“BISTP prejudica orçamento de famílias são-tomenses”

O Banco Internacional de São Tomé e Príncipe, BISTP, é alvo de um protesto da sociedade civil são-tomense, que acusa o banco privado de fixar um novo preçário que foge a conjuntura económica de São Tomé e Príncipe. «Prejudicando o orçamento de muitas famílias são-tomenses com baixo rendimento», dizem em coro centenas de são-tomenses, que já subscreveram o protesto cívico sob o lema “ Em Defesa dos Clientes do BISTP”.

A sociedade civil são-tomense, diz ainda que o BISTP está a implementar políticas financeiras que ignorando por completo, o poder económico da população de São Tomé e Príncipe.

A sociedade civil, apresenta vários exemplos que ilustram a política financeira prejudicial para as famílias são-tomenses, que o BISTP começou a implementar a partir de Janeiro de 2016. Segundo a sociedade civil o banco passou a cobrar ao cliente 35 mil dobras, cerca de 1 euro e 42 cêntimos, por cada cheque que o cliente utiliza. Uma careira de 10 cheques custa 350 mil dobras, mais de 14 euros.

As caixas automáticas se transformaram na galinha de ovos de ouro do BISTP. Em cada levantamento o BISTP cobra ao cliente uma taxa de 5 mil dobras, «mais o imposto sobre o consumo, totalizando 5 mil e 250 dobras, ou sejam se o cliente fizer u levantamento de 100 mil dobras será debitado na sua conta o valor de 105 mil e 250 dobras, 5 mil e 250 mil dobras em cada levantamento faz muita diferença na conta de uma família são-tomense», diz a sociedade civil.

A sociedade civil denuncia outra política financeira do BISTP, que já está a contribuir para asfixiar as famílias são-tomenses. Trata-se da Comissão de Processamento de Prestação.

Diz a Sociedade Civil são-tomense que esta política de Comissão de Processamento de Prestação, foi introduzida pelo BISTP há alguns anos mas «à revelia de todos os contratos de mútuo acordo que já tinha fechado com os seus clientes e aplicou 15 mil dobras para cada vez que fosse cobrada uma prestação do empréstimo», sublinha a sociedade civil.

Só que actualmente a coisa se complicou, detalha a sociedade civil. «Hoje essa prestação passou para 45 mil dobras, ou seja, triplicou. Essa prestação é injusta e ilegal, porque o BISTP é a entidade devedora do empréstimo, logo não deve cobrar um serviço de cada vez que desconta a prestação, porque é o único devedor dessa prestação. Um crédito é cobrado duas vezes, na taxa de juro e no acto de cobrança das prestações».

BISTP é o maior e mais antigo banco privado da praça financeira são-tomense. A sua estrutura accionista é composta pelo Estado são-tomense, que detém 48 das acções, a Caixa Geral de Depósitos de Portugal com 27% e o BAI de Angola com 25%.

O protesto da sociedade civil são-tomense, já subscrito por centenas de pessoas, foi submetido ao Conselho de Administração do Banco Central de São Tomé e Príncipe, mas também a Assembleia Nacional, aos Grupos Parlamentares, ao Governo de São Tomé e Príncipe, e ao Presidente da República.

Leia na íntegra a nota de protesto da sociedade civil - Carta da Sociedade Civil

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Filomena Pedro Lopes Responder

    Claro, a onde é que está o Estado. a equipa do Banco Central de STP está lá para fazer o quê? É o BCSTP que compete por regras desta natureza ao mercado Financeiro.
    Não estão lá para encherem os seus bolsos? Senhores administradores do BCSTP, então como é que é? Estão a dormir. Acordem-se da sonolência e façam o trabalho que lhes é devido?

    • img
      arroz podre Responder

      Onde andam os melhores tecnicos que foram nomeados pelo Patrice Trovoada para Administração do Banco Central?
      Onde anda o Administrador representante do Governo de São Tomé no BISTP?
      Este deve ser demitido bem como a Assembleia geral e Conselho de Administração.
      Este país está pior.
      É urgente Patrice Trovoada.

  2. img
    me zedu Responder

    Toda gente sabe que o que o Bistp está a fazer é uma grande robalheira. Têm o dinheiro das pessoas e andam a subtrair ainda mais….Esse novo administrador não traz confiança aos clientes…

    • img
      Cobra branca Responder

      O novo Administrador é duente mental, temos que dar ele uma boa chicotada

  3. img
    Africano Responder

    O bistp faz isso para manter o salario de mais de 80 milhões de dobras dos seus administradores que estao se “cagando” para as familias santomenses.

    • img
      Cobra branca Responder

      Vc esta errado, o salario é de 250.000.000 mensual,alem da casa, o carro e as comidas e jantares.

  4. img
    santomense Responder

    BISTP está a abusar, todas as pessoas deviam sair desse banco. Devíamos começar por levantar todo dinheiro de uma vez só com cheque, assim que o salário ou algum outro pagamento caia na conta, assim não precisaríamos utilizar o multibanco, e eles não nos roubariam tanto assim.
    Os santomenses precisam que o Banco Central interfira em defesa dos clientes, se não fizerem nada, as minhas suspeitas de que os senhores do banco central estão por dentro do assunto e que estão a ganhar com isso tudo, vai se confirmar.
    ATENÇÃO: a população santomense é maioritáriamente pobre.

