Política

Três dias de luto nacional em honra a Omar Bongo Ondimba

Faleceu no pasomar_bongo_crop.jpgsado dia 8 de Junho  numa clínica em Barcelona-Espanha, aos 73 anos de idade. Omar Bongo, Presidente do Gabão, abriu as portas do seu país na década de 60 para acolher os nacionalistas são-tomenses que impulsionaram a luta pela independência nacional. São Tomé e Príncipe tem uma importante comunidade radicada no país vizinho. A amizade e o bom relacionamento promividos durante décadas entre Omar Bongo e o arquipélago, facilitou o acolhimento dos emigrantes são-tomenses. Antigos e actuais dirigentes do país, reconhecem Bongo, como uma figura pan-africanista, que contribui para a independência e para a paz no continente africano. O estado são-tomense decretou 3 dias de luto nacional, para o estadista africano que várias vezes visitou o país em missões de cooperação e de defesa da estabilidade no arquipélago. Foi um dos promotores da entrada de São Tomé e Príncipe na comunidade económica dos estados da áfrica central, e batalhou bastante para que o arquipélago adoptasse o franco CFA como moeda nacional.

Recentemente

Topo