Presidente da República deu posse a novos ministros do Governo de Rafael Branco

Publicado em 08 Jan 2010
Comentários; fechado

O governo remodelado foi investido esta tarde. O Primeiro-ministro propôs 2 novos ministros nomeadamente Carlos Gomes para a pasta do Trabalho, Solidariedade e família e António Paquete para o Ministério da Administração Interna, Administração Territorial e Protecção Civil. As pastas da Justiça e dos Recursos Naturais cujos ministros desacataram a decisão do MDFM-PL de abandonar o governo, passaram a ser dirigidos cumulativamente pelos Ministros da Defesa e da Agricultura. 

 

 

O Ministério da Justiça, Administração Pública e Assuntos Parlamentares, cujo ministro desacatou a ordem do MDFM-PL para abandonar o governo, passou por acumulação de funções para as mãos da Ministra da Defesa Nacional Elsa Pinto.

 

O mesmo acontece com o Ministério dos Recursos Naturais, Energia e Meio Ambiente, em que a antiga titular não aceitou a ordem do MDFM. Xavier Mendes Ministro da Agricultura e desenvolvimento Rural, assumiu cumulativamente o ministério que controla o dossier petróleo.

 

Para as outras duas pastas ministeriais que pertenciam ao MDFM-PL, o Primeiro-ministro propôs novos ministros. O Tenente-coronel do Exército na reserva, António Paquete, que até agora era director do serviço de migração e fronteira é o novo ministro da Administração Interna, Administração Territorial e Protecção Civil.

 

Carlos Alberto Pires Gomes, que desempenhava as funções de secretário do governo regional do Príncipe para área institucional, é o novo Ministro do Trabalho Solidariedade e Família. «Houve um sobressalto. Nós felizmente conseguimos através do diálogo como é típico aqui em São Tomé e Príncipe, e do uso da razão e pensando sempre no interesse superior de São Tomé e Príncipe ultrapassamos este sobressalto, estamos conscientes que haverá outros de outra natureza mas quando se faz o juramento que nós fizemos tem-se que estar preparado para tudo e com confiança. Porque ainda temos coisas para fazer para o bem do nosso povo e vamos continuar a fazê-las», afirmou o Primeiro-ministro Rafael Branco.

 

Os novos ministros tomaram posse no salão nobre do Palácio do Povo, onde a palavra estabilidade foi a mais ouvida. O governo remodelado tem mais 3 meses de mandato.

 

Abel Veiga