Política

Deputados vão processar criminalmente o Presidente do Tribunal de Contas

A Assembleia Nacional vai avpalacio-dos-congressos.jpgançar com uma proposta de acção judicial por difamação contra o presidente do Tribunal de Contas Francisco Fortunato Pires. Tudo por causa das declarações de Francisco Pires, a aquando da apresentação do relatório de contas, em que a Assembleia Nacional foi acusada de colaborar com o governo na propagação da corrupção no país.

A decisão de queixar o Presidente do Tribunal de Contas a justiça, foi tomada na última sessão do parlamentar. A maioria dos deputados fizeram duras críticas e acusações ao Presidente do Tribunal de Contas. Os deputados desafiaram ainda Francisco Fortunato Pires a estar presente na próxima sessão parlamentar “para dizer publicamente quem recebeu dinheiro de quem e quanto”.

«O presidente do tribunal de contas deve chegar e dizer sob pena de ele mesmo faltar com a verdade, quem são os deputados que foram lá e dizê-lo. Que é a Assembleia que fez isso ou fez aquilo. Se não o fizer então ele forjou a intriga», disse o deputado da coligação MDFM-PCD, Sebastião Pires dos Santos.

Os deputados foram mais longe e desafiaram o presidente do tribunal de contas a deixar a instituição que tutela para ir ao parlamento fazer politica «deixa de novo o tribunal e volta a casa parlamentar fazer politica. Porque é aqui onde se faz politica. Se há um saldo deste positivo (a questão dos 2 milhões de dólares), a Assembleia não é cega. Os homens passam as instituições ficam. Talvez haja necessidade de uma auditoria, não encomendada pelo tribunal de contas, para de facto sabermos o que realmente está a passar» sublinhou Pires dos Santos, também da coligação MDFM-PCD.

De recordar que Francisco Pires acusou os deputados de tentarem abafar o Tribunal de Contas e de bloquear, a todo o custo o seu funcionamento.

Ectylsa Bastos

Recentemente

Topo