00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Grupo francês Malongo vai investir cerca de 13 milhões de euros em Monte Café

Na tarde de quarta – feira o Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural Teodorico Campos e duas sociedades francesas rubricaram no terreiro da Roça Monte Café, um memorandum de entendimento que cria as condições para o renascimento da roça mãe, na produção de café de alta qualidade no país.

Monte Café e os seus habitantes já viveram muitas desilusões, por causa do seu bom café. Ainda na década de 90 o Banco Mundial financiou um projecto de reabilitação da cultura do café, que resultou em desgraça e dívidas para o Estado são-tomense.

Em 2010 o Estado são-tomense concedeu 230 hectares da roça a favor de uma empresa da Líbia designada ATICO, para reactivar a produção do café, e foi outro desastre, após a primavera Árbe e o consequente fuzilamento de Kadaffi.

Na tarde de quarta – feira 15 de Junho, o décimo sexto governo constitucional liderado pelo Dr. Patrice Trovoada, celebrou um memorandum de entendimento com o grupo francês Malongo e a companhia Bar-Le Loup de França considerada como a maior empresa francesa de produtos aromáticos e perfumes. Para além de dinamizar a produção do café, o projecto vai introduzir a cultura da baunilha nas terras de monte café.

Os 230 hectares de terra que em 2010 foram concedidos a extinta empresa líbia, passam para as mãos do grupo francês, que segundo o Ministro da Agricultura Teodorico Campos, vai receber mais 50 hectares de terras em situação de abandono na região de Monte Café. «Existem algumas terras em estado de abandono. Queremos fazer o levantamento geral das terras, ara depois definir», declarou o ministro.

O memorandum de entendimento assinado no terreiro da roça e na presença dos habitantes, abre caminho para 90 dias de negociações entre o Governo e o grupo francês com vista a assinatura do Contrato. «Este memorandum tem a duração de 90 dias. Após os 90 dias será assinado o contrato que abre caminho para o investimento», explicou Teodorico Campos.

As terras que o ministério da agricultura concede para exploração agrícola, tem um tempo máximo de 20 anos. Mas para o caso da concessão a ser feita ao grupo francês o tempo pode ser mais extenso. «O contrato não vai depender apenas do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural. Outros sectores do Ministério das Finanças estarão envolvidos», precisou.

Segundo o Ministro o grupo francês, já disponibilizou 8 milhões de euros para investir na renovação do cafezal e na introdução da cultura da baunilha. No entanto, o investimento a ser feito pode ultrapassar tal valor. «Neste momento há uma garantia financeira de 8 milhões de euros para investir, mas o tecto máximo é de 13 milhões de euros», frisou o ministro..

Pela parte do grupo Malongo, Jean – Pierre Blanc Director Geral da Empresa, recordou que o grupo francês está presente em São Tomé e opera em Monte Café há cerca de 8 anos. No passado assinou acordo com o Estado são-tomense para explorar a cultura do café exactamente na roça Monte Café, num quadro de cooperativismo com os agricultores.

Agora avança para terrenos que pertenciam aos líbios, com o propósito de aumentar a produção de café de alta qualidade e incrementar a cultura da baunilha que também tem bom preço no mercado internacional. «O memorandum que acabamos de assinar é um recomeço de tudo. Vamos valorizar o trabalho de todos os agricultores, trabalhando sobre dois produtos que no mesmo espaço vão garantir maior rendimento», assegurou o representante do grupo Malongo.

O memorandum saudado pelos agricultores de Monte Café, foi brindado com champanhe francês. Isabel Domingos, Presidente do Poder Local de Mé-Zochi, esteve presente com um vestido de cor creme. Uma cor quase igual a do café torrado. «A partir do momento em que e fez a assinatura do memorandum este período de inactividade e de abandono terminou. Os agricultores de Monte Café não estarão na condição de empregados mas sim de parceiros, esta é a grande vantagem. Com a maior produção para os investidores também o vosso agregado familiar acusará o aumento do seu rendimento», referiu a Presidente da Autarquia de Mé-Zochi.

