Noite turbulenta em São Tomé

Publicado em 12 Fev 2009
Comentários; fechado

O corpo de intervenção daarlecio-costa-fdc.jpg polícia nacional prendeu Arlécio Costa(na foto) e alguns membros do seu partido, a Frente Democrática Cristã. A operação policial deu sequência a uma reunião que teve lugar quarta-feira a tarde no Palácio do Povo, entre o Presidente da República, o Primeiro Ministro, os Ministros da Defesa e da Administração Interna, bem como as chefias militares e para-militares.O governo está reunido em conselho de ministros desde as primeiras horas desta quinta-feira, e a opinião pública aguarda uma explicação sobre as movimentações da última noite.

Logo após ao encontro demorado no palácio do povo, entre o Presidente da República Fradique de Menezes, o Primeiros Ministro Rafael Branco, os ministros da defesa e da administração interna com as chefias militares e paramilitares, a via de acesso ao palácio presidencial foi cortada.

Noite dentro o corpo de intervenção da polícia nacional, cercou a residência de Arlécio Costa, antigo oficial do extinto batalhão de mercenários sul-africano, designado Búfalos. Arlécio costa que é também líder do partido FDC, terá sido detido pela polícia bem como alguns membros do seu partido. A sua residência continua sob controlo do corpo de intervenção da polícia nacional.

As autoridades governamentais continuam em silêncio, e a opinião pública não sabe de facto o que está a passar. Uma situação que alimenta várias especulações. Uns dizem que estava ser preparado um golpe de estado, outros dizem que os búfalos pretendiam sequestrar o Primeiro Ministro.

No entanto o Governo está reunido desde as 8 horas desta quinta-feira em conselho de ministros. A nação aguarda por uma explicação sobre as movimentações que marcaram a última noite na capital do país.

Abel Veiga