Política

“PCD reage mal”

albertino-braganca.jpgÉ assim que Albertino Bragança(na foto) Presidente do Partido da Convergência Democrática (PCD), reage a eleição de Fradique de Menezes como Presidente do MDFM-PL. O PCD prometeu uma posição pública para os próximos dias. Albertino Bragança garante que a reacção do PCD é preliminar, deixando entender que o caso político terá continuidade e com consequências gravosas.

Albertino Bragança, explicou porque é que o PCD reage mal, a eleição por aclamação de Fradique de Menezes no último fim-de-semana como Presidente do MDFM-PL. «O PCD reage mal, porque o Presidente da República sendo o maior defensor da constituição, nunca poderia violá-la de forma tão flagrante», afirmou.

O Presidente do PCD, demonstra porque é que a constituição política foi violada. «Diz a constituição que o PR não pode ter quaisquer outras funções quer públicas quer privadas. Não se põe a questão de ser remonerada ou não, como ouvimos dizer há dias. A questão é que a constituição política do país veda ao Presidente da República a possibilidade de ocupar quaisquer outras funções», explicou.

Para o PCD, Fradique de Menezes deu passo errado, e por isso vai encontrar obstáculos no caminho. Albertino Bragança garante que o PCD vai combater o que considera ser ilegalidade. «Um desses obstáculos vai ser o PCD que amanhã(terça-feira) na sua comissão política vai analisar a situação em detalhe e depois tomará uma posição pública, e esta é apenas uma saída pré-liminar», avisou, para depois reforçar que o Presidente da República, «não pode ser simultaneamente Presidente de todos os são-tomenses e Presidente de um grupo deles»,

A disponibilidade de Fradique de Menezes em concorrer as eleições legislativas de 2010, é para o PCD outro passo em falso. «É muita confusão. É pena que o partido em que ele é Presidente não chegue a analisar os factos em pormenor e evitar o país de tanta arbitrariedade. Há menos que deixe de ser Presidente da República. Há menos que opte por um desses cargos, mas ele não pode tê-los em simultâneo com a constituição que temos», concluiu.

PCD promete dar luta política ao Presidente da República, por ter assumido a liderança efectiva do MDFM-PL, e se afigurar como candidato as eleições legislativas de 2010.

Abel Veiga

Recentemente

Topo