Primeiro-ministro volta a prometer mais uma solução para a crise energética

Publicado em 29 Jan 2010
Comentários; fechado

rb.jpgRafael Branco, o Primeiro-ministro e Chefe do Governo que tinha indicado 2009 como o ano da electricidade em São Tomé e Príncipe, está embaraçado pelo facto da promessa não ter sido cumprida. Ao invés da electricidade o ano passado foi o mais escuro do país. 2010, também nasceu e vive profunda escuridão. Convidado do Programa de debate da TVS, Rafael Branco, voltou a fazer promessa de luz para breve.

As várias promessas do governo não viram a luz do dia. Em 2008, por causa da crise energética o Primeiro-ministro garantiu que o problema estaria resolvido em 2009, tendo na altura considerado o ano passado como o ano da electricidade.

No entanto desde a independência do país, nunca antes um ano foi tão escuro como 2009. No final do ano passado o governo voltou a prometer luz para natal, mas só escuridão iluminou a festa da família em São Tomé e Príncipe. A degradação da situação energética, tira sentido a todas as perspectivas de desenvolvimento a curto ou médio prazos de São Tomé e Príncipe. O Chefe do Governo reconheceu isso mesmo no debate da TVS.

Questionado sobre a solução da crise, Rafael Branco, preferiu desta vez não indicar datas. «Eu não vou dizer a data mas dentro de alguns dias estaremos numa situação em que não tendo resolvido o problema de energia, mas de minimiza-lo grandemente. Se eu digo isto é contra todos os conselhos que me dão porque de toda vez que eu anunciei que ia haver uma solução para o problema energético houve um motor que se queimou etc», defendeu o Primeiro-ministro.

Crise energética jamais vista no país, é uma nódoa que tira brilho a qualquer outra acção de impacto social implementada pelo governo de Rafael Branco.  Por causa das promessas já feitas no presente e no passado, no entanto sem resultado, a crise energética persistente, está a ser interpretada pela maioria dos observadores como uma derrota política pessoal do Primeiro-ministro.

Abel Veiga

.