MEND retoma luta na Nigéria

Publicado em 22 Out 2009
Comentários; fechado

mend-em-accao.jpgO Movimento para Emancipação do Delta do Níger(MEND), retomou na última sexta – feira a luta armada na região sul do país. Ataques contra as instalações petrolíferas nas região que garante 80% da produção de petróleo da Nigéria é uma das estratégias do grupo armado, cujas acções já fez a Nigéria cair do pódio de maior produtor de ouro negro do continente africano.

Segundo informações recolhidas pelo Téla Nón junto as agências internacionais de notícias, no passado dia 19 de Outubro o Presidente nigeriano Umaru Yar’Adua, encontrou-se com o líder da rebelião do Delta do Níger, Mend Henry Okah, com o objectivo de pôr fim a rebelião armada que há 3 anos compromete a produção petrolífera na Nigéria.

O líder da MEND foi posto em liberdade em Julho último como resultado de uma amnistia decretada pelo Chefe de Estado Nigeriano.

O governo nigeriano, pretende atribuir a população da região do Delta do Níger 10% dos recursos da produção petrolífera, mas sem sucesso. Na última sexta feira o movimento rebelde anunciou a suspensão da trégua de 90 dias, e a retoma dos combates.

Note-se que São Tomé e Príncipe, está ligado a Nigéria na exploração conjunta de petróleo na fronteira marítima comum. Os dois países criaram uma sociedade designada Autoridade Conjunta, que administra os recursos petrolíferos e halieuticos nas suas águas contíguas. Ainda não há qualquer registo das acções da MEND, nas plataformas off – shore, próximas da fronteira marítima com São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga