, vai ser muito bom pra STP, mas, cuidado sempre com acordos, têm que ser bem estudado para não acontecer o mesmo que aconteceu com o anterior governo” Assinar acordos e estar a renegar”

  4. img
    Deus é Grande. Responder

    Parabéns Presidente da República.
    Prabéns Governo
    Parabéns à todos nós Santomenses.
    É precisamente isto que o país precisa para sairmos deste liniar da pobreza e não o,:
    CAOS CAOS CAOS.
    Parabéns S.Tomé e Príncipe.
    CRESÇAMOS.

  5. img
    Fernando Castanheira Responder

    Oxala nao venham a desiludir-nos comendo dinheiro dos Chineses como ja nos acostumaram.

  6. img
    SOMBRA Responder

    vede mé ?

  7. img
    luisó Responder

    Outra boa e grande noticia, também para ver.

  8. img
    Odair Costa Responder

    Tendo em conta grande poder financeiro que a china tem,também um grande investidor no continente áfricano e com muito investimento ao nível da C.P.L.P é com imensa satisfação que eu vejo S.TOMÉ E PRÍNIPE á entrar nesta rota de negócio com CHINA POPULAR,foi uma grande aposta do governo e nós esperamos que tudo que acordado com esses empresário chineses seja concretizados para o bem estar do povo santomense,criação do posto de emprego,e também quero ver o meu LINDO PAÍS TRANSFORMAR NO CENTRO DE NEGOCIO PARA O CONTINENTE ÁFRICANO E O MUNDO,ESTAMOS NO CENTRO DO MUNDO VAMOS APROVEITAR A NOSSA LOCALIZAÇÃO.As pessoas atenta ao País está a ver agora os verdadeiros projectos desse GOVERNO,por isso apelo vamos unir para o DESENVOLVIMENTO DO NOSSO PAÍS E BEM ESTAR DO POVO SANTOMENSE,VIVA PINTO DA COSTA E O GOVERNO DE GABRIEL COSTA.

  9. img
    sotavento Responder

    Vamos a ver se desta vez vai de verdade…o governo fala na modernizacao do aeroporto por parte dos chineses.A empresa petrolifera angolana Sonangol nao compremeteu em fazerlo?

  10. img
    a chave Responder

    Os chineses não são bons companheiros da viagem. Fazem tudo eles com presos chineses e a qualidade é muito mau.

  11. img
    Cidadão Responder

    Cale a sua boca chave. Tu não sabes nada. Queremos é obra, o país a caminhar, e nada de desânimo aqui. Não temos cá o nosso palácio dos congressos com boa qualidade. Cale-se e fique quieto.

  12. img
    António Silva Responder

    Procurem apostar na qualidade porque sabemos de antemão que nesta matéria questiona-se muito a qualidade dos produtos chineses. Na China também existem coisas com qualidade; isto é como em tudo. Se se queremos gastar pouco, temos pouca qualidade e se quisermos gastar mais, temos mais qualidade. O importante é termos supervisores desta qualidade.
    Não se esqueçam também de lhes apresentarem a proposta da construção de um novo hospital. A saúde deve estar em primeiro lugar.

  13. img
    madalena Responder

    Ate agora , nada de novo!!
    Devemos nos concentrar no essencial, deixem o resto para a campanha, caso contrario não haverá spot publicitário, mais. Convenhamos!! O PCD afinal não tem nada a dizer? Tudo é do MLSTP? E MDFN, fica só para segurar e anunciar na CS(Comunicação social), obra do outro? Qua sca bi???

  14. img
    Jornalista Amador Responder

    Por favor senhores politicos….. falem menos e faça mais.
    Um bom e verdadeiro negocio deve ser negociado em segredo…. se tudo isso vai ser feio, devolga apenas quando tiver tudo confirmadoe e acertado….
    Segredo é alma do negocio….. nenhuma pessoa seria que tem dinheiro para investir quer propaganda antes de ter coisas concretizadas

    • img
      Toni Responder

      Concordo plenamente consigo, o segredo é a alma do negócio , este tipo de ajuda é bem-vindo e STP precisa e muito, mas atenção que a China usa mão de obra própria e logicamente alguma “coisa” STP vai ter que dar em troca, sempre mais que os investimentos de infra-estruturas que a China faz. Vai haver muito petroleiro por aqui.

  15. img
    observador Responder

    Bem a ver vamos, no entanto, conviria que os nossos governantes não se emocionassem muito, pois é necessário darem passos concretos e estarem atentos a qualidade das obras dos chineses, no entanto é de louvar pois neste momento a China é tão somente a segunda maior economia do Mundo…..

