União Europeia disponibiliza 28 milhões de euros para 5 anos

Até 2020, São Tomé e Príncipe vai beneficiar de ajuda financeira da União Europeia, de cerca de 5 milhões de euros por ano. Ajuda financeira inserida no novo programa de cooperação bilateral, assinado na última sexta feira. Desta vez os fundos disponibilizados pela União Europeia vão ser injectados directamente no Orçamento Geral do Estado.

Agostinho Fernandes, Ministro da Economia e da Cooperação Internacional e Helmut Rudolt novo embaixador da União Europeia junto ao Estado são-tomense, subscreveram o novo programa de cooperação.

O novo acordo foi assinado algumas horas depois do representante da União Europeia ter apresentado as suas cartas credenciais ao Presidente da República Manuel Pinto da Costa.

No átrio do Palácio Presidencial Helmut Rudolt, disse a imprensa que para além dos 28 milhões de euros, que vão ser disponibilizados para financiar o orçamento geral do Estado são-tomense durante os próximos 5 anos, São Tomé e Príncipe vai beneficiar também de outros fundos, no quadro do apoio financeiro multilateral que a União Europeia atribui aos países da sub-região africana.

O novo programa de cooperação, pretende promover o desenvolvimento sustentável de São Tomé e Príncipe. Abastecimento de água potável as populações, dinamização dos sectores agrícola e da energia foi indicado como prioridade.

Mas, Helmut Rudolt destacou também o sector do turismo, onde segundo o novo embaixador da União Europeia, São Tomé e Príncipe tem um potencial enorme.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    HOMEM Responder

    Que triste notícia esta para o “meu” nosso STP.
    A comunidade internacional, NÃO DEVE mais enviar dinheiro para STP.
    Chega de enviar dinheiro que vai parar aos bolsos dos políticos.
    STP tem que viver com o que produz, e lutar pelos seus próprios meios, para conseguir atingir a independência que tanto estupidamente se orgulha.
    Muitos Sãotomenses, odeiam os estrangeiros, e nomeadamente todos os que possuem pele de cor branca. Assim, deixem-nos viver com aquilo que temos e não precisamos do vosso dinheiro para nada.
    Aqui em STP, só damos para africanos e não para europeus ou asiáticos.
    Vocês europeus e asiáticos sabem que “nós” não gostamos de vocês, mas teimam em dar-nos dinheiro para podermos suportar as nossas despesas, bem como as despesas dos nossos políticos.
    CHEGA, deixem-nos morrer á fome, pois é o que precisamos e merecemos com o nosso racismo.
    Fomos racistas e egoístas quando os polítiqueiros de STP pensaram em Independência, e nem viram, que os portugueses o que fizeram não foi dar-nos a independência, mas sim, livraram-se destas ilhas inviáveis como país, e que só lhes dava cabo do Orçamento de Estado. Porém, nós pretos estúpidos, pensamos que ganhámos a independência, quando afinal o que ganhámos foi uma treta de país miserável e pedinte.
    Agora falando a sério, a comunidade internacional deve deixar de prestar apoio financeiro a STP, para que assim, possamos cair na miséria, na fome, na desgraça internacional e de uma vez por todas como país.
    Assim poderemos abrir os olhos de todos os Sãotomemses e sermos uma região autónoma de um outro pais qualquer.

    Diese Nachricht Traurige stirbt Für Meine unsere STP. Sterben die Internationale Gemeinschaft Drop Nicht Mehr Geld ein STP-Senden. Nicht Mehr Senden Sie, Geld in Die Taschen der Politiker pausieren Wird. STP Muss live Mit war es Produziert Kämpfen Für Ihre Eigenen Und Itfo_plants_herb_02, um die Unabhängigkeit Zu Erreichen Sie ja Dumm Stolz. Seenhim Saotomeans, Sie Hassen Und Vor Allem, Ausländer alle Mit Weißer Jene Haut. Lassen Sie Uns Mit, war auch, Wir Haben Wir Brauchen Leben Und Ihr Geld Nicht Für Nichts. Hier Bei STP, Nur Sie Geben, Nicht Für Europäer Und Oder Afrikanisch Asiaten. Europäische Und Asiatische Sie Wissen, Dass Wir “Mag Sie Nicht, Aber Darauf Bestehen, Geld Zu Geben Uns, Dass Wir unsere Sowie Kosten-Die Kosten Für unsere Unterstützen Politiker Kann. GENUG, Lassen Sie Verhungern, Weil die ist, war Wir Brauchen Und Verdienen Mit Unseren Rassismus

    • img
      Santola Responder

      É impossível sobrevivermos sem apoio, STP é um país insular. não temos fronteira, não temos amigos apenas estamos no meio do oceano. Mas o que posso dizer até tens razão porque se for para receber apoio e encher os bolsos dos nossos governantes, melhor não receber mesmo. A UE como qualquer outra organização tenta nos ajudar e mesmo assim não damos passos significativos, daqui a pouco FMI vai dar mais uma nota negativa para STP, se não crescemos a nossa economia desta vez não vamos avançar nunca, a única coisa é esperar um revolução em STP.

      • img
        MIGBAI Responder

        Meu caro “Santola”
        Se é impossível sobrevivermos sem apoios financeiros, então o melhor é mesmo acabar com esta independência, como diz o “HOMEM”, ou então, negarmos todos os apoios e vivermos com o que temos, pois andar a brincar aos países e a brincar com a dignidade humana dos são-tomenses é uma brincadeira de muito mau gosto dos nossos políticos.

  2. img
    Titus Andronicus Responder

    Precisamos da ajuda externa e precisamos, prioritariamente, de melhorar o uso que fazemos dessa ajuda. Fui.