As autoridades presentes no acto, o grupo francês, e os habitantes de Monte Café, convergiram no mesmo ponto. É preciso arregaçar as mangas para levar adiante o projecto, que pode reduzir o desemprego e a pobreza na maior roça de São Tomé e Príncipe, em termos territoriais e quiçá também em termos populacionais.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    SAMPONHA Responder

    ÚLTIMA HORA :
    GOVERNO DE PATRICE TROVOADA ENGANA OS JOVENS COM O PROJECTO “EMPREENDEDORISMO JOVEM”
    Mais um regabofe, gente do ADI comeu dinheiro dos jovens empreendedores
    É verdade quando se diz o seguinte: – quando a esmola é grande o cego ou pobre desconfia”.
    Isto acontece agora com um projecto lançado com pompas e circunstâncias pelo actual primeiro ministro do ADI, Patrice Trovoada, denominado “Empreendedorismo Jovem”.
    O projecto orçado em 6 milhões de dólares pela voz do primeiro-ministro, arrancou, parou, arrancou, parou e agora morreu de vez.
    Os ministérios da Juventude e desportos e do emprego e assuntos sociais abraçaram a causa do primeiro-ministro e chamaram o centro de formação profissional de são Tomé e Príncipe para responsabilizarem da parte de formação no campo técnica e científica profissional.
    O ministério da Juventude e desportos criou uma comissão de coordenação e faz-se a selecção dos candidatos para a formação nos distritos incluindo a região autónoma do Príncipe (maioria gente do ADI) e de início ficou assente que 100 jovens seriam contemplados com 5.000 dólares desde que tivessem bom e melhor projecto.
    Desde a selecção passando pela formação houve lacunas, desorganização, falta de comunicação, de acção e de preparação para lidar com estas tarefas por parte da Comissão criada.
    O mais grave é que a verba destinada a formação e ao projecto em si (cerca de 6 milhões de dólares) desapareceram nas finanças. Segundo uma fonte do tesouro o governo empregou a verba que é do fundo de Taiwan no pagamento dos salários na função pública porque o cofre do estado está vazio. Em consequência o projecto lançado com pompas e circunstâncias morreu, os jovens foram defraudados nas suas expectativas e perspectivas, a comissão pagou somente uma parte do subsídio de lanche aos jovens, entregou uns cadernos e lapiseiras, outros formandos não receberam nada, os formadores do Centro concluíram o seu serviço e estão até hoje sem receber os seus honorários legais acordados previamente com o Centro de Budo- Budo, os formandos estão vendo os 5.000 dólares como uma miragem, o Afriland First Bank a entidade bancária afecta não pronuncia sobre o assunto, o governo também não, o centro diz não ter nada a ver com o assunto porque é a parte lesada e os jovens empreendedores ficaram a conhecer quanto vale a palavra do senhor Primeiro Ministro que faz campanha todos os dias, não cumpre as promessas e domina a rádio e a televisão pública.
    Assim se acabou com o sonho de mais de 300 jovens e os outros 100 que seriam beneficiados com a promessa de 5.000 dólares de Taiwan entregues ao ADI e ao seu líder Patrice Trovoada. Acreditem, mas eu jamais acreditaria num homem deste. É o momento dos jovens de São Tomé e Príncipe darem um cartão vermelho neste falso profeta, votando contra o seu candidato, pau mandado de Evaristo Carvalho.
    O ministro da juventude e desportos (Marcelino Sanches) e o de emprego e assuntos sociais (Carlos Gomes), o membro da Comissão e Director do Projecto (Bruno Costa) poderão melhor falar sobre o assunto e confirmar esta notícia. Já agora onde anda o secretário-geral da Juventude do ADI – Wadson Almeida para defender os jovens? Uma corja de bandidos e aldrabões, este está a comer duas bocas, uma na agência nacional dos petróleos e outra na ENASA e depois vai para Comunicação Social num programa dirigido pela ponte do senhor Patrice Trovoada, senhos Marcimínio Carlos Programa este “Poder do Presidente da República e as eleições. Inclusive teve ousadia em utilizar expressão que não exista a Juventude nos outros Partidos Políticos. Que mentira. Os líderes dos outros Partidos políticos vão falar o quê, se eles não podem falar livremente com receio de desemprego se forem funcionários do Estado e se forem privados serão humilhados.

    ENQUANTO OS FILHOS DE EVARISTO CARVALHO PASSAM FOME, O PATRICE TROVOADA, GASTA SETE MIL EUROS COM ROSTO do seu candidato as eleições Presidenciais Evaristo Carvalho.
    O tempo pode apagar lembranças de um rosto, mas um corpo jamais apagará lembrança de pessoa.
    A natureza lhe dá o rosto que você tem 20 anos. A vida talha o rosto que você tem 30 anos. Por causa da politica, o rosto de Evaristo Carvalho que parecia o rosto de uma pessoa de 90 anos, o dinheiro que Patrice Trovoada rouba o povo, transformou o rosto de Evaristo para um rosto de 50 anos.
    Caríssimos leitores da casa da democracia, “Voz de S. Tomé e Príncipe”, de acordo com as minhas informações, eu soube e tenho prova que o senhor Patrice Trovoada, teve em Portugal com Evaristo Carvalho, para fazer “Lefting” facial, de modo que o Evaristo fique com o rosto mais jovem.
    As vezes eu paro e fico analisar, a ganancia de poder politico que o senhor Patrice Trovoada tem e faz tudo para ter poder, gasta dinheiro para ter poder,vinga para ter poder, promove incompetentes para ter o poder, faz as pessoas como o prato descartável para ter o poder, leva o Evaristo Carvalho para uma clínica privada para fazer “Lefting” facial, e gasta sete mil euros (7 mil euros) com o rosto do senhor Evaristo de Carvalho, para ter o poder.
    Ilustres, o Evaristo que tinha uma cara com muitas manchas preta, como diz na minha terra natal, “tone tone”, hoje tem uma cara lisa sem manhas, fruto do dinheiro do povo.
    Enquanto as filhas de Evaristo Carvalho vendem búzio aos domingo na praia “PM”, e outros filhos passam fome, o senhor Patrice Trovoada gasta dinheiro com rosto do homem que ele esforça ser Presidente da República, homem que passa mais tempo a jogar carta, homem sem ideias próprias, expressa pessimamente mal português, não cuida dos seus filhos, não tem postura, não tem qualidade, a sua ex-mulher morreu no asilo por causa do abandono do mesmo, é esse filho, que quer ser Presidente da Republica dos santomenses. Meus senhores, comem dinheiro de ADI, e votem noutros candidatos.
    Meus caros amigos, na minha terra diz: “Calo vê, á pó muda tinta muda colo, chofelo de má peneta, só sá ni pligo pledé vida”.
    O Afonso Varela vulgo Nonó Só e Oscar Medeiros = Tomé Cassandra, que transformaram TVS, de televisão dos Santanas liderado pelo o seu líder espiritual de ADI, o senhor mestre supremo, Patrice Emery Trovoada.
    Ai Ai Ai! Muitas saudades da nossa televisão, outrora ela era vista pelos muitos santomenses, hoje ela é vista por vinte porcento dos santomenses, devido o bolo de noiva que passa mais tempo na televisão a mostrar o seu sorriso falso para com povo.
    O Patrice Trovoada gasta sete mil euros com “Lefting” facial com o rosto do senhor Evaristo Carvalho, e o povo na miséria, na pobreza, sem hospital sem escola.
    É assim que vai germinando o Dubai de Patrice Trovoada.
    Eu já vos disse, sou feio, mas sei muita coisa do meu país.
    Nota: Vou colocar duas fotos de Evaristo Carvalho, uma com manhas no rosto, outra lisa, fruto de dinheiro do povo.

  2. img
    Ralph Responder

    Esta parece ser uma boa iniciativa e espero que tudo corra bem. Adoro o sabor da baunilha e aguardo a oportunidade de provar alguma de STP.

  3. img
    Quilixe Furtado Responder

    Ao que tudo parece, boa inicitiva.
    O único problema é a corrupção que já coroe este Governo; as estrelas de incompetência que o mesmo encerra.
    A ver vamos!

  4. img
    rapaz de riboque Responder

    mas é preciso que haja quem queira trabalhar os terrenos pode haver um contentor cheio de dinheiro e muitas maquinas se não haver quem trabalhe é mesmo que não ter nada o que me parece que vai ser dificil porque o forro não gosta de trabalhar nas roças ou seja nunca gostou querem mais é boa vida

Deixe um comentario

*