  5. img
    Bili Responder

    Concordo com este artigo de olhos fechado. Desde 2001 que sou cliente do BISTP, mas estou pensando seriamente em sair desse Banco.

  6. img
    CCCP Responder

    Banco Central é o maior culpado disto ao lançar politica bancarização sem medidas de acompanhamento adequada; Outro culpado é estado ao obrigar o pagamento dos salários dos funcionários por transferência bancária tambem nao acautelou certos pormenores – custos com meios de levantamento(cheque); deslocação de pessoal de Santa Catarina, neves, porto alegre; angolares, ribeira Afonso etc etc para capital de forma levantar o seu rendimento ( custo com transporte ). Porque os bancos nao sao obrigados a estender fisicamente a sua presença para os locais supracitados?! Associando entre eles porque nao colocar de terminais MB em tais locais? Estado deveria negociar com estes monstros..pago salario dos meus funcionários por conta domiciliada na vossa instituição se oferecer cartao mb e colocação de terminais em locais xyz! Uniao faz força!

  7. img
    coitado do povinho Responder

    Pobre sem dinheiro,com tendência a guarda no banco, guarda em casa cria seu próprio banco envestindo.
    Cedo são os pobres arrumado em rico. Deixando os bandido corrupto dos banco mafioso de São Tomé a tringuliza os bolso de cada cidadão.

  8. img
    Mabutú Responder

    Bandos de ladrões e bandidos. Só sabem roubar e mais nada. Como um país com inúmeras instituições financeiras (bancos), um único banco toma a iniciativa deliberadamente de roubar e extorquir dinheiro descaradamente aos cidadãos e ninguém diz nada? Oh Sra. Governadora do BCSTP, tome uma decisão. Tenha dó desse povo que sofre e que vive na miséria. Isso é uma concorrência meramente desleal. PR; PM; MJ; AN; TB e todos os outros órgãos competentes, façam alguma coisa e ajude o povo santomense!! Abixo a roubalheira do BISTP, abaixo as cobranças ilícitas do B-anco I-nternacional de S-alvação dos P-olíticos!!

  9. img
    FCL Responder

    Realmente, um banco a cobrar taxas de juro de 16%, 20% para uma pessoa que quer abrir um negócio é estar a contribuir para a falência do ciente, isto porque aqui em Sao Tomé ninguém consegue ter retorno desta ordem de grandeza…. as vezes me pergunto se é um banco ou uma agencia imobiliária, ou stand automóvel. A culpa disto tudo mesmo é o nosso banco central, que não esta a desempenhar o seu papel de fixar um tecto máximo para as taxas de juro.

  10. img
    Explicar sem complicar Responder

    Quando expliquei neste fórum,de que o aumento dos 12,8% do salário prometido pelo governo de Patrice trovoada,e expliquei os mecanismos da farsa,talvez houve quem duvidasse. E AGORA? Deu para entender que no final de contas é real.
    O dinheiro atribuído ele é logo sacado.

  11. img
    Lagaia Velha Responder

    O BCSTP está a espera de quê para resolver isto de uma vez por toda ou tem dedo vosso metido nisso, porque deste país pode-se esperar tudo e mais alguma coisa

  12. img
    Zé Maria Cardoso Responder

    Perante os factos narrados e reivindicados na carta da sociedade civil, o título da notícia é bastante romântico. Deveria estar estampado “BISTP rouba famílias santomenses”.
    Foi em tempo notícia aqui o assalto armado ao dinheiro destinado aos trabalhadores de uma cooperativa de cacau e todos nós aconselhamos para que, de uma vez por todas, os santomenses confiassem no sistema de transacção bancária abrindo as contas nos bancos.
    Aqueles encapuzados levaram o dinheiro do suor de quem na verdade trabalha de sol e chuva. Os agentes do BISTP sentados no fofinho de ar condicionado nem colocam a máscara para tirar do bolso dos clientes.
    Os mentores da carta que abram uma página on line para juntar mais subscritores.

  13. img
    mazochi Responder

    O BISTP acredito k tem dado luvas ao BANCO CENTRAL porque essa situação já vai a algum tempo, e Banco Central como regulador não faz nada. BISTP ladrão

  14. img
    Angelino Louro Responder

    Nem PR,AN,Gv, Trib. São todos cegos, surdos e mudos e é por essa razão que o nosso país se encontra no estado que está. Não preocupam com país só pensam neles. Estão cagando pra nós o povo sofredor. Colocam a população na miséria e depois nos dias de comemorações, dão um prato de comida e esses coitados até ajoelham para agradecer. Peço a deus que eles conheçam o destino de Cadaf, Mussain e o que espera o líder da Síria.

  15. img
    ANCA Responder

    Só lá põe o dinheiro quem tem e quem quer,…

    Utiliza os serviços cobrados só quem lá deposita o dinheiro,…

    A casa onde falta pão todos ralham e ninguém tem razão,…

    É a fome a miséria a pobreza mental e material a reinar,..

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  16. img
    Manuel Jorge de Carvalho do Rio Responder

    Senhores Administradores do Banco Central, BISTP e outros. Realmente estes custos anunciados estão muito exagerados. Num País em que a população ainda não adere a 100 % guardar as suas magras economias no banco, com uma população de cerca de 60 % muito pobres e os bancos sem piedade, vêm com aplicação de táxas assustadoras. Esta situação vai ainda, mais afugentar o princípio que as pessoas devem guardar as suas poupanças no banco por motivos, sobretudo de segurança e esbanjamento. Nós os utentes dos bancos não devemos pagar pela manutenção exagerada dos bancos. Por isso, acho que o Governo através dos Ministérios competentes, deveriam analizar ainda mais esta situação e propor-lhes uma solução que seja convicente aos clientes e que possa atraír ainda mais a aproximação das pessoas aos bancos pelo bem do proprio desenvolvimento sócio economico do País. Com esta onda de vandalismo que assola o nosso País, não devemos estimular a não atração das pessoas para os bancos. Precisamos de bancos com serviços adequados ou seja bancos comerciais que matenham sigilos, seguros, atraentes, dinámicos, propulsores de créditos vantajosos aos clientes de modo a que o país possa saír da dificil situação em que se encontra.

  17. img
    É só fazer contas Responder

    Só se esqueceram de contabilizar o quanto poupam.
    Se por cada movimento que se efectua nas máquinas, o cliente tiver que ir a um balcão do banco, quantos funcionários serão necessários? Qual o custo da logística necessária para a criação de mais postos de caixa?

  18. img
    Cidadão Filho da Terra Responder

    Meus caros companheiros, Atenção!
    Antes de mais muito bom dia. Sabem qual é a verdade? Vou vos contar.
    A verdade é que nesta semana passou ao nível da RTP África que um dos Sócios do BISTP, a Caixa Geral de Depósito apresentou um resultado liquido negativo, isto é no ano de 2015 a Caixa Geral de Depósito de Portugal teve um Prejuízo de quase 172 milhões de Euros. E, um outro Sócio também do BISTP, que é o BAI(Banco Angolano de Investimento), está sem recursos financeiros disponíveis, isto é não têm mais dinheiro para enviarem ao BISTP por causa da baixa do preço de petróleo que tem massacrado os países produtores. A Angola está em via de queda brusca na recita dai este está sem divisas, sem recursos próprios e com um grande buraco financeiro. Neste sentido o recebeu uma nota por via desses Sócios maioritários que a partir deste ano não mais enviar o dinheiro para reforçar os investimentos, muito menos as reservas do BISTP, e terão que desenrascar, roubar aos outros aumentar o preços das operações, custos com emissão de cheques, transferências, MB-dbs24, ATM e demais serviços. Um último aspecto tem a ver com essa onda de abertura demasiadas de agências, a Construção e ampliação do edifício sede bem como o novo edifício da Reg. Autónoma do Príncipe. Todos esses investimentos trouxe um prejuízo enorme ao Bistp. Informações de fonte seguras. Por isso nesse ano de 2016 quem vai pagar esses prejuízos são os clientes. Não há outra solução. « recomendações da última reunião do conselho de administração alargado na presença dos dois grandes accionistas». Ainda mais vem o Acácio Elba Bonfim com declarações infelizes e nem parece quem de facto estudou economia. Claro se falasse também da outra forma seria corrido e estaria no desemprego.
    Credo!!!!!!!!!!! Credo!!!!!! Credo!!!!!!!!!11 Bistp. Aleluia !!! Aleluia !!! Aleluia !!!1 Bistp. Isso é que se chama de roubo e assalto. Desgraçados.

  19. img
    Sinto Triste Responder

    o Bistp esta abusar por ter o monopólio do mercado, mas têm razão porque STP é um País de bananas e quem manda é macacos. Mais uma desgraça para as famílias pobres de STP, até quando isto vai terminar.

    Senhor vem ao mundo.

    • img
      Miguelinho Responder

      Boa noite,SINTO TRISTE,desculpe, mas, discordo com a sua afirmação.
      Quantos bancos existe em São Tomé e Príncipe? Que eu saiba, BISTP,não é o único banco, portanto não é monopólio,deve ser sim,banco com maior quota de mercado( com maior nº de clientes) em STP.

  20. img
    Bebado Responder

    Pouca vergonha depois arruma sede moralista

  21. img
    Ralph Responder

    Concordo que cobrar um imposto na prestação é uma roubalheira. Se o banco quer recolher mais dinheiro, deveria simplesmente aumentar os juros. Levantar dinheiro por mais um imposto apenas aparenta ganancioso e manhoso. A melhor coisa que alguém pode fazer nesta situação é levantar todo o seu dinheiro e levá-lo para um outro banco. Ao quanto tempo que outros bancos não sigam a mesma rota, o bistp vai perder clientes e ser forçado a repensar nas suas ações.

Deixe um comentario

*