    • img
      HOMEM Responder

      “Titus” que merd* de pais é este que ao fim de 40 anos de pedinchice, ainda precisa e vai continuar a precisar de ajuda financeira externa?
      Mas afinal que pais é este, que é independente, mas é dependente da riqueza dos outros países?
      Mas STP é independente ou é dependente?
      Se somos um país dependente, vamos assumir isso de uma vez por todas, e enterrar de vez o nosso famoso racismo e estupidez para com os estrangeiros brancos.
      Qualquer dia os estrangeiros fecham a torneira, e vamos ter que viver somente com o nosso dinheiro, e nessa altura, eu quero ver muitos a engolirem o orgulho de serem independente e a colocarem de lado o tão característico racismo de sãotomense.
      Que STP seja uma região económica especial, e de preferência de Portugal, para eles, assim, terem que assumir os encargos com o desenvolvimento de STP, já que deram a independência, sabendo que largavam uma batata quente para nós, e que nós estupidamente e egoistamente e os politiqueiros oportunistas, aceitámos de mão beijada, como tendo sido a melhor coisa que nos podia acontecer.
      Vejam e saboreiem todos agora, a melhor coisa que dissemos que nos aconteceu, A INDEPENDÊNCIA E A DEPENDÊNCIA!
      Que os portugueses assumam as suas responsabilidades, na podre independência que nos ofereceram!
      Vamos exigir aos nossos políticos da altura e actuais, que assumam perante os sãotomenses, as suas responsabilidades ao receberem e exigirem uma independência podre e oportunista visando unicamente os seus interesses esquecendo a restante população de STP.

      Ist “Titus” was für ein Land, das nach 40 Jahren der Bettler, noch braucht und wird auch weiterhin externen finanziellen Hilfe brauchen? Welches Land ist, die unabhängig ist, ist aber der Reichtum anderer Länder abhängig? Aber STP ist unabhängige oder abhängige? Wenn Sie ein abhängiges Land sind, angenommen, die ein für allemal und unserer berühmten Rassismus und Dummheit an weißen Ausländer zu begraben. Werden wir mit unserem Geld zu Leben jeden Tag die Aliens schließt man den Hahn, und dann will ich zu sehen, eine Menge schlucken seinen Stolz, unabhängig und beiseite zu legen die so charakteristisch für Sãotomense Rassismus. Das ist eine spezielle Wirtschaftsregion STP und vorzugsweise von Portugal, denn sie müssen somit übernehmen die Kosten für die Entwicklung von STP, da sie gaben der Unabhängigkeit, zu wissen, die um ein heißes Eisen für uns, und wir dumm und egoistisch strömten und opportunistische Politiker akzeptiert Beij.

  3. img
    ANCA Responder

    O mal está em nós, enquanto cidadaos de cultura(Modo de Ser Estar, Pensar, modo Fazer) SãoTomenses.

    Com gosto pela Unidade Disciplina e com muito Trabalho é que se cria riqueza, igual ou mesmo que dizer dignidade.

    O dinheiro fácil nada custa, nas mãos de quem nunca se esforçou para saber quanto o custa o ganhar valorizar investir poupar.

    De recordar, que outrora já fomos uma potência na produção de café e cana de açúcar, …. mas pela força de chicote, trabalho esforçado, o Europeu de altura que comandava, conhecia bem a nossa manhã, de preguiça, falta de gosto pelo trabalho, falta de humildade, falta de pensamento organizativo ou organizado, falta de responsabilidade, desleixos,…vaidade e mulherenguices.

    Na realidade hoje;

    É impossível sobrevivermos sem apoio, STP é um país insular.
    Pequeno dimensão Territorial/Populacional, embora com Potencial, económico, dentro da região ao qual estamos inseridos.

    É preciso mudar, tornar instituições nacionais fortes.
    Cultura de responsabilização/Justiça/Educação/Formação/Saúde, etc, etc,…à nível social, cultural, ambiental, energético, desportivo, político, económico e financeiro.

    Nenhum País(Território/Populacional/Administração/Gestão), Instituição, Cidadão, sobrevive, sem inter – ajuda mútua.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  4. img
    ANCA Responder

    Alguém sabe o significado da palavra Racismo?

    O que é um Racista?

    Aquele que gosta da raça ou desgosta?

    Mas é pena porque a Raça só existe uma que é HUMANA.

    O que dá cor a pele é uma substância designada de Melanina.

    A História Mundial escrita pelos Europeus, não obstante o tratado cientifico, diz-nos que os primeiros Homens, apareceram em África.

    Se se estes Homens emigrou à milhões de anos, para outras latitudes mais frias, em busca de alimentos, o que fez com que a sua pele se torna-se mais clara, o seus cabelos tornasse mais lisos, olhos mais claros, nariz mais comprido, de forma a permitir adaptação ao clima, tal e qual os Homens que ficaram no continente Africano adaptando ao clima mais quente, a adaptação da pele, cabelo, olhos, pele a pigmentação mais escura de modo a suportar temperatura mais quentes ao longo do ano.

    O Racismo é fruto dos sistemas Educativos, Políticos, Económicos Financeiros, temos vários casos e exemplos desde Americanos, Alemão, Sul-Africano, etc, etc,…

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    • img
      HOMEM Responder

      Senhor(a) “ANCA”.
      Fiquei sem saber se continua com interesse em saber o significado de RACISMO e o que é um RACISTA.
      Assim, para eu não estar aqui a escrever sem necessidade, aconselho que consulte tais termos em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Racismo e assim tirar as suas dúvidas, caso ainda as tenha.
      Tenha um excelente e Santo Natal.

Deixe um comentario

*