  16. img
    Fifi Responder

    Caros compatriotas.
    Toda boa iniciativa merece respeito. Por esta razao so tenho que louvar o trabalho do governo. Entretanto quero alertar as nossas autoridades no sentido a estabelecerem exigencias que protejam nao so a nossa riqueza hambiental, mas tambem o povo santomense. Com efeito, é necessario sermos vigilantes com a problematica do custo do trabalho. Esse custo esta aumentando cada vez mais em China. Em consequencia, a Africa esta se transformando num mercado atrativo. Por favor, façam atençao para que os nossos compatriotas nao tenham o mesmo destino que os Etiopes ou outros. Respeito das nossas tradiçoes e dos valores que sempre nos definiram.

  17. img
    kaikonena dias da graça Responder

    Da minha parte espero que esta retoma de relação entre o povo de São Tomé e Príncipe e o Povo da República da China Popular,seja uma acção de salvaguarda interesse,e para mudar o rosto desta maioria sofrido,não seja mais um avalanche de investimento para enriquecimento brutal da mesma quadrilha de sempre .

  18. img
    deixe-nos trabalhar Responder

    Disse Mao Tse Tung:
    SE O INIMIGO NOS ATACA,É PORQUE ESTAMOS EM CAMINHO CERTO.
    Todos maus comentários e votos negativos na avaliação só vêm de ADI e suas gentes QUE NÃO QUEREM BEM DE S.TOMÉ E PRÍNCIPE.
    Está mais do que claro.

    • img
      ferpenapandopo Responder

      O problema é que o maior inimigo do Povo
      era o próprio Mao Tsé Tung…

  19. img
    Olivio da Trindade Responder

    Estamos de parabéns ,vamos desenvolver o nosso país.

  20. img
    Manuel Responder

    A China financia exportacao chinesa e procura novos mercado regionais, tendo como STP a placa giratoria.
    Os chineses sao estrategas e nao pensaram nisso agora.

  21. img
    zeme Almeida Responder

    Os chineses vao contruir porto de aguas profundas como?Aonde voces vao buscar o dinheiro para executar esta tamanha obra.As eleicoes se avinham e querem com isto fazer o boi dormir.Tantas coisas para se fazer no espaco de 8 meses que ainda restam para este governo da troika.Será que terá pernas para andar?{Nao}O Povo de hoje nao é burro.

  22. img
    Bom Samaritano Responder

    Gostei da noticia espero que dê certo, para não ser mais um.Com porto de Àgua Profunda espero que nosso país vai sair na situação que está, oramos para tudo dar certo meus irmão nativo da ilha. Os Chineses são boas pessoas, são raça que tem maior numero de esmpresa em África, eles são credivel. Força governo faça tudo para o bem do nosso país. pode contar comigo para o mesmo. Que isso seja a vonade de Deus.viva STP

  23. img
    Imparcial Responder

    Vamos esperar ver para crer… Porque quantas noticias desse genero que já foram anunciadas? Esperamos que elas concretizem e aqui sim cantaremos vitória. A maneira como está sendo anunciada parece mais campanha e populismo…

  24. img
    Democrata Responder

    Esperemos e estamos desejosos de que sera desta vez e que nao fica apenas pelo memorandum e tagarelas apenas para fazer boi dormir.
    Tenho dito.

  25. img
    kaikonena dias da graça Responder

    na verdade ,na verdade,tudo de grande impacto financeiro nunca chega a bom porto de são Tomé e príncipe, eu também sou filho desta nação ,o meu voto é que ela si desenvolva .
    A idade da nossa independência é um facto para não acreditar nesta quadrilha dos compadres.,eles exploram alternativas.

  26. img
    Santola Responder

    Loucura! Não vai nada!

  27. img
    Verdade Responder

    Devemos ser optimistas, sem no entanto sonhar com os pés nas nuvens. É claro que este governo não irá concretizar muitas das obras que está a projectar em diversos sectores, mas temos que ver que o Estado é um, independentemente do partido ou coligação que esteja a governar, os compromissos assumidos pelo estado devem prevalecer. A facto de se estabelecer essa abertura com China é benéfico para o País. O actual governo só tem mais 6 ou 7 meses de governação, o outro que vier deve seguir este processo. deixemos de criticar só porque este governo não é da nossa cor partidária. sejamos santomenses e pensemos no País e não nos partidos. Si olharmos para os nossos irmão PALOP em que a China Popular tem feito investimentos, vamos ver quantos projectos grandiosos não se tem desenvolvido.
    Vamos nos unir e tirar proveito deste acordo e dos outros que são vantajosos para o País.
    Vamos fazer criticas construtivas com argumentos serio e credíveis que possam contribuir para o desenvolvimento deste País.
    Sejamos honestos…

  28. img
    Vargas Cardoso Responder

    Força S. Tomé.
    Boas notícias para o nosso pais, certifiquem que estes projetos saiem mesmo do papel.

Deixe um comentario

*