00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Angola recebe apoio do Banco Mundial para aumentar a produtividade agrícola

WASHINGTON, 5 de Julho de 2016 – O Conselho de Administração do Banco Mundial a aprovou hoje um empréstimo IBRD de 70 milhões de dólares para aumentar a produção, produtividade e comercialização agrícola dos pequenos agricultores de culturas selecionadas em Angola.

A dependência de Angola sobre as importações de alimentos juntamente com a actual crise fiscal e a recessão económica causada pela maior queda dos preços do petróleo nas últimas décadas, levou o Governo de Angola (GoA) a acelerar o ritmo com que diversifica a sua economia para sectores como a agricultura. Este sector tem potencial para empregar a grande maioria dos pobres das zonas rurais, assegurando maior inclusão de crescimento, reduzindo os gastos com a importação de alimentos para o país e combater a desnutrição que afecta 30% de crianças com menos de cinco anos de idade em todo o país.

“Estou satisfeita por atingirmos tão importante marco”, aclamou Clara de Sousa, Representante Residente do Banco Mundial para Angola e São Tomé e Príncipe. “Angola tem um grande potencial na agricultura com os seus estimados 35 milhões de hectares de terras aráveis, dos quais menos de 4 milhões de hectares estão actualmente sob cultivo. Mais importante, o projeto é muito importante para melhorar a subsistência de muitos pequenos agricultores pobres no Planalto Central de Angola, aumentando a sua produtividade agrícola e as articulações para os mercados. Aguardamos com expectativa o novo escalonamento no âmbito deste projecto dos êxitos alcançados no âmbito do projecto MOSAP. ”

Mais especificamente, o projeto vai ajudar a melhorar as habilidades técnicas, institucional, de gestão e de marketing de 150.000 agricultores, bem como reforçar a capacidade de especialistas agrícolas do governo, instituições de investigação agronómica, prestadores de serviços agrícolas privados e as ONGs, e apoio a cadeias de valores da agricultura. Isto ajudará a estabelecer e reforçar as associações de pequenos agricultores; melhorar a competência técnica e gestão dos pequenos agricultores; e melhorar a capacidade do governo para prestar apoio institucional para a produção agrícola e comercialização dos pequenos agricultores.

O projeto apoiará também o desenvolvimento de cadeias de valor de culturas seleccionadas através de subsídio de investimento por avaliação baseada em demanda a grupos de pequenos agricultores e organizações, como meio de melhorar a produtividade agrícola, a produção e o acesso ao mercado. Espera-se beneficiar cinquenta mil pequenos agricultores directamente a partir desta forma de apoio.

Leia mais detalhes consultando o comunicado que o Banco Mundial enviou a redacção do Jornal Téla Nón - PR 1107 16 AO Gets WB Support for Agriculture Productivity.rvs1